quinta-feira, 24 de junho de 2021

Viver É Perigoso

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

24 de junho, quinta

Viver É Perigoso

A minha vida está sempre em perigo, mas não me esqueço da Tua lei. Salmo 119:109, NVI

Paisagem do sertão tatuada na alma, buritis plantados no peito, sabedoria disfarçada de curiosidade, escondendo para revelar e revelando para esconder, fingindo que nada sabe e desconfiando de muita coisa, criando significados de cada som, ele encantou e ainda encanta. No dizer de Carlos Drummond de Andrade, João era “tudo escondido, florindo como flor é flor, mesmo não semeada”, “mapa com acidentes deslizando para fora”, que “guardava rios no bolso, cada qual com a cor de suas águas”.

João Guimarães Rosa era assim, enigmático e misterioso, mas sempre um guia cheio de sensibilidade. Com sua prosa inventiva, especialmente na voz do jagunço Riobaldo, personagem do romance Grande Sertão: Veredas, o escritor mineiro nos avisou mais de uma vez: “Viver é perigoso!” Disse mais: “Viver é muito perigoso... Porque aprender a viver é que é o viver mesmo...” E continua: “Viver – não é? – é muito perigoso. Porque ainda não se sabe.”

Sim, viver é muito perigoso, porque você vai encontrando coisas desconhecidas pela frente, porque pode ser assediado pelo fracasso, porque pode ser dominado pela desilusão, porque o tempo é mais curto do que os sonhos, porque o fim pode vir antes do começo, porque você pode perder e não reencontrar a fé, porque pode ter mais tristezas do que alegrias, porque pode não saber o caminho, porque pode ser ferido pelas pedras e pelos espinhos, porque pode não entender direito quem você é, porque o inimigo está espreitando em cada curva, porque pode não perceber que Deus está lá esperando por você.

Viver é muito perigoso, mas não viver é ainda mais. Jogar é perigoso, mas ficar sentado é ainda mais. Viajar de avião é perigoso, mas não viajar é ainda mais. Abrir-se para o mundo é perigoso, mas fechar-se para a vida é ainda mais. Dormir é perigoso, mas ficar com insônia é ainda mais. Trabalhar é perigoso, mas ficar ocioso é ainda mais. Relacionar-se é perigoso, mas isolar-se é ainda mais. Apaixonar-se é perigoso, mas não amar é ainda mais. Casar é perigoso, mas continuar sozinho é ainda mais. Ter filho é perigoso, mas matar o DNA é ainda mais. Viver é perigoso, mas morrer é ainda mais.

Você tem medo de viver? Apesar de todos os perigos, você pode viver com segurança se encontrar refúgio no abrigo do Senhor, se buscar paz no santuário celestial, se verificar o caminho no mapa da eternidade, se seguir as indicações das placas, se convidar o anjo para ser o companheiro de jornada, se confiar a alma ao Protetor da vida. Viver é perigoso se você tiver medo de viver.

Marcos De Benedicto, 14/7/2016

Que atitude você vai tomar? - Lucas 13

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Lucas 13

Comentário Pr Heber Toth Armí 

É possível que exista uma quantidade incrível de seguidores de Cristo que não sejam autênticos.

Orando, medite:

1. Tem acidentes ou situações complexas que não compreendemos. A vida é injusta, complexa e, desafiadora. A morte pode vir a qualquer hora, em qualquer lugar, de qualquer forma. Embora a morte seja certa, sua chegada é imprevisível; portanto, a decisão pela conversão e o arrependimento do pecado está sob nosso controle, precisamos decidir antes que seja demasiado tarde (vs. 1-5).

2. Cristãos que não produzem o fruto do Espírito em qualquer estação da vida serão estéreis, inúteis e hipócritas, conforme o relato de Jesus diante da figueira cheio de folhas, mas desprovida de frutos (vs. 6-9).

3. Os hipócritas e incoerentes religiosos tomam a Bíblia sem interpretá-la adequadamente; desta forma, acusam e criticam àqueles que praticam os princípios dos mandamentos de Deus de forma correta – inclusive Jesus tornou-Se alvos de tais pessoas. O sábado é dia de libertação, segundo Jesus; não de prisão, segundo os fariseus. A resposta de Jesus envergonhou Seus críticos (veja vs. 10-17).

4. Para falar do reino de Deus, Jesus utilizou recursos retóricos; para isso, Ele:

a) Contou a parábola do grão de mostarda (vs. 18-19).

b) Comparou o reino espiritual ao fermento que faz a massa crescer (vs. 20-21).

c) Falou da porta de entrada que é estreita, e, a qualquer momento pode ser fechada (vs. 22-30).

d) Ilustrou com exemplos de Seu tempo a perda da oportunidade de salvação: Endurecendo o coração no pecado (vs. 31-33) e evitando o pleno arrependimento mesmo em face do juízo (vs. 34-35).

O cristão só de fachada poderá descuidar e, por relaxo, encontrar a porta da salvação fechada. Desprezar ao verdadeiro ensino da Palavra de Deus resultará numa interpretação contrária à intenção da revelação divina. Portanto,

• Avalie-se e, arrepende-te de teus pecados;

• Deixe Cristo endireitar tua vida e os conceitos imperfeitos que tens da Bíblia;

• Permita que os princípios do reino de Deus cresçam em você como grão de mostarda ou como fermento na massa;

• Entre pela porta estreita antes que termine o tempo de graça, restando somente desgraça;

• Atente para os péssimos exemplos dos que rejeitaram a oportunidade de salvação: Herodes e a nação de Israel.

Que atitude você vai tomar? – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Guardar Silêncio Diante DEle

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

23 de junho, quarta

Guardar Silêncio Diante DEle

O Senhor, porém, está no Seu santo templo; cale-se diante Dele toda a terra. Habacuque 2:20

Os cristãos devem aprender como considerar o lugar onde o Senhor Se propõe Se encontrar com Seu povo. Houve uma grande mudança, não para melhor, mas para pior, nos hábitos e costumes do povo com relação ao culto religioso. As coisas sagradas e preciosas, destinadas a nos ligar a Deus, estão quase perdendo sua influência sobre nosso espírito e coração, sendo rebaixadas ao nível das coisas comuns. A reverência que o povo antigamente revelava para com o santuário, onde se encontrava com Deus, em serviço santo, quase deixou de existir completamente. Entretanto, Deus mesmo deu as instruções para Seu culto, elevando-o acima de tudo quanto é terreno.

A casa é o santuário da família; e o aposento ou a floresta o lugar mais recôndito para o culto individual; mas a igreja é o santuário da congregação (Testemunhos Seletos, v. 2, p. 193).

Em nome de Jesus podemos ir perante Ele com confiança; contudo, não devemos nos aproximar Dele com ousadia presunçosa, como se Ele estivesse no mesmo nível em que estamos. Há pessoas que se dirigem ao grande, todo-poderoso e santo Deus, que habita na luz inacessível, como se estivessem falando com alguém igual a elas ou mesmo inferior. Muitos se comportam na casa do Senhor como não se atreveriam a fazer na sala de audiência de um governador terrestre. Aqueles que agem assim devem lembrar-se de que estão sob o olhar Daquele a quem serafins adoram e perante quem os anjos velam o rosto (Patriarcas e Profetas, p. 209).

Mas os que se reúnem para adorá-Lo devem abandonar tudo que é mau. Se não O adorarem em espírito e em verdade e na beleza de Sua santidade, o culto será sem valor (Profetas e Reis, p. 27).

É privilégio de vocês, queridos jovens, glorificar a Deus na Terra. Para assim fazer, é preciso desviar a mente das coisas superficiais, frívolas e sem importância, para as que são de valor eterno (Mensagens aos Jovens, p. 265).

Ellen G. White, 2/7/1959

Mordomia - Lucas 12

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Lucas 12

Comentário Pr Heber Toth Armí 

O termo mordomia sofreu mudança em um mundo que prefere a economia anti-bíblica. Mordomia não significa ficar à toa!

· Daremos contas do que falamos publicamente e em particular, portanto, devemos administrar sabiamente as nossas palavras (vs. 1-3).

· Prestaremos contas de nossas decisões e ações, de nossa perca de tempo em coisas banais, de nossa forma de viver e representar a Deus no mundo e também de como reagimos à obra do Espírito Santo. Se confiamos que Deus sabe até quantos cabelos temos, não desperdiçaremos nossa confiança em coisas materiais/banais (vs. 4-12).

· Mordomia é viver pautando-se pela sabedoria divina (vs. 13-21). “As pessoas que se empenham na incessante procura da felicidade por meio da aquisição de coisas materiais não alcançam a felicidade dessa maneira. Uma razão porque é tão difícil que pessoas ricas entrem no reino de Deus é a tendência de as riquezas transformarem homens e mulheres em escravos da cobiça. Deus nos criou para sermos senhores, não escravos. Devemos dominar e usar as riquezas, e não ser dominados por elas” (Walter R. L. Scraag).

· Mordomia relaciona-se com o sábio uso do dom da vida. A ansiedade consome esse dom. Ansiedade desperdiça a vida. A confiança em Deus promove a vida. A forma de viver revela se somos gentios ou cristãos (vs. 22-30). Após ensinar isso, Jesus apelou:

o “Orientem sua vida de acordo com a realidade, a iniciativa e a provisão de Deus. Não se preocupem com as perdas e descobrirão que todas as suas necessidades serão satisfeitas. Vocês são meus amigos queridos! O Pai quer dar seu Reino a vocês. Sejam generosos. Ajudem os pobres. Invistam no banco que jamais irá falir, aquela agência no céu a salvo de assaltantes e falsários, na qual vocês podem confiar. Saibam que o lugar que vocês mais desejam estar é perto do seu tesouro; e é lá que acabarão indo parar” (vs. 31-34, AM).

· O fiel mordomo não age conforme sua própria vontade, mas conforme a vontade de Seu Senhor, ainda que traga consequências (vs. 35-53).

· O mordomo de Cristo vive para glorificá-lO e aguardar Sua chegada (vs. 54-59).

Os princípios de administração dos recursos à nossa disposição devem ser pautados pela revelação concedida pelo Doador e Provedor de tudo o que temos! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz

terça-feira, 22 de junho de 2021

Dos Loucos e das Rosas

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

22 de junho, terça

Dos Loucos e das Rosas

O deserto [...] exultará e florescerá. Isaías 35:1

No fim do século 19, a capital de Minas Gerais, Ouro Preto, estava de mudança. Belo Horizonte ou Barbacena? Perdeu Barbacena. Os políticos da época, para “compensar”, construíram lá um grande hospital para pessoas mentalmente perturbadas. Ironicamente, o hospício foi construído na fazenda que pertencera a Joaquim Silvério dos Reis, o traidor da Inconfidência Mineira. Barbacena ficou conhecida como a “cidade dos loucos”.

Para Barbacena afluíam milhares deles, levados no que ficou conhecido como “o trem dos loucos”. Seres humanos, alguns deles em condições hoje plenamente controláveis, eram apinhados no hospício da cidade, cuja população chegou a 5 mil pacientes. Sem leitos para todos, muitos ficavam em um vasto salão, forrado com capim, dormindo entre dejetos, moscas e ratos. Todos os dias pela manhã, os serventes recolhiam os cadáveres dos que haviam falecido à noite. Aquele foi um colossal campo de concentração, monumento à ignorância e à crueldade humanas. Historiadores calculam que entre 60 e 65 mil pessoas morreram naquele holocausto sombrio.

Os tempos mudaram. Novas informações e avanços na ciência e na revolução terapêutica colocaram um ponto final nesse capítulo escuro de nossa história. Ainda hoje pessoas internadas lá, principalmente casos de atendimento social, gente que não tem para onde ir. Parte do velho hospício abriga um pequeno museu, memória distante do triste passado. Barbacena hoje é conhecida como a Cidade das Rosas, pois produz flores belíssimas, exportadas para muitas partes do mundo. Essa troca evoca o caráter simbólico da transformação.

Estamos todos aguardando o dia em que nosso pequeno planeta, o ponto escuro do Universo, alienado de Deus, e que se tornou o lar de todas as alienações, a maioria sob a pretensão de sanidade, será transformado. Aguardamos o momento em que voltaremos ao estado original do jardim de Deus. Até lá, amigo, pense no bem que você pode fazer hoje, particularmente às pessoas fracas, àquelas que não podem se defender. Seja um benfeitor, um advogado delas. Transforme o ambiente em que você vive ou trabalha num lugar em que algumas rosas possam, teimosamente, germinar e florescer.

Amin A. Rodor, 21/9/2014

A intenção de Jesus - Lucas 11

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Lucas 11

Comentário Pr Heber Toth Armí 

Se não estudarmos corretamente ao Evangelho, não participaremos ativamente do conhecimento impactante que ele promove e assim não viveremos, na prática, o poder do Evangelho; consequentemente, poderemos ser desviados por pessoas enganadoras.

1. No mundo físico e espiritual o segredo para avançar segundo os planos de Deus e obter vitórias sobrenaturais é aprender a arte da comunhão com Deus, a fonte de todo poder, através da oração (vs. 1-13);

2. É através do estudo e interpretação correta do texto inspirado que estaremos capacitados para não sermos enganados. Jesus foi criticado e acusado pelos líderes religiosos de Sua época. Disseram que Ele estava possuído por demônios, pelo principal dos demônios (vs. 14-26).

“Satanás está vivo e trabalhando por meio do engano, falsos milagres, teologia ruim, visões mentirosas, sonhos mentirosos, mestres enganadores que buscam dinheiro, poder e influência. Satanás está vivo e bem. E a obra de Satanás está sendo atribuída ao Espírito Santo. Essa é uma grave blasfêmia, da mesma forma que atribuir a Satanás a obra do Espírito Santo é uma grave blasfêmia” (John MacArthur).

3. A evidência de que alguém fala da parte de Deus não deveria ser sinais e milagres (vs. 26-32), mas aquele que interpreta e prega correta e claramente à Palavra de Deus (vs. 27-28), ainda que desagrade a muitos ouvintes (vs. 53-54).

4. Jesus revela que Sua intenção é que Seus seguidores sejam íntegros, não hipócritas acanhados; Deus quer missionários declarados (vs. 33-36).

5. Os religiosos hipócritas são censurados por Jesus. O texto revela que Jesus está mais preocupado com a verdade do que com sentimentos de seus interessados (vs. 37-52).

“Muitos dizem: É melhor estar no inferno com os amigos do que no céu com os hipócritas. Mas não se esqueça que não haverá amigos no inferno, nem hipócritas no céu” (John Piper).

· Ao dedicar-nos a estudar e meditar no capítulo supracitado, concluímos que não podemos acomodar-nos com uma vida cristã deficiente.

“Os homens podem professar fé na verdade; mas, se ela não os torna sinceros, bondosos, pacientes, dominados, tomando prazer nas coisas de cima, é uma maldição a seu possuidor e, por meio de sua influência, uma maldição ao mundo” (Ellen G. White).

Não se engane, nem seja enganador, estude corretamente a Palavra do Senhor! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz

segunda-feira, 21 de junho de 2021

Edificar Sobre O Fundamento

MEDITAÇÃO DIÁRIA 

21 de junho, segunda

Edificar Sobre O Fundamento

Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo Ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular. Efésios 2:20

Que ninguém empreenda a obra de demolir os fundamentos da verdade que fizeram de nós o que somos. Deus guiou Seu povo para a frente, passo a passo, embora houvesse armadilhas do erro por todos os lados. Sob a maravilhosa orientação de um claro “Assim diz o Senhor”, foi estabelecida uma verdade que tem resistido à prova. Quando surgem homens procurando atrair discípulos após si, enfrentai-os com as verdades como que provadas pelo fogo. 

“Ao anjo da igreja em Sardes escreve: Estas coisas diz Aquele que tem os sete espíritos de Deus e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives e estás morto. Sê vigilante e consolida o resto que estava para morrer, porque não tenho achado íntegras as tuas obras na presença do meu Deus. Lembra-te, pois, do que tens recebido e ouvido, guarda-o e arrepende-te. Porquanto, se não vigiares, virei como ladrão, e não conhecerás de modo algum em que hora virei contra ti” (Ap 3:1-3).

Aqueles que procuram remover os velhos marcos não estão retendo firmemente; eles não estão se lembrando de como receberam e ouviram. Os que tentam introduzir teorias que removeriam os pilares de nossa fé quanto ao santuário ou quanto à personalidade de Deus ou de Cristo estão agindo como cegos. Estão procurando introduzir incertezas e deixar o povo de Deus à mercê das ondas, sem uma âncora.

Os que afirmam estar identificados com a mensagem que Deus nos deu devem ter aguçada e clara percepção espiritual para poderem distinguir a verdade do erro. A palavra proferida pela mensageira de Deus é: “Despertai os vigias!” Se os homens discernirem o espírito das mensagens dadas e se esforçarem por descobrir de que fonte elas provêm, o Senhor Deus de Israel os guardará de serem desencaminhados (Manuscript Releases 760, p. 9, 10).

Ellen G. White, 14/8/1999

Viver É Perigoso

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 24 de junho, quinta Viver É Perigoso A minha vida está sempre em perigo, mas não me esqueço da Tua lei. Salmo 119:109, NV...