Translate

terça-feira, 30 de abril de 2019

O caminho da vitória – Josué 13

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – Josué 13
Comentários: Pr. Heber Toth Armí


O caminho da vitória

O caminho da vitória não tem acostamentos, pousadas, parque de diversões – é um constante avançar. Vida espiritual estagnada começa a regredir até chegar à estaca zero.

Embora Josué fosse idoso, e Deus reconhece sua velhice, ele não recebeu aposentadoria para aproveitar o muito que fora conquistado da Terra Prometida; pelo contrário, Deus deu uma cansativa lista de territórios ainda por conquistar (vs. 1-13), além de usar outra lista das conquistas do idoso Moisés como legado para Josué motivar-se e administrar: Distribuir entre as tribos (vs. 14-33).

• Na vida cristã não existe tempo de trabalho e depois calmaria recebendo salário de aposentadoria do Céu.

• Nossa luta aqui no palco do grande conflito é intensa; só descansaremos na morte ou na segunda vinda de Cristo quando formos levados ao Céu.

• Além disso, o líder espiritual administra a vitória para o povo de Deus para que este aproveite com satisfação as bênçãos do Céu enquanto avança.

• Os que se dedicam a Deus integralmente devem considerar como herança ao próprio Deus que é muito mais importante que bens materiais (vs. 14, 33).

• Assim como Deus usou Moisés até o seu último dia de vida (vs. 14-33), e usou Josué em sua velhice (vs. 1-13), Deus quer usar você desde a tua infância até o teu último dia.

O texto também apresenta-nos um alerta: O profeta Balaão no fim da vida rendeu-se aos encantos do mundo, vindo a morrer como adivinho juntamente como todos os feiticeiros, idólatras e politeístas pagãos habitantes dos territórios conquistados pelo povo de Deus (vs. 21-22).

A salvação estava disponível a quem quisesse, como se vê no episódio de Raabe e sua família (Josué 2), assim como a perdição é possibilidade, tentação e opção agradável a todo crente que preferir o caminho de Balaão (Números 22-25; 31:8; Judas 11; II Pedro 2:14-15; Apocalipse 2:14).

Fique atento(a):

1. Na religião verdadeira, o mais importante não é como iniciar, mas como terminar;

2. Avançar, sem nunca esmorecer nos planos divinos é o segredo da permanência na salvação;

3. Seguir as orientações que apontam para Jesus até o último dia da vida neste mundo é garantia do sucesso para entrar na Terra Prometida, a Canaã Celestial.

Afinal, vamos vencer? Então... reavivemo-nos diariamente! “Senhor, fortaleça-nos, capacita-nos! Amém.” /Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz 

Fé na Vitória

A Fé Pela Qual Eu Vivo
30 de abril
Fé na Vitória

Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. I João 5:4.

A vida cristã deve ser de fé, vitória e alegria em Deus. “Todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.” I João 5:4. Com acerto disse Neemias, servo de Deus: “A alegria do Senhor é a vossa força.” Nee. 8:10. E Paulo diz: “Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos.” “Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.” Filip. 4:4; I Tess. 5:16-18. O Grande Conflito, págs. 477 e 478.

Deus é capaz, e está desejoso de outorgar a Seus servos toda a força de que eles necessitam, e a sabedoria que suas várias necessidades exigirem. Ele fará mais do que cumprir a mais alta expectativa dos que nEle põem a confiança.

Jesus não nos chama a segui-Lo, para depois nos abandonar. Se consagrarmos a vida a Seu serviço, nunca seremos colocados numa situação para a qual o Senhor não haja tomado providências. Seja qual for nossa situação, temos um Guia para dirigir o caminho; sejam quais forem as perplexidades, temos um infalível Conselheiro; qualquer que seja a dor, a privação ou a solidão, temos um Amigo que sente conosco. Se, em nossa ignorância, damos passos errados, Cristo não nos deixa. … “Ele livrará ao necessitado quando clamar, como também ao aflito e ao que não tem quem o ajude.” Sal. 72:12. Obreiros Evangélicos, págs. 262 e 263.

A fé que nos habilita a ver para além do presente, com seus fardos e cuidados, ao grande porvir em que tudo quanto nos traz agora perplexidade, será esclarecido. A fé vê Cristo posto como nosso Mediador, à destra de Deus. A fé contempla as mansões que Cristo foi preparar para aqueles que O amam. A fé vê as vestes e a coroa preparadas para o vencedor, e escuta o cântico dos remidos. Obreiros Evangélicos, págs. 259 e 260.

Devemos muito pretender de nosso amorável Pai celestial. … Devemos crer em Deus, confiar nEle, e assim fazendo, glorificamos Seu nome. Testimonies, vol. 2, pág. 319.

As forças daqueles que, com fé, amam e servem a Deus, serão renovadas dia a dia. Obreiros Evangélicos, pág. 262.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 126

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Vitória só vem do Senhor- Josué 12

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – Josué 12
Comentários: Pr. Heber Toth Armí


Vitória só vem do Senhor

Nesta vida ou você vence ou é vencido, você ganha ou perde, é vitorioso ou fracassado. Não há meio termo. A indecisão já significa perder. Por outro lado, não há vitória sem luta, sem combate. Para o bem de Seu povo, Deus entra no campo de batalhas e confere-lhe a vitória.

Tem pessoas vencidas que se tornaram escravas do álcool, outras da nicotina, outras do sexo impuro, outras da fofoca, outros do dinheiro, e, ainda outros da vaidade, TV, etc... Estas pessoas têm os dias contados; pensando estarem livres, mas são prisioneiras; crendo isso ser prazer, vão à lama igual ao porco que ama lavagem.

A vitória concedida por Deus eleva, enobrece e dá sentido à vida. O prazer não é baixo, é elevadíssimo. O relacionamento real e intenso com Deus não tem preço, é incomparável. A paz que vem com a vitória é indizível, não tem palavras que a descreve em sua totalidade – é uma experiência divina!

De acordo com Merril F. Unger oferece-nos os seguintes tópicos ao capítulo em questão:

1. As conquistas na Transjordânia são repassadas (vs. 1-6)

2. As conquistas em Canaã, com uma lista de reis vencidos, são apresentados nos vs. 7-24.

A derrota é uma característica de quem não quer nada com Deus. Mesmo reis, nações e exércitos poderosos não obtêm vantagem alguma em relação àqueles que dependem constantemente de Deus. Nenhuma guerra, por mais que seus guerreiros sejam bons e usem armas poderosas, tem qualquer vitória contra Deus e Seu povo.

O líder que Deus chama deve ser espiritual, o que faltar, Deus completará/preencherá/suprirá. Note:

• Moisés, um líder espiritual deveria ter visão militar para liderar o povo de Israel (vs. 1-6);

• Josué, um líder militar, deveria ter visão espiritual para conduzir o exército de Israel rumo à vitória (vs. 7-24).

Para concluir, darei ênfase à derrota para que a evitemos. A DERROTA...

• ...É real para todo aquele que amadurece no pecado (Gênesis 15:12-21);

• ...Chega a todo aquele que, após as evidências do Deus verdadeiro, prefere deuses falsos;

• ...Alcança a todos aqueles que buscam tudo, menos a Deus.

• ...Será o triste fim de toda humanidade indiferente a Deus no Armagedom.

Portando, converta-se do caminho da derrota ao caminho da vitória! O povo de Deus é vitorioso! /Heber Toth Armí /

O Justo Viverá da Fé

A Fé Pela Qual Eu Vivo
29 de abril
O Justo Viverá da Fé


Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nEle. Col. 2:6.

Nosso crescimento na graça, nossa felicidade, nossa utilidade – tudo depende de nossa união com Cristo. É pela comunhão com Ele, todo dia, toda hora – permanecendo nele – que devemos crescer na graça. Ele é não somente o Autor mas também o Consumador de nossa fé. É Cristo primeiro, por último e sempre. Deve estar conosco, não só ao princípio e ao fim da nossa carreira, mas a cada passo do caminho. …

Perguntais: “Como permanecerei em Cristo?” Do mesmo modo em que O recebestes a princípio. “Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nEle.” Col. 2:6. “O justo viverá da fé.” Heb. 10:38. Vós vos entregastes a Deus, para serdes inteiramente Seus, para O servirdes e Lhe obedecerdes, e aceitastes a Cristo como vosso Salvador. Não pudestes vós mesmos expiar os vossos pecados ou mudar vosso coração; mas tendo-vos entregue a Deus, crestes que Ele, por amor de Cristo, fez tudo isto por vós. Pela fé viestes a pertencer a Cristo, pela fé deveis nEle crescer – dando e recebendo. Deveis dar tudo – vosso coração, vossa vontade, vosso serviço – dar-vos, a vós mesmos, a Ele, para Lhe obedecerdes em tudo o que de vós requer; e deveis receber tudo – Cristo, a plenitude de todas as bênçãos, para habitar em vosso coração, para ser vossa força, vossa justiça, vosso ajudador constante – a fim de vos dar poder para obedecerdes.

Consagrai-vos a Deus pela manhã; fazei disto vossa primeira tarefa. Seja vossa oração: “Toma-me, Senhor, para ser Teu inteiramente. Aos Teus pés deponho todos os meus projetos. Usa-me hoje em Teu serviço. Permanece comigo, e permite que toda a minha obra se faça em Ti.” Esta é uma questão diária. Cada manhã consagrai-vos a Deus para esse dia. Submetei-Lhe todos os vossos planos, para que se executem ou deixem de se executar, conforme o indique a Sua providência. Assim dia a dia podereis entregar às mãos de Deus a vossa vida, e assim ela se moldará mais e mais segundo a vida de Cristo. Caminho a Cristo, págs. 69 e 70.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 125

domingo, 28 de abril de 2019

E a luta continua... – Josué 11

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – Josué 11
Comentários: Pr. Heber Toth Armí


E a luta continua...

É muito bom dedicar tempo para ler, analisar, meditar e aplicar a Palavra de Deus à vida pessoal. Caso Michael Rossane esteja certo ao declarar que, “a leitura é um dos melhores métodos para expandir sua visão, conhecimento e uma melhor compreensão de tudo a sua volta” – quanto mais a leitura diária da Bíblia!

Experimente-a sem moderação! Aprofunde-se intensamente! Leia Josué 11, depois considere o que Francis A. Schaeffer observou:

“Josué 11, do mesmo modo que os capítulos anteriores, insiste na continuidade da lei de Moisés [...]. Essa insistência é importante porque os teólogos liberais tentam inserir uma cunha entre o Pentateuco e o restante da Bíblia. Isso não pode ser feito. O restante da Bíblia, começando com Josué, está em total continuidade com o Pentateuco”.

Após conquistar a parte sul de Canaã, o exército israelita avançou rumo ao norte. Observe o esboço baseado no que foi realizado por Harold L. Willmington:

A CAMPANHA DO NORTE:

1. Os cabeças do movimento de oposição: Rei Jabim com outros reis do norte de Canaã para lutar contra Israel (vs. 1-5);

2. A confirmação: O Senhor garante vitória a Josué (v. 6);

3. A expulsão: Josué devasta completamente todos aqueles reis (vs. 7-9);

4. A devastação: Josué arrasa as cidades inimigas, matando pessoas e levando seus bens (vs. 9-15).

PANORAMA DE TODAS AS CAMPANHAS:

1. Terra inimiga ocupada (vs. 16-23);

2. Líderes inimigos derrotados (Josué 12:1-24 – aguarde detalhes amanhã).

Preste atenção:

• Neste mundo, o povo de Deus vive um grande conflito sem fim; pois, o mal anseia domínio total principalmente no coração dos filhos de Deus.

• Aos que se opõem ao povo de Deus, que insurgem em batalhas organizadas para combater aos servos de Deus... está claro que eles devem preparar-se para a derrota.

• Hoje, o conflito continua; o Apocalipse revela sua intensificação no tempo do fim, mas dá a certeza da vitória àquele que se submete a Deus, como Josué; e, garante derrota a quem O ignora, como os canaanitas.

• Quanto maior a oposição ao povo de Deus, maior o combate; mas, também, maior será a vitória. Isso aponta ao Armagedom vinculado ao retorno de Cristo!

Vamos continuar estudando adequadamente a Palavra de Deus; senão, não venceremos! Vamos à luta?

Que Deus te abençoe! Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

O Bom Combate da Fé

A Fé Pela Qual Eu Vivo
28 de abril
O Bom Combate da Fé


Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas. 1Timóteo 6:12.

O importante conselho dado a Timóteo pelo apóstolo Paulo, a fim de que não deixasse de cumprir o seu dever, deve ser apresentado aos jovens de hoje: “Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza” (1Timóteo 4:12). Os pecados que assediam devem ser combatidos e vencidos. Traços objetáveis de caráter, sejam eles herdados ou cultivados, devem ser enfrentados em separado e comparados com a grande norma da justiça; e, à luz refletida pela Palavra de Deus, devem ser combatidos com firmeza e vencidos no poder de Cristo. “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hebreus 12:14).

Dia a dia, e hora a hora, deve haver um vigoroso processo de abnegação e santificação a operar-se interiormente; e então, no exterior, as obras darão testemunho de que Jesus mora no coração pela fé. A santificação não cerra as entradas da alma ao conhecimento, mas vem expandir a mente, inspirando-a para buscar a verdade como a tesouros escondidos; e o conhecimento da vontade divina promoverá a obra de santificação. Existe um Céu e, oh! quão zelosamente nos devemos esforçar por alcançá-lo! Apelo para os alunos de nossas escolas e colégios, a fim de que creiam em Jesus como seu Salvador. Acreditai que está pronto a vos ajudar por Sua graça, quando a Ele vos chegais em sinceridade. Deveis combater o bom combate da fé. Deveis ser lutadores pela coroa da vida. Esforçai-vos, pois as garras de Satanás se acham sobre vós. Se não vos arrancardes de seu poder, sereis paralisados e arruinados. O inimigo se acha à direita e à esquerda, em vossa frente e por trás de vós; e deveis calcá-lo aos pés. Esforçai-vos, pois há uma coroa a ser alcançada. Fundamentos da Educação Cristã, págs. 136 e 137.

Logo testemunharemos a coroação de nosso Rei! Aqueles cuja vida esteve escondida com Cristo, os que na Terra combateram o bom combate da fé, resplandecerão com a glória do Redentor no reino de Deus. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 434.
Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 124

sábado, 27 de abril de 2019

O caminho da vitória – Josué 13

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – Josué 13
Comentários: Pr. Heber Toth Armí


O caminho da vitória

O caminho da vitória não tem acostamentos, pousadas, parque de diversões – é um constante avançar. Vida espiritual estagnada começa a regredir até chegar à estaca zero.

Embora Josué fosse idoso, e Deus reconhece sua velhice, ele não recebeu aposentadoria para aproveitar o muito que fora conquistado da Terra Prometida; pelo contrário, Deus deu uma cansativa lista de territórios ainda por conquistar (vs. 1-13), além de usar outra lista das conquistas do idoso Moisés como legado para Josué motivar-se e administrar: Distribuir entre as tribos (vs. 14-33).

• Na vida cristã não existe tempo de trabalho e depois calmaria recebendo salário de aposentadoria do Céu.

• Nossa luta aqui no palco do grande conflito é intensa; só descansaremos na morte ou na segunda vinda de Cristo quando formos levados ao Céu.

• Além disso, o líder espiritual administra a vitória para o povo de Deus para que este aproveite com satisfação as bênçãos do Céu enquanto avança.

• Os que se dedicam a Deus integralmente devem considerar como herança ao próprio Deus que é muito mais importante que bens materiais (vs. 14, 33).

• Assim como Deus usou Moisés até o seu último dia de vida (vs. 14-33), e usou Josué em sua velhice (vs. 1-13), Deus quer usar você desde a tua infância até o teu último dia.

O texto também apresenta-nos um alerta: O profeta Balaão no fim da vida rendeu-se aos encantos do mundo, vindo a morrer como adivinho juntamente como todos os feiticeiros, idólatras e politeístas pagãos habitantes dos territórios conquistados pelo povo de Deus (vs. 21-22).

A salvação estava disponível a quem quisesse, como se vê no episódio de Raabe e sua família (Josué 2), assim como a perdição é possibilidade, tentação e opção agradável a todo crente que preferir o caminho de Balaão (Números 22-25; 31:8; Judas 11; II Pedro 2:14-15; Apocalipse 2:14).

Fique atento(a):

1. Na religião verdadeira, o mais importante não é como iniciar, mas como terminar;

2. Avançar, sem nunca esmorecer nos planos divinos é o segredo da permanência na salvação;

3. Seguir as orientações que apontam para Jesus até o último dia da vida neste mundo é garantia do sucesso para entrar na Terra Prometida, a Canaã Celestial.

Afinal, vamos vencer? Então... reavivemo-nos diariamente! “Senhor, fortaleça-nos, capacita-nos! Amém.” /Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz 

O Senhor peleja pelo seu povo– Josué 10

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – Josué 10
Comentários: Pr. Heber Toth Armí


O Senhor peleja pelo seu povo

“O inferno treme quando o cristão medita nas inúmeras bênçãos recebidas no passado; nas incontáveis providências de Deus”, declarou o Dr. Markus DaSilva

Josué foi um homem consagrado, um líder militar submisso ao Príncipe dos Exércitos do Senhor, e, dedicado a fazer avançar os planos divinos neste planeta dominado pelo inimigo do Criador. Por isso, estamos diante de um capítulo sem igual na história do mundo.

Richard S. Hess o intitula: “A vitória sobre o líder de Jerusalém e a aliança do sul de Canaã”. E, Merrill Frederik Unger o divide em três tópicos:

1. Adoni-Zedeque e sua aliança (vs. 1-6);
2. A guerra e o milagre (vs. 7-15);
3. Uma grande vitória e conquistas subsequentes (vs. 16-43).

Num contexto bélico, a ajuda de Deus para Seu povo não poderia ser diferente senão operar maravilhas por meio de guerras. Numa época em que as forças eram meditas pelos exércitos e conquistas, a promessa de Deus a Israel precisou passar pela guerra.

Além da polêmica incompreendida por muitos em relação às muitas guerras no Antigo Testamento, o caso do atraso do sol a pedido de Josué é um assunto muito discutido entre estudiosos. Sobre isso, apenas destaco as palavras de Unger após oferecer algumas linhas interpretativas para o milagre do dia mais longo do mundo:

“A impressionante singularidade do milagre é enfatizado [v. 14], e portanto pode ser considerada enfaticamente inexplicável”.

Aplicações:

• Quem se coloca ao lado de Deus terá suas próprias experiências miraculosas.

• Para Deus não há impossibilidades, qualquer meio utilizado pelo inimigo, Deus o enfrenta e obtém a vitória para Seu povo.

• Tem coisas que Deus faz por, e através de nós, que não adianta a ciência tentar encontrar explicação que só perderá seu tempo.

• Por mais que cinco exércitos se levantem contra o povo de Deus, ou mesmos as hostes satânicas insurjam com seus demônios, a vitória é certa a todo aquele que se submete a Deus.

• Promessa dada por Deus será promessa cumprida, ainda que tudo no mundo físico e espiritual se opõe conspirando para impedir tal cumprimento.

• O plano de salvação avança como e quando Deus quer, mesmo contra todos os incrédulos, opositores ou obstáculos que Deus possa encontrar no caminho.

Por isso, confiemos nas promessas divinas! Reavivemo-nos!

Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

A Fé Vem Pelas Promessas

A Fé Pela Qual Eu Vivo
27 de abril
A Fé Vem Pelas Promessas


De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Deus. Rom. 10:17.

As verdades da Palavra de Deus suprem a grande necessidade prática do homem – a conversão da alma pela fé. Estes grandes princípios não devem ser julgados puros nem santos demais para serem introduzidos na vida diária. São verdades que atingem o Céu e abrangem a eternidade, contudo sua influência vital deve ser entrelaçada com a experiência humana. Devem impregnar todas as coisas importantes e mínimas da vida. Parábolas de Jesus, págs. 100 e 101.

Quão longe estamos de representar o caráter de Cristo! Precisamos, porém, apropriar-nos de Seus méritos pela fé viva, e invocá-Lo como nosso Salvador. Ele morreu no Calvário para nos salvar. Cada um devia fazer disso uma ação individual entre Deus e seu caráter, como se fosse a única pessoa do mundo. Quando exercemos fé pessoal, nosso coração não será frio como uma cunha de ferro; estaremos aptos a compreender o que quis dizer o salmista quando escreveu: “Bem-aventurado aquele… cujo pecado é coberto.” Sal. 32:1. Review and Herald, 12 de março de 1889.

Deus nos convida a verificar por nós mesmos a veracidade de Sua Palavra, a fidelidade de Suas promessas. Ele nos convida: “Provai e vede que o Senhor é bom.” Sal. 34:8. Em lugar de confiar nas palavras de outros, devemos provar por nós mesmos. Ele afirma: “Pedi, e recebereis.” João 16:24. Suas promessas serão cumpridas. Nunca falharam; isso jamais acontecerá. Caminho a Cristo, págs. 111 e 112.

Nosso Salvador quer que mantenhais íntima relação com Ele, para que Ele possa fazer-vos felizes. Quando a bênção de Cristo repousar sobre nós, devemos oferecer ações de graças e louvor ao Seu amado nome. Mas, dizeis: Se tão-somente pudesse saber que Ele é meu Salvador! Bem, que espécie de evidência quereis? Quereis experimentar um sentimento especial ou emoção para saberdes que Ele é vosso Salvador? É isto mais seguro do que a fé pura nas promessas de Deus? Não seria melhor apoderar-vos das santas promessas divinas e aplicá-las a vós mesmos, lançando todas as vossas cargas sobre elas? Isto é fé. Review and Herald, 29 de julho de 1890.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 123

sexta-feira, 26 de abril de 2019

O inimigo camuflado – Josué 9

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – Josué 9
Comentários: Pr. Heber Toth Armí


O inimigo camuflado

Você deve tomar muito cuidado se não quer ser enganado(a). O engano sempre vem disfarçado, visando tornar-nos derrotados. Neste texto “Josué fez aliança com o inimigo pensando estar tomando uma decisão sábia. A situação parecia tão óbvia que ele nem chegou a consultar a Deus” (Hernandes Dias Lopes).

Nossas habilidades e capacidades podem ser ludibriadas devido a nossas limitações; portanto, precisamos sempre consultar a Deus ainda que a situação pareça fácil ser controlada. Hernandes observa que “o inimigo disfarçado foi mais poderoso do que os inimigos que empunharam armas de guerra (Js 9.1,2). O inimigo camuflado prevaleceu”, o declarado não!

As notícias das vitórias de Israel sobre Jericó e Ai percorreram todo o território cananita, como Deus planejara; contudo, ao invés de conversões, houve endurecimento dos corações. Os gibionitas, movidos por medo, reconhecendo que logo poderiam ser destruídos, elaboraram uma estratégia de engano.

Utilizando-se de sandálias velhas e remendadas, roupas gastas e rasgadas, odres de vinho velho e quebrados e, pão seco e bolorento, sugeriram assim estarem vindo de uma terra longínqua. Segue a sequencia:

1. Israel foi enganado e fez aliança com os gibionitas;
2. Três dias após a aliança feita, tudo foi descoberto;
3. Israel desejou destruí-los;
4. Os príncipes de Israel optaram por honrar o compromisso feito;
5. Os gibionitas tornaram-se servos de todo o Israel para...

• ...rachar lenha, e,
• ...tirar água.

Reparando a loucura: “Josué e os príncipes agiram [agora] com sabedoria ao honrar a aliança, mesmo sabendo que foram enganados. Mais tarde, Saul tentou acabar com os gibionitas, e foi punido por isso (2Sm 21)” (William MacDonald).

REFLITA:

1. Não confies em tua capacidade de análise e julgamento, por mais fáceis que sejam as propostas, elas podem conduzir-te a situações complexas e problemáticas.

2. Tuas decisões jamais deveriam ser tomadas sem antes consultar ao Deus que sabe todas as coisas e conhece cada situação. Ainda que determinado caso pareça obvio, ele pode ser isca do inimigo tentando enfraquecer tua vida e tua fé, objetivando levar-te ao fracasso físico e espiritual.

3. Após cometer erros e dar tua palavra, cumpra ainda que corras risco. A mentira gera consequências duráveis, como aconteceu aos gibionitas.

Cuidemos para que não sejamos engando, nem enganadores. Submetamo-nos inteira e constantemente a Deus. Reavivemo-nos!

Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Que é Fé?

A Fé Pela Qual Eu Vivo
26 de abril
Que é Fé?


Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não vêem. Heb. 11:1.
Ao exercício da fé não é essencial que os sentimentos conduzam a um alto grau de emoção; tampouco é necessário, para sermos ouvidos por Deus, que nossas petições sejam ruidosas ou expressas com movimentos físicos.

É verdade que Satanás com freqüência cria no coração do suplicante, conflitos de dúvida e tentação de modo que altos brados e lágrimas saem dele involuntariamente; e também é verdade que o senso de culpa do penitente é às vezes tão profundo que o arrependimento normal lhe causa uma agonia tal que encontra desabafo em gritar e gemer, supondo que o compassivo Salvador o ouve com piedade. Jesus, porém, jamais deixa de responder a silenciosa oração da fé. Aquele que simplesmente aceita a Deus em Sua Palavra, e anseia ligar-se ao Salvador; receberá Sua bênção como recompensa. Signs of the Times, 31 de maio de 1877.

Fé não é sentimento. … A verdadeira fé não se acha de maneira alguma aliada à presunção. Somente aquele que tem a verdadeira fé, está seguro contra a presunção, pois esta é a falsa fé de Satanás.

A fé reivindica as promessas de Deus, e produz frutos de obediência. A presunção também reivindica as promessas, mas delas se serve, como fez Satanás, para desculpar a transgressão. A fé teria levado nossos primeiros pais a confiar no amor de Deus, e a obedecer aos Seus mandamentos. A presunção os induziu a transgredir Sua lei, acreditando que Seu grande amor os haveria de salvar das conseqüências do pecado. Não é fé o que roga o favor do Céu sem cumprir as condições sob as quais é assegurada a misericórdia. A fé genuína tem seu fundamento nas promessas e medidas das Escrituras. Obreiros Evangélicos, pág. 260.

Viver pela fé significa pôr de lado os sentimentos e os desejos egoístas, andar humildemente com o Senhor, apoderar-se de Suas promessas e aplicá-las a todas as ocasiões, crendo que Deus executará Seus planos e propósitos em nosso coração e vida. Fundamentos da Educação Cristã, págs. 341 e 342.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 122

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Deus te surpreenderá-Josué 8

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – Josué 8
Comentários: Pr. Heber Toth Armí


Deus te surpreenderá

Examino este capítulo e imagino Deus dizendo: “Não era para ser assim!”. Tem capítulos de nossa vida que seriam diferentes se não fosse o pecado, nosso ou dos outros. Contudo, Deus toma nossa vida a partir de nossos fracassos e a conduz ao sucesso.

Se, ao menos permitirmos Deus operar em nosso fracasso, em nossas derrotas, a partir de nossos erros, certamente Ele não pisará em nós, mas nos conduzirá à vitória. Essa verdade deveria ser um alívio para...

• Pais que erraram na educação dos filhos;
• Parentes que tiveram algum desentendimento;
• Cônjuge que cometeu erros em relação ao casamento;
• Filhos rejeitados, não planejados, órfãos...
• Qualquer pessoa que arruinou sua vida ou a do próximo com sua conduta pervertida...

Dos destroços de nossa vida, Deus nos reconstrói. Das tragédias, Deus nos restaura. Aqui o povo deveria agir como quando fora derrotado; Deus orienta-o a fingir que estava fugindo como na primeira tentativa para conquistar a cidade de Ai. Ao fugir, outro grupo invadiria por trás e entraria na cidade. O que de fato, deu certo.

Quando observo o relato da destruição de Jericó, imagino que os planos de Deus para conquistar Ai eram diferentes. Contudo, Deus desce onde estamos com medo para nos erguer. Deus é estrategista, Ele é sábio demais; Ele acerta até a partir de nossos erros, e vence a partir de nossas derrotas –, claro, se entregarmo-nos a Ele dispostos a obedecê-lO!

Sobre este capítulo Gene Getz oferece-nos estes princípios de vida:

1. Deus jamais abandona Seus filhos, não importa o quanto estes O tenham abandonado;

2. Deus pega os erros dos Seus filhos e usa-os para alcançar resultados positivos;

3. Deus nos dá liberdade para desenvolvermos um plano estratégico, mas este deve sempre estar em harmonia com Suas diretrizes e princípios básicos.

Deus age em nossa vida para que nossa atitude seja testemunhar dEle. Nossas vitórias são de Deus através de nós e, devemos deixar isso muito bem esclarecido. “O altar de pedras com a lei lavrada em cima representa um testemunho do verdadeiro Deus para todos os que ali passassem” (Richard M. Davidson).

Entregue teu sucesso ou mesmo teu fracasso para Deus. Ele te surpreenderá com o resultado. Mas, não se esqueça de testemunhar dEle!

“Senhor, reaviva-nos... restaura-nos...” Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Alegria e Paz no Espírito Santo

A Fé Pela Qual Eu Vivo
25 de abril
Alegria e Paz no Espírito Santo


Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo. Rom. 14:17.

As promessas são: “E vos darei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo.” Ezeq. 36:26. Esta provisão nos é feita mediante o mérito da justiça de Cristo; “e o efeito da justiça será paz, e a operação da justiça repouso e segurança para sempre.” Isa. 32:17. Aqueles que experimentarem a operação mencionada nessas palavras sentirão que a inquietação e a insegurança serão eliminadas e em Cristo encontrarão repouso para seu espírito. Seu mérito, Sua justiça são creditados na vida do crente, e o cristão desfruta paz interior e alegria no Espírito Santo. The Youth’s Instructor, 18 de maio de 1893.

O Senhor deseja ver felizes todos os Seus filhos, em paz e obediência. …

A felicidade que se busca por motivos egoístas, fora do caminho do dever, é volúvel, caprichosa e transitória; dissipa-se, deixando n’alma uma sensação de isolamento e pesar; no serviço de Deus, porém, há satisfação e alegria. O cristão não tem de andar por veredas incertas; não é abandonado a vãos desgostos e decepções. Ainda que não nos sejam dados os prazeres desta vida, podemos, não obstante, sentir-nos felizes por esperar a vida por vir.

Mas mesmo aqui podem os cristãos fruir a alegria da comunhão com Cristo; é-lhes dado possuir a luz do Seu amor, o perpétuo conforto de Sua presença. Cada passo da vida nos pode levar mais perto de Jesus, pode-nos trazer uma mais profunda experiência de Seu amor, conduzindo-nos um passo mais próximo do bendito lar de paz. Caminho a Cristo, págs. 124 e 125.

Em crer há paz e alegria no Espírito Santo. O crer traz paz, e a confiança em Deus traz alegria. Crede, crede! diz meu coração, crede. Descansai em Deus. Ele pode guardar aquilo que Lhe confiastes. Ele vos fará mais do que vencedores por Aquele que vos amou. Testimonies, vol. 2, págs. 319 e 320.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 121

quarta-feira, 24 de abril de 2019

O pecado é abrangente – Josué 7

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – Josué 7
Comentários: Pr. Heber Toth Armí


O pecado é abrangente

Ao experimentar qualquer tipo de derrota é importante buscar a razão na raiz do problema. A pior desgraça é ignorar que seus interesses pecaminosos são a causa de várias frustrações. O maior problema humano é negligenciar a solução no lugar certo.

As crises nas cidades, estados e países, nas empresas, famílias e igrejas devem-se aos pecados que cometemos. Como tudo seria diferente se fôssemos mais amantes das coisas espirituais do que das coisas carnais!

O pecado é abrangente, quem o comente prejudica a outros. Isso é evidente neste capítulo. Veja o esboço feito por David M. Howard, Jr.

1. O pecado (v. 1);
2. A derrota (vs. 2-5);
3. Lamento de Josué (vs. 6-9);
4. Instruções do Senhor (vs. 10-15);
5. Descoberta e consequência (vs. 16-26).

O pecado é pior que veneno de serpente peçonhenta, contudo, o preferimos mais que sorvete. Ele é destrutivo, mas nós o apreciamos mais que qualquer aperitivo. Se todos nós o considerássemos como ele realmente merece, nós o odiaríamos, desprezaríamos e fugiríamos dele.

Se “mentira tem pernas curtas”, o que dirá de roubo, adultério e assassinato? Se esconder em casa objetos de pessoas mortas causa o fracasso de uma nação inteira, o que dirá dos muitos pecados que cometemos? Isso explica nossa situação pessoal, familiar, social e politica...

Quem peca...

• ...revela não importar-se com Deus, nem com os outros e nem consigo mesmo;
• ...demonstra desejo diabólico de destruir sua família, sua igreja e sua nação;
• ...desobedece a Deus;
• ...rebela-se contra a vida!

Nunca subestime o poder do pecado! O que parece esperteza, leva-nos a um beco sem saída.

Ao Acã reconhecer seu pecado, não houve arrependimento. Seu ato foi devido a não ter como esconder mais seu erro. Nem toda confissão gera salvação, apenas confirma que Deus não erra.

Acã revela-nos que:

• Não adianta estar entre o povo de Deus servindo a si mesmo;
• De nada vale confiar em si mesmo para obter recursos;
• Pecado não é um ato que prejudica apenas quem o comete;
• Pecar é rebelar-se contra Deus;
• Destruímos a nós mesmos, nossa família e nossa igreja quando pecamos;
• A causa de nossas derrotas são nossas falhas de caráter;
• Sem dependência de Deus não há como vencer.

REFLITA: Essa história foi inspirada para alertar-nos!

Reavivemo-nos! Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

A Escada da Perfeição

A Fé Pela Qual Eu Vivo
24 de abril
A Escada da Perfeição


Visto como o Seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento dAquele que nos chamou por Sua glória e virtude. II Ped. 1:3.
Jesus é a escada para o Céu, … e Deus de cima nos convida a subir por ela. Não podemos, porém, fazê-lo enquanto nos embaraçamos com a carga dos tesouros terrenos. Enganamo-nos a nós mesmos quando colocamos as conveniências e vantagens pessoais acima das coisas de Deus. Não há salvação em possessões terrenas e coisas semelhantes. O homem não é exaltado à vista de Deus, ou por Ele reputado como bom, pelo fato de possuir riquezas terrenas. Se obtivermos uma experiência genuína na ascensão, deixaremos atrás todo o obstáculo. Aqueles que sobem devem pisar com firmeza a cada degrau da escada. SDA Bible Commentary, vol. 1, pág. 1.091.

Somos salvos por subir, degrau por degrau, a escada, olhando para Cristo, apegando-nos a Cristo, avançando passo a passo as alturas de Cristo, de modo que Ele produza em nós sabedoria, justiça, santificação e redenção. Fé, virtude, ciência, temperança, paciência, piedade, amor fraternal e caridade são os degraus dessa escada. Testimonies, vol. 6, pág. 147.

Necessita-se de coragem, fortaleza, fé e confiança implícita no poder divino para salvar. Essas graças celestiais não se alcançam num momento; são adquiridas pela experiência de anos. No entanto, todo pesquisador sincero e fervoroso se tornará participante da natureza divina. Seu espírito se encherá da intensa esperança de conhecer a plenitude daquele amor que ultrapassa o entendimento. À medida que avança na vida cristã, torna-se mais apto a compreender as verdades elevadas e enobrecedoras da Palavra de Deus até que, pela contemplação, se transforma e se capacita a refletir a semelhança de seu Redentor.

Filho de Deus, anjos estão observando o caráter que desenvolveis. Estão pesando vossas palavras e atos; portanto tomai cuidado com a vossa conduta, examinai intimamente vosso coração e verificai se estais no amor de Deus. The Southern Watchman, 25 de setembro de 1906.

A genuína santificação consiste em amar a Deus supremamente e ao próximo como a nós mesmos. Signs of the Times, 24 de fevereiro de 1890.
Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 120

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis