Translate

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Elias– 1 Reis 17

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – 1 Reis 17
Comentário: Pr.  Heber Toth Armí 

Elias

De repente ele aparece. Do nada entra no palácio do pomposo rei. Da terra de ninguém, desconhecido, com vestes simples, sem saudar ou dar honras, olha firmemente ao rei e emite retumbantes palavras:

“Assim como vive o Eterno, o Deus de Israel, a quem sirvo, nos próximos anos haverá uma severa seca no país. Não cairá uma gota de orvalho ou uma gota de chuva enquanto eu não ordenar”.

Tá doido! Quem é esse maluco? – Muitos da corte devem ter questionado ao olharem para Elias já de saída, com postura anunciando que sua missão estava cumprida, a sentença dada, e, agora é só ver pra crer...

Neste ano li dois livros extraídos da biografia de Elias:

• Elias: Um modelo de coragem e fé, do professor de teologia Gene Getz, com 216 páginas.

• Elias: Um homem de heroísmo e humildade, de Charles R. Swindoll, pastor e presidente do Seminário Teológico de Dallas, com 201 páginas.

Muitos livros foram escritos sobre esse homem que impactou o reino de Acabe e da rainha Jezabel. Muitas coisas poderiam ser ditas sobre o capítulo em questão; contudo, destacaremos apenas alguns pontos:

• O Deus vivo e verdadeiro é soberano sobre todos os homens, sobre todos os deuses e sobre todas as hostes demoníacas que intentam solapar Seu povo.

• O Deus da Bíblia é o Criador do Céu e da Terra, portanto, Ele pode controlar os fenômenos da natureza tão facilmente como criou as inúmeras leis naturais.

• O Deus de Elias faz parar a chuva quando quer (v. 1), sustenta Seus servos como quiser em épocas de crises (vs. 2-7), multiplica azeite e farinha inexplicavelmente até para pessoas pagãs, idólatras (vs. 8-16) e ainda ressuscita mortos em territórios totalmente pagãos (vs. 17-24).

• A razão de Deus racionar a chuva e agir bondosa e miraculosamente com a viúva de Sarepta é atrair tanto Seu povo como pagãos à verdadeira adoração a Ele, o único Deus verdadeiro.

• Acabe de Israel e Jezabel da Fenícia instituíram cultos a Baal entre o povo de Deus, erradicando assim o testemunho do verdadeiro Deus às nações; Deus, então, entra em cena e revela Sua existência e caráter.

• Deus entra para vencer!

Deus quer impactar o mundo e quer usar-nos como fez com Elias! Permitiremos? Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Amizade com Amigos de Cristo

A Fé Pela Qual Eu Vivo
16 de agosto 
Amizade com Amigos de Cristo

Companheiro sou de todos os que te Temem e dos que guardam os Teus preceitos. Sal. 119:63.

É natural buscar companheirismo. Todos encontrarão companheiros ou os farão. E exatamente na medida da força da amizade, será o grau de influência exercida pelos amigos uns nos outros, para bem ou para mal. Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 585.

Os jovens que se votam ao convívio um do outro, podem tornar o mesmo uma bênção ou maldição. Podem edificar, fortalecer, beneficiar um ao outro, aperfeiçoando-se na conduta, na disposição, no conhecimento; ou, permitindo-se atitudes descuidadas e infiéis, exercer unicamente uma influência desmoralizadora. Mensagens aos Jovens, págs. 454 e 455.

É levando os seguidores de Cristo a associar-se com os ímpios e unir-se às suas diversões que Satanás é mais bem-sucedido ao induzi-los ao pecado. … Os seguidores de Cristo devem separar-se dos pecadores, procurando sua companhia apenas quando há oportunidade de fazer-lhes bem. Nunca seríamos demasiado decididos em evitar a companhia daqueles que exercem influência para desviar-nos de Deus. Ao mesmo tempo em que oramos: “Não nos deixes cair em tentação” (Mat. 6:13), devemos excluir a tentação tanto quanto possível. Patriarcas e Profetas, págs. 458 e 459.

Pela escolha de maus companheiros, muitos têm sido passo a passo desviados do caminho da virtude aos abismos da desobediência e do desregramento em que, outrora, haveriam julgado impossível imergir. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 224.

Podemos recusar ser corrompidos, colocando-nos onde as más companhias não pervertam nosso coração. Individualmente devem os jovens procurar unir-se aos que, com passos seguros, estejam trabalhando em direção ascendente. Mensagens aos Jovens, pág. 423.

Melhor do que a companhia do mundo é a dos redimidos de Cristo. Parábolas de Jesus, pág. 374.

O calor da verdadeira amizade, o amor que liga coração a coração, é um antegozo das alegrias do Céu. A Ciência do Bom Viver, pág. 360.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959– Pág. 234

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Sincretismo Religioso

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 
Leitura Bíblica – 1 Reis 16
Comentário: Pr. Heber Toth Armí 

Sincretismo Religioso

Satanás lutou pelo trono divino; mas, perdeu tudo, inclusive seu espaço no Céu. Agora quer os tronos dos homens. Pior ainda é que ele penetrou nos tronos dos reinos de Israel através de muitos de seus reis, os quais deveriam ter sido grandes e piedosos homens de Deus.

Sobre o capítulo em foco, temos os seguintes tópicos:

• Profecia de Jeú contra Baasa, por andar nos caminhos perversos de Jeroboão, e por ter-lhe destruído (vs. 1-4);
• Morte de Baasa (vs. 5-7);
• Reinado do devasso e bêbado Elá, filho de Baasa (vs. 8-14);
• Golpe de estado e morte de Zimri; morreu queimado por si mesmo num castelo (vs. 15-20);
• Reinado de Onri, o qual fundou Samaria, mas pecou mais que seus antecessores (vs. 21-28);
• Ascensão de Acabe com sua esposa que era a maldade em pessoa (vs. 29-34).

Diz Paul R. House que “à medida que 1 e 2 Reis se desenrola, o sincretismo de Jeroboão é constantemente relacionado, de uma forma quase irremediável, como uma condenação canônica do afastamento da fé pactual por parte de reis posteriores (v. 1Rs 25.34; 16:2,3,7,19,26,31,52; 2Rs 3.3; 9.9). Essa aberrante prática religiosa nacional leva Israel à destruição final pela Assíria, de acordo com 2Reis 17.19-23)”.

Deus intentou ardentemente salvar Israel desse sincretismo religioso. Por andar nos caminhos de Jeroboão e induzir Israel à prostituição religiosa, Baasa recebeu a visita do profeta, o qual profetizou exterminação a toda Sua família.

Injustos executaram justiça. Contudo, os executores da justiça divina e das profecias não ficaram livres de culpa. Suas corrupções foram contabilizadas como pecados perante Deus. Ainda que Baasa cumprisse a profecia de Abias, sua ambição e assassinato fez com que Zimri cumprisse a profecia de Jeú contra ele.

• A coisa estava piorando, a espiritualidade de Israel estava despencando rapidamente.
• E nossa sociedade, como está? E, a espiritualidade de nossa igreja, está boa?
• O que falta para nosso mundo, país, cidade e igreja?
• O que vais fazer para promover o reino de Deus?

Amigo(a) não confie na razão, nem nos sentimentos ou nas fortes paixões, os tais promovem injustiças, corrução. Como bem declarou Blaise Pascal, “o coração tem razões que a razão desconhece”. Portanto, nossa razão deve ser regida pela justiça divina para dominar sentimentos e desejos corrompidos...

Reavivemo-nos! Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

“Vinde à Parte, e Descansai”

A Fé Pela Qual Eu Vivo

15 de agosto  
“Vinde à Parte, e Descansai”

E Ele disse-lhes: Vinde vós, aqui à parte, a um lugar deserto, e repousai um pouco. Porque havia muitos que iam, e vinham, e não tinham tempo para comer. Mar. 6:31.


Jesus… não acentuou para os discípulos a necessidade de incessante labuta. … “Vinde vós, aqui à parte,… e repousai um pouco”, diz aos que se acham fatigados e esgotados. Não é sábio estar sempre sob a tensão do trabalho e da agitação; … pois por essa maneira é negligenciada a piedade pessoal, ao mesmo tempo que se sobrecarregam as energias mentais, espirituais e físicas. O Desejado de Todas as Nações, págs. 361 e 362.


É preciso revelar cuidado no que respeita à regularidade das horas de sono e de trabalho. Precisamos ter períodos de descanso, de recreação e de meditação. O Lar Adventista, pág. 494.


Há espécies de recreação altamente benéficas tanto para o corpo como para o espírito. … Recreação ao ar livre, contemplação das obras de Deus na natureza, produzirão os mais elevados benefícios. Testimonies, vol. 4, pág. 653.


Contribui para nossa saúde e felicidade o sair de casa, e ficar ao ar livre o maior tempo possível. … Devemos ter a mente interessada em todas as coisas gloriosas com que Deus nos proveu com Suas mãos generosas. E, meditando nestas ricas provas de Seu amor e cuidado, podemos esquecer as enfermidades, ser animados e ter no coração um cântico para Deus. Review and Herald, 25 de julho de 1871.


Ar puro, luz solar, abstinência, repouso, exercício, regime conveniente, uso de água e confiança no poder divino – eis os verdadeiros remédios. … A natureza, não sendo estorvada, faz seu trabalho sabiamente e bem. Aqueles que perseveram na obediência a suas leis, ganharão em saúde de corpo e de alma. A Ciência do Bom Viver, pág. 127.


Jesus… encontrava recreação entre as cenas da natureza. … As horas de maior felicidade para Ele eram aquelas em que Se podia afastar do cenário de Seus labores e ir para o campo a meditar nos quietos vales, a entreter comunhão com Deus na encosta da montanha, ou entre as árvores da floresta. A Ciência do Bom Viver, pág. 52.


Podemos aprender lições que tornarão nossos momentos de recreação o que este nome implica: momentos de verdadeira construção de corpo, espírito e alma. Educação, pág. 211.


Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959– Pág. 233

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Reinos e Reis – 1 Reis 15

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – 1 Reis 15
Comentário: Pr. Heber Toth Armí

Reinos e Reis

O mal parece sempre sufocar ao bem. Os princípios divinos parecem ser solapados pela corrupção religiosa. Deus parece não ter muito espaço no coração humano. Satanás parece dominar o povo de Deus.

Considerando a divisão Israel e Judá, observe: O reino...

• ...do Norte, Israel, teve 20 reis; todos foram maus, exceto Jeú que foi bom e depois mau.

• ...do Sul, Judá, teve 19 reis e 1 rainha; 12 foram maus, 4 foram bons e maus, e, 4 bons.

Da monarquia israelita, a maioria foi má. O império do povo de Deus foi governado mais por maus do que por bons. “Se não fosse pela mão dominadora de um Deus soberano, a nação israelita jamais teria cumprido o chamado do Senhor de dar testemunho do único e verdadeiro Deus vivo, de redigir as Escrituras e de trazer ao mundo o Salvador” (Warren W. Wiersbe).

Neste capítulo há breves relatos de 4 reis, dois de cada lado:

• Abias e Asa, de Judá (vs. 1-24);
• Nadabe e Baasa, de Israel (vs. 25-34).

Destes, apenas Asa foi bom, os outros não. 3 x 1 para o mau. Consequentemente, quando alguém do bem assume, precisa limpar a sujeira dos antepassados corruptos, quando poderia estar fazendo o bem proliferar.

A única coisa boa que Abias tinha era que descendia de Davi, pois trilhou pelos pecados de seu pai e seu coração foi imperfeito perante o Senhor; mesmo assim, a misericórdia divina estendeu-se a ele por causa de Davi. Os reis do Norte fizeram coisas piores; registra-se assassinato, usurpação, irritação a Deus, etc.

Asa foi ousado! Além de agir contrariamente dos maus, arrancou os prostitutos-cultuais, corajosamente destruiu todos os ídolos, e, destemidamente tirou sua avó Maaca do cargo de rainha por ter ela construído um altar vergonhoso à deusa da prostituição... Mas, infelizmente, Asa não deu conta de tudo!

Por seu ousado intuito de promover reavivar e reformar, Asa foi abençoado num reinado pacífico e próspero de 41 anos, contrastando com Abias que reinou 3 anos, Nadabe 2, e Baasa 24.

• Vale a pena servir destemidamente ao Senhor!

• Deus tem meios de fazer o bem prevalecer em meio ao mal!

• Ainda que o mal pareça prevalecer, Deus está cuidando para que em breve o bem vença!

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Bênção nas Atividades Físicas

A Fé Pela Qual Eu Vivo

14 de agosto  
Bênção nas Atividades Físicas

E tomou o Senhor Deus o homem e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar. Gên. 2:15.

Umas das primeiras leis do ser humano é a da atividade. Todo órgão do corpo tem sua função determinada, de cujo desenvolvimento depende sua resistência. A atividade normal de todos os órgãos produz vigor e vida; a inatividade produz decadência e morte. The Youth’s Instructor, 27 de fevereiro de 1902.

Aos moradores do Éden foi confiado o cuidado do jardim, “para o lavrar e o guardar”. … Deus indicou o trabalho como uma bênção para o homem, a fim de ocupar-lhe o espírito, fortalecer o corpo e desenvolver as faculdades. Na atividade mental e física Adão encontrava um dos mais elevados prazeres de sua santa existência. Patriarcas e Profetas, pág. 50.

Um exercício proporcionado, dos vários órgãos e faculdades do corpo, é essencial ao melhor trabalho de cada um. Quando o cérebro está continuamente sobrecarregado, enquanto os outros órgãos são deixados inativos, há perda de força física e mental. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 295.

Aqueles cujos hábitos são sedentários devem, quando o tempo permitir, fazer exercício ao ar livre todos os dias, de verão e de inverno. Caminhar é preferível a andar a cavalo ou de carro, pois movimenta mais músculos. Os pulmões são forçados a uma ação benéfica, uma vez que é impossível andar em passo rápido sem os dilatar. …

Plena e profunda inspiração de ar puro, que encha os pulmões de oxigênio, purifica o sangue. Isso comunica ao mesmo uma cor viva, enviando-o, qual corrente vitalizadora, a todas as partes do corpo. Uma boa respiração acalma os nervos, estimula o apetite e melhora a digestão, o que conduz a um sono profundo e restaurador. A Ciência do Bom Viver, págs. 240 e 272.

Jesus era trabalhador fervoroso e constante. Jamais existiu entre os homens alguém tão carregado de responsabilidades. … Todavia, teve uma vida saudável. Física bem como espiritualmente, Ele era representado pelo cordeiro sacrifical, “imaculado e incontaminado”. I Ped. 1:19. No corpo e na alma, era um exemplo do que Deus designava que fosse toda a humanidade por meio da obediência a Suas leis. A Ciência do Bom Viver, pág. 51.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959– Pág. 232

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Lições de Vida – 1 Reis 14

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 
Leitura Bíblica – 1 Reis 14
Comentário: Pr.  Heber Toth Armí

Lições de Vida


Entregue-se a Deus e a Sua Palavra agora mesmo e te surpreenderás com o resultado. Arrogância e negligência perante Deus te fará decepcionar com as consequências.

Israel foi divido em dois reinos devido à desobediência, orgulho e independência de Deus. A fim de ampliar tua visão da situação, observe:

• Após a ousada rejeição à orientação divina no capítulo anterior, Jeroboão, ignorando arrepender-se dos pecados apegou-se ainda mais a eles; assim, o capítulo em questão inicia com “a mão disciplinadora do juízo de Deus [descendo] sobre o filho do rei, seu bem mais precioso” (Merril F. Unger).

• Sendo filho de Salomão, o homem mais sábio do mundo, Roboão “foi um néscio ao provocar a cisão das dez tribos. E exibiu mais insensatez no seu reinado de dezessete anos, fazendo Israel despencar da glória que havia desfrutado”, destaca Unger baseando-se nos versículos 21-31.

Agora, atentamente reflita nestas lições de vida...

• Pior cego é quem não quer ver, ignorando a verdade, como fez o rei Jeroboão. Por outro lado, quem tem o Espírito Santo regendo Sua vida, tem discernimento espiritual mesmo cego, como o idoso profeta Aías diante do disfarce da mulher do rei intentando enganá-lo (vs. 1-4).

• Neste mundo, os bons e inocentes como crianças (v. 13), pagam pelos pecados dos outros (vs. 5-20). Só entendemos o que é injustiça quando o mal ataca o bem; quando o culpado causa sofrimento a inocentes; e, quando tragédias do pecado dos culpados atingem quem nada fez para merecê-las. Foi assim desde o assassinato do justo Abel pelas mãos de Caim, o irmão ímpio. Contudo, a maior injustiça se deu com Jesus que, sendo amoroso, bondoso e misericordioso, foi crucificado injustamente por ímpios perversos.

• Deus permite vermos injustiças para que anelemos Sua justiça. Embora rivais, Jeroboão e Roboão eram fregueses do diabo, usufruindo dos mesmos pecados; portanto, ambos sofreram a mesma sorte provocada pelo pecado, permitido pelo Rei dos reis (vs. 21-31).

• O antigo povo de Deus deveria ter influenciado o mundo, não ser influenciado pelos seus pecados. Hoje também, no século XXI cada súdito de Deus deve impactar a sociedade com a realidade e princípios do reino eterno, o qual deve ser alvo de vida e oração (Mateus 6:10, 33).

“Senhor, venha Teu reino” – Heber Toth Armí.

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Condescendências Prejudiciais

A Fé Pela Qual Eu Vivo

13 de agosto 
Condescendências Prejudiciais

Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma. I Ped. 2:11.

A Palavra de Deus adverte-nos claramente de que, a menos que nos abstenhamos das concupiscências carnais, a natureza física será levada a conflito com a espiritual. A concupiscência no comer luta contra a saúde e a paz. Assim é estabelecida uma guerra entre os atributos mais elevados do homem e os inferiores. As propensões subalternas, fortes e ativas, oprimem a alma. Os mais altos interesses do ser são postos em perigo por essa condescendência com apetites não sancionados pelo Céu. Conselhos Sobre Saúde, pág. 576.

A saúde, o caráter e a própria vida são postos em perigo pelo uso de estimulantes que incitam as exaustas energias a uma ação antinatural, espasmódica. A Ciência do Bom Viver, pág. 335.

Os condimentos são prejudiciais em sua natureza. A mostarda, a pimenta, as especiarias, os picles e coisas semelhantes irritam o estômago e tornam o sangue febril e impuro. …

Chá e café não nutrem o organismo. … O uso continuado desses irritantes nervosos é seguido de dores de cabeça, insônia, palpitação, indigestão, tremores e muitos outros males, pois eles gastam a força vital. …

O fumo é um veneno lento, perigoso, por demais maligno. Seja qual for a forma de utilização, atua na constituição; é o mais perigoso, porque seu efeito é lento, e a princípio por assim dizer imperceptível. … Seu uso estimula a sede de bebidas fortes, lançando em muitos casos a base para o hábito das bebidas alcoólicas. A Ciência do Bom Viver, págs. 325-328.

Quanto ao chá, ao café, fumo e bebidas alcoólicas, a única atitude segura é não tocar, não provar, não manusear. A Ciência do Bom Viver, pág. 335.

A verdadeira temperança nos ensina a dispensar inteiramente todas as coisas nocivas, e usar prudentemente aquilo que é saudável. Patriarcas e Profetas, pág. 562.

O Espírito de Deus não pode vir em nosso auxílio, e ajudar-nos no aperfeiçoamento do caráter cristão, enquanto estivermos condescendendo com nossos apetites com prejuízo da saúde. Temperança, pág. 19.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959– Pág. 231

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Cuidado– 1 Reis 13

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica – 1 Reis 13
Comentário: Pr.  Heber Toth Armí

Cuidado


Ler a Bíblia sem aplicar Seus princípios a tua vida apenas enche teu cérebro de informação, mas não causa genuína transformação. Infelizmente, muitos vivem equivocadamente a religião verdadeira. Andam enganados, enganando outros...


O relato inspirado oferece-no os seguintes pontos:


1. Um profeta, homem de Deus, clamou contra o altar, por ordem do Senhor, perante Jeroboão. Ao ouvir a predição, o rei enojando-se da Palavra de Deus exigiu prendê-lo; consequentemente, sua mão estendida indicando a prisão do homem de Deus atrofiou instantaneamente, o altar rachou, derramando cinzas; sinalizando, assim, a veracidade da profecia rejeitada (vs. 1-5).


2. O rei, após tudo isso, pediu ao profeta duas coisas: Ir a sua casa para comer, e, a restauração da sua mão. O profeta orou e, a mão ficou sã, mas alegou não poder alimentar-se nem beber ali. Tal restrição “destinava-se a mostrar que a terra era impura” diz H. L. Ellison (vs. 6-10).


3. Outro profeta, já velho, ao saber do ocorrido, foi ao encontro do enviado de Deus e usou de persuasão visando enganar ao novato. Por qual razão? Ellison alega que “é improfícua qualquer especulação sobre a razão por que o profeta de Betel mentiu ao profeta de Judá”. Por ter desobedecido, um leão matou o homem de Deus (vs. 11-32).


4. Jeroboão rejeitou a voz profética, por isso encheu sua vida e sua casa de pecados; tornando-se, assim, péssima influência ao povo de Deus, e alvo do juízo divino (vs. 33-34).


Aprendamos a tomar cuidado, pois até profeta de Deus pode ser enganado. Ellen G. White comenta que o profeta novato se permitiu “ser persuadido por alguém que alegava ter uma mensagem do Céu”.


• CUIDADO com proclamadores de evangelhos; muitos são charlatães, enganadores. Por isso, o apóstolo Paulo adverte: “Se alguém, mesmo que sejamos nós [apóstolos] ou um anjo do céu, anunciar a vocês um evangelho diferente daquele que temos anunciado, que seja amaldiçoado” (Gálatas 1:8, NBLH).


• CUIDADO: Pregações ou orientações falsas podem vir em nome de Deus, porém, certamente terá sido assinada pelo maioral das forças infernais.


• CUIDADO: Profetas podem desobedecer ou enganar, tanto quanto qualquer outro líder religioso.


Portanto, além de conhecer muito bem a Bíblia, mantenha ininterrupta relação de dependência de Deus para que ninguém te iluda. Vigie!  Heber Toth Armí /


@palavraeficaz

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Comer Para Ter Saúde e Felicidade

A Fé Pela Qual Eu Vivo

12 de agosto 
Comer Para Ter Saúde e Felicidade

Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus. I Cor. 10:31.

Eis o princípio que consiste na origem de cada ato, pensamento e motivo; a consagração de todo o ser, tanto físico como mental, deve estar sob o controle do Espírito de Deus. Cartas a Jovens Namorados, pág. 51.

Mesmo o ato natural de comer ou beber, deve ser feito… “para a glória de Deus”. I Cor. 10:31. Conselhos Sobre o Regime Alimentar, pág. 56.

Se a condescendência com o apetite era tão forte sobre a humanidade que, para subjugar-lhe o poder, foi exigido do divino Filho de Deus que jejuasse por cerca de seis semanas, em favor do homem, que obra se acha diante do cristão a fim de ele poder vencer como Cristo venceu! A força da tentação para satisfazer o apetite pervertido só pode ser avaliada em face da inexprimível agonia de Cristo naquele prolongado jejum no deserto. Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 415.

Como nossos primeiros pais perderam o Éden em conseqüência do apetite, nossa única esperança de o reconquistar é por meio da firme negação do apetite Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 421.

Deus forneceu ao homem abundantes meios para a satisfação de um apetite não pervertido. Estendeu diante dele os produtos da terra – bela variedade de alimentos agradáveis ao paladar, e nutritivos para o organismo. Dessas coisas nosso benévolo Pai celeste diz que podemos comer livremente. Frutas, cereais e verduras, preparados de maneira simples, livres de especiarias e gordura animal de qualquer espécie, fazem com leite ou nata, o mais saudável regime alimentar. Comunicam nutrição ao corpo, e dão um poder de resistência e um vigor de intelecto não produzidos por um regime estimulante. Conselhos Sobre Saúde, págs. 114 e 115.

Não estabelecemos regra alguma para ser seguida no regime alimentar, mas dizemos que nos países onde são comuns as frutas, cereais e nozes, os alimentos cárneos não constituem alimentação própria para o povo de Deus. … Se a alimentação de carne foi saudável algum dia, é perigosa agora. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 359.

Tem-me sido repetidamente mostrado que Deus está procurando levar-nos de volta, passo a passo, a Seu desígnio original – que o homem subsista com os produtos naturais da terra. Conselhos Sobre Saúde, pág. 450.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 230 –

domingo, 11 de agosto de 2019

Obedecer é preciso -1 Reis 12

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – 1 Reis 12
Comentário: Pr.  Heber Toth Armí

Obedecer é preciso


Em nossa cegueira espiritual fazemos escolhas que nos impedirão de desfrutar resultados incríveis! Se submetêssemos mais a Deus e Sua Palavra nossa vida seria mais feliz.


Reflita:


1. Como teria sido se Israel não tivesse repudiado a Deus como rei, suplicando reis pecadores, terrestres e falhos?


2. Como seria tua história se desde o início aceitasses que só Deus sabe o que é melhor para tua vida, família, trabalho e futuro?


Israel repudiou seu supremo bem, sua fé no verdadeiro Deus, a revelação divina, o único meio de uma vida digna de ser vivida. Logo, sentiu na pele as trágicas consequências!


Neste capítulo, Israel se divide em duas “nações”; e, jamais se recuperou. O livro de reis não existiria se não fosse o arrogante e ousado pedido por um rei como as nações pagãs (ver I Samuel 8). Consequentemente, o capítulo em consideração, classificado por Kenneth A. Mathews como “divisor de águas em 1Reis”, nunca teria existido.


Se o povo tivesse obedecido a Deus não haveria...


• ...sucessão de reis (vs. 1-2);

• ...impostos (vs. 3-4);
• ...conselheiros reais que ignoravam a Deus (vs. 5-11);
• ...opressão nem exploração aos súditos (vs. 12-24);
• ...reis interesseiros e ambiciosos que induzisse o povo à idolatria (vs. 25-30);
• ...nenhuma política corrupta (vs. 26-33).

Quantas coisas ruins não existiriam em nossa vida se confiássemos em Deus e dependêssemos mais dEle! Quantas coisas boas perdidas simplesmente porque não consultamos a Deus, mas damos rédeas soltas aos nossos prazeres pervertidos, baixos e impuros!


A idolatria escancarada registrada em Êxodo 32 ressurge aqui em I Reis 12. Baseado no estudo de G. K. Beale, destaca-se que:


• Primeiramente, ambos os relatos referem-se à adoração a bezerro de ouro.

• Segundo, o versículo 28 ecoa de Êxodo 32:4,9;
• Terceiro, a festa descrita no versículo 29-32 tem base em Êxodo 32:5-7.

Em meio à tremenda apostasia Deus ainda Se faz presente, age na história e, a rege para que o mal não se prolifere ainda mais. Há importâncias referências a Deus e à Sua Palavra neste texto, onde aprendemos que Ele:


1. ...faz cumprir Suas declarações (v. 15).

2. ...fala por meio de seus profetas para intervir diretamente nas decisões humanas (vs. 22-24).

Amigo(a), tenha fé: Deus está no controle quando a história parece um caos!  Heber Toth Armí /


@palavraeficaz

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Saúde na Obediência à Lei de Deus

A Fé Pela Qual Eu Vivo
11 de agosto
Saúde na Obediência à Lei de Deus


Porque o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir. I Tim. 4:8.

Há saúde na obediência à lei de Deus. SDA Bible Commentary, vol. 1, pág. 1.105.

Diz o sábio que os caminhos da sabedoria “são caminhos de delícias, e todas as suas veredas, paz”. Prov. 3:17. Muitos abrigam a impressão de que o devotamento a Deus seja lesivo à saúde e à radiante felicidade nas relações sociais da vida. Aqueles, porém, que andam no caminho da sabedoria e da santidade descobrem que “a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir”. I Tim. 4:8. Estão vivos para a satisfação dos prazeres reais da vida, enquanto não se afligem com o remorso vão por causa do mau emprego das horas, nem com a depressão e horror mental, como ocorre muitas vezes com o mundano quando não é desviado por algum prazer excitante. …

A piedade não conflita com as leis da saúde, mas está em harmonia com elas. Tivessem os homens sido sempre obedientes à lei dos Dez Mandamentos, tivessem posto em prática na vida os princípios desses dez preceitos, não existiria a maldição das doenças que inundam agora o mundo. Conselhos Sobre Saúde, pág. 627.

A certeza da aprovação divina promoverá a saúde física. Ela fortifica o caráter contra a dúvida, a perplexidade e a angústia que, com tanta freqüência consomem as forças vitais, ocasionando distúrbios nervosos. SDA Bible Commentary, vol. 3, pág. 1.146.

A consciência de fazer o que é reto é o melhor remédio para o corpo e a alma enfermos. A bênção especial de Deus que repousa sobre o recebedor é a saúde e o vigor.

Aquele cuja mente está calma e satisfeita em Deus encontra-se no caminho certo para a saúde. Ter a consciência de que os olhos do Senhor estão sobre nós, e de que os Seus ouvidos estão atentos às nossas orações, é realmente uma satisfação. Saber que temos um amigo que jamais falha a quem podemos confiar todos os segredos da alma, é uma felicidade que as palavras jamais podem expressar. Conselhos Sobre Saúde, pág. 628.

O ânimo, a esperança, a fé, a simpatia e o amor promovem a saúde e prolongam a vida. Um espírito contente, animoso, é saúde para o corpo e força para a alma. “O coração alegre serve de bom remédio.” Prov. 17:22. A Ciência do Bom Viver, pág. 241.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959– Pág. 229

sábado, 10 de agosto de 2019

Compromisso com Deus – 1 Reis 11

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – 1 Reis 11
Comentário: Pr. Heber Toth Armí

Compromisso com Deus

Pessoas rasas espiritualmente não percebem o valor de ler a Bíblia diariamente. Algumas até já provaram, mas superficialmente, assim, não sentiram seus efeitos.

George Whitefield conta em poucas palavras como a Bíblia impactou sua vida quando se dedicou intensamente a estudá-la:

“Comecei a ler as Sagradas Escrituras de joelhos, deixando de lado todos os outros livros e orando por [...] cada linha e palavra. Isso se provou realmente carne e realmente bebida para minha alma. [...] Dessa maneira, ganhei mais conhecimento pela leitura do livro de Deus em um mês do que tudo o que adquiri de todos os escritos dos homens”.

Com foco neste capítulo, vamos ampliar nossa visão, aprofundando no conhecimento do livro de Deus. Salomão participou em três livros das Escrituras. Ele escreveu Cântico dos cânticos, Provérbios, e Eclesiastes:

1. Cântico dos cânticos é uma poesia musical romântica, o qual revela a intimidade plena entre um homem e uma mulher casados.

2. Provérbios faz uma comparação entre a contrastante diferença das pessoas que vivem por impulso, e as que dependem da sabedoria divina.

3. Eclesiastes revela as futilidades da vida e, tendo em mente o julgamento de Deus mostra que o que realmente importa é viver para Deus e fazer Sua vontade.

Salomão escreve o primeiro livro em sua juventude; o segundo, em sua vida adulta; e, o terceiro, quando já está quase com os pés na cova. Salomão foi submisso e fiel a Deus no começo, depois apostatou-se, mas, por fim, arrependeu-se antes de morrer.

Obtemos o seguinte alerta na leitura dos três livros escritos por Salomão: Qualquer período de tempo vivido sem Deus significa perder tempo. Muitos perdem meses, outros perdem anos e tem quem perde a vida inteira.

Longe de Deus, Salomão tornou-se:

• Polígamo,
• Idólatra, e
• Politeísta.

Contudo, Deus é incrível! Quando Seus filhos teimosamente...
• ...se desviam do caminho certo, Ele tenta chamar a atenção por meio de advertências (vs. 1-13).
• ...se afastam, Ele tenta resgatá-los usando diversas estratégias.
• ...não atendem ao chamado de advertência, Ele permite que pecados façam sua obra objetivando que os afastados retornem. Salomão precisou lidar com guerras, invasões e rivalidade quando poderia estar em paz e tranquilo em seu reino (vs. 14-43).

Salomão reatou seu compromisso com Deus; e você? Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Saúde – A Recompensa de Bons Hábitos

A Fé Pela Qual Eu Vivo
10 de agosto
Saúde – A Recompensa de Bons Hábitos


Filho Meu, não te esqueças da Minha lei, e o teu coração guarde os Meus mandamentos. Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz. Prov. 3:1 e 2.

As leis da natureza são as leis de Deus, verdadeiramente tão divinas quanto os preceitos do Decálogo. As leis que governam o nosso organismo físico, Deus as escreveu sobre cada nervo, músculo ou fibra do corpo. Cada violação descuidada ou negligente dessas leis constitui um pecado contra o nosso Criador. Educação, págs. 196 e 197.

Há uma íntima relação entre a mente e o corpo, e, a fim de atingir-se uma elevada norma de alcance moral e intelectual, devem ser atendidas as leis que governam o nosso ser físico. Para se conseguir um caráter forte e bem equilibrado, tanto as faculdades mentais como as físicas devem ser exercitadas e desenvolvidas. Que estudo pode ser mais importante para o jovem do que aquele que trata deste maravilhoso organismo que Deus nos confiou, e das leis pelas quais ele pode ser preservado em saúde? Patriarcas e Profetas, pág. 601.

Pode-se obter saúde por meio de hábitos apropriados de vida, e pode-se fazê-lo por sujeitar e transigir os interesses. Este capital, porém, mais precioso do que qualquer depósito bancário, pode ser sacrificado pela intemperança no comer e no beber, ou pelo deixar os órgãos se atrofiarem por inatividade. Deve-se abandonar a condescendência própria; deve-se vencer a ociosidade. Testimonies, vol. 4, pág. 408.

A saúde deve ser tão sagradamente cuidada como o caráter. Fundamentos da Educação Cristã, pág. 147.

Nosso corpo é a possessão adquirida de Cristo, e não nos achamos na liberdade de fazer com ele o que nos apraz. Todos quantos compreendem as leis da saúde devem reconhecer sua obrigação de obedecer a essas leis, estabelecidas por Deus em nosso ser. A obediência às leis da saúde deve ser considerada questão de dever pessoal. Temos de sofrer os resultados da lei violada. Cumpre-nos responder individualmente a Deus por nossos hábitos e práticas. Portanto, a questão quanto a nós, não é: “Qual é o costume do mundo?”, mas: “De que maneira eu, como indivíduo, tratarei a habitação que Deus me deu?” A Ciência do Bom Viver, pág. 310.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959– Pág. 228

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Cuidado – 1 Reis 10

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – 1 Reis 10
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


Cuidado
Precisamos aprimorar cada vez mais nossa religião com foco na Bíblia, antes que caiamos na acomodação, relaxo e despencamos espiritualmente morro abaixo.

Outra coisa muito importante: Devemos cuidar para não praticar a religião incorretamente; pois, alguém já disse que “a prática leva a perfeição; e a prática ruim leva ao perfeitamente ruim”.

• Aperfeiçoar uma prática equivocada é tão ruim quanto deixar de praticar algo que é bom.

Salomão está em alta, sua fama espalhou-se para longe, sua riqueza é notória, seu reino tornou-se bem desenvolvido, tudo devido à sabedoria recebida de Deus.

Analisando o capítulo em questão, John J. Bimson observa que, o autor inspirado “retorna aos temas da sabedoria e as riquezas de Salomão fazendo-o chegar a seu auge antes de contar como ele se desmoronou por sua tolice. O capítulo mostra quão longe tinha chegado a fama da sabedoria de Salomão, a ênfase está no caráter superlativo dessa sabedoria ao mesmo tempo em que ilustra como as riquezas continuavam chegando a Salomão na forma de presentes e tributos de monarcas estrangeiros”.

Não era plano divino que Israel tivesse reis. Deus ofereceu o que Salomão quisesse a fim de ajudar a corrigir o erro de Seu povo de pedir rei como as outras nações. Salomão pediu sabedoria e Deus lhe concedeu. Além disso, Deus lhe deu outras bênçãos, inclusive riquezas. Entretanto, pelo que parece, Salomão, em vez de continuar valorizando a sabedoria mais que as riquezas, o capítulo mostra que ele deu mais ênfase às riquezas.

Cuidado:

• Ambição perverte a submissão à vontade de Deus.

• Focar nas riquezas nos tira do caminho do Céu.

• Acreditar que tempo, recursos e talentos investidos no templo/igreja torna-nos livres para priorizar outras coisas no lugar de Deus é um perigo para a fé.

• A glória neste mundo é ilusória, é vangloria; devemos sempre dar glórias a Deus que nos dá sabedoria para adquirir recursos.

• Parar de investir em Deus significa investir no pecado; considerando que o salário do pecado é a morte, investir nos prazeres pecaminosos é um tipo de suicídio.

• Tirar os olhos do Abençoador para fixas nas bênçãos é um risco de alta periculosidade.

Quem segue o caminho da Bíblia não pega atalho para o inferno! Invista na vida, leia a Bíblia! Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

O lugar da Habitação de Deus

A Fé Pela Qual Eu Vivo
9 de agosto
O lugar da Habitação de Deus


Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? I Cor. 6:19.
Mediante uma belíssima e impressionante figura, a Palavra de Deus mostra a consideração em que Ele tem nosso organismo físico, e a responsabilidade que repousa sobre nós, de preservá-lo na melhor condição. …

O corpo é um templo em que Deus deseja habitar; … deve ser conservado puro, como a habitação de pensamentos elevados e nobres. Educação, págs. 200 e 201.

O conhecimento de que o homem deve ser um templo para Deus, uma morada para a revelação de Sua glória, deve ser o mais alto incentivo ao cuidado e desenvolvimento de nossas faculdades físicas. Terrível e maravilhosamente tem o Criador operado na estrutura humana, e nos ordena que a estudemos para lhe compreender as necessidades e fazermos nossa parte no preservá-la de dano e contaminação. A Ciência do Bom Viver, pág. 271.

Nosso primeiro dever para com Deus e nosso semelhante é o nosso próprio desenvolvimento. Toda faculdade com que o Criador nos dotou deve ser cultivada ao máximo grau de perfeição, para que sejamos capazes de produzir a maior soma de bem que nos seja possível. Daí ser bem empregado o tempo gasto em firmar e conservar boa saúde física e mental. Não nos podemos permitir entravar ou mutilar uma única função da mente ou do corpo por excesso de trabalho ou por maltrato de qualquer parte do mecanismo vivo. Se assim fizermos, certo é sofrermos as conseqüências. Temperança, pág. 137.

O desejo de Deus para com toda criatura humana, exprime-se nas palavras: “Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma.” III João 2.

“É Ele que perdoa todas as tuas iniqüidades e sara todas as tuas enfermidades; quem redime a tua vida da perdição e te coroa de benignidade e de misericórdia.” Sal. 103:3 e 4. …

Acima de tudo, Deus quer que tenhamos saúde (III João 2) – saúde de corpo e de alma. E devemos ser coobreiros Seus tanto para a saúde de um como da outra. A Ciência do Bom Viver, págs. 113 e 288.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959– Pág. 227

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Deus quer adoradores – 1 Reis 09

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – 1 Reis 09
Comentário: Pr. Heber Toth Armí

Deus quer adoradores comprometidos

Parafraseando Mark Twain que disse que “O homem que não lê não tem nenhuma vantagem sobre o homem que não sabe ler”, digo, “O cristão que não lê a Bíblia não tem nenhuma vantagem sobre o ateu que não a lê”.

John Piper declarou que “Deus não quer e não aceitará de nós uma religião que consiste em desejos fracos, insípidos e sem vida, que mal conseguem nos afastar da indiferença. Em Sua Palavra, Ele insiste que devemos ser fervorosos de espírito e participar ativamente, de coração, na religião”.

O capítulo demonstra que...

• Da mesma forma graciosa que Deus agiu com Caim diante do que ele poderia fazer se não cuidasse, incentivou Salomão a permanecer firme e ativo espiritualmente para seu próprio bem (vs. 1-9);

• Transações comerciais nos versos 10-21 e 26-28 revelam a riqueza que Salomão conquistou conforme Deus havia-lhe prometido na primeira vez que manifestou-Se em sonho (I Reis 3:4-15). Além disso, “o enriquecimento de Salomão é uma demonstração complementar do cumprimento da promessa de Deus a Davi”, relembra Kenneth A. Mathews.

• As alianças com pagãos como Hirão e com o Egito, de onde obtivera sua mulher, foi o início do declínio do grande sábio, assim como um dia começou o declínio de Sansão, o homem mais forte do mundo (vs. 10-24).

• A predição do profeta Samuel quanto à exigência de um rei faria que este exigisse trabalho forçado e recursos deles (I Samuel 8:11-12, 16). Embora Salomão não escravizasse nenhum conterrâneo, o povo de Deus trabalhava para ele e pagava-lhe pesados impostos (vs. 15, 22-23, 27).

• Salomão ainda preservava suas práticas religiosas apesar de seus intensos compromissos político e econômico do reino, o qual desenvolvia como nunca (v. 25).

“Inteireza de coração” é essencial para combater a superficialidade espiritual; e, “sinceridade” é fundamental para combater a hipocrisia. Sem inteireza de coração e sinceridade perante Deus é impossível viver conforme Seu elevado, nobre e promissor plano para nossa vida.

Deus quer adoradores genuínos, íntegros e fieis mais do que quer uma estrutura para adoração (vs. 6-8). Deus quer compromisso sério e duradouro. Ele quer relacionamento íntimo e contínuo. Não adianta ir à Casa de Deus sem antes tê-lO habitando nosso coração.

Avancemos da mediocridade espiritual para a profundidade espiritual! /Heber Toth Armí /

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis