Translate

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Depósitos no Banco do Céu

A Fé Pela Qual Eu Vivo
21 de agosto
Depósitos no Banco do Céu


A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo. Tiago 1:27.

A terna simpatia de nosso Salvador foi despertada em favor da humanidade caída e sofredora. Se quereis ser Seus seguidores, precisais cultivar compaixão e simpatia. … As viúvas, os órfãos, os doentes e os que estão a perecer, sempre necessitam ajuda. Aqui está uma oportunidade de proclamar o evangelho – exaltar Jesus, a esperança e consolação de todos os homens. Quando o sofrimento do corpo foi aliviado, e mostrastes ardente interesse pelos afligidos, o coração é aberto, e podeis derramar aí o bálsamo celestial. Beneficência Social, pág. 26.

Um grupo de crentes pode ser pobre, sem instrução, desconhecido; todavia, estando em Cristo, podem fazer no lar, na vizinhança, na igreja, e mesmo nas regiões distantes, uma obra cujos resultados serão de alcance eterno. É porque essa obra é negligenciada, que tantos jovens discípulos nunca avançam além do simples alfabeto da experiência cristã. A luz que resplandeceu em seu próprio coração quando Jesus lhes disse: “Perdoados te são os teus pecados” (Mateus 9:2), devem conservar viva mediante o auxílio prestado a outros em necessidade. A irrequieta energia, tantas vezes fonte de perigo para os jovens, poderia ser encaminhada de maneira que fluísse em correntes de bênção. O Desejado de Todas as Nações, págs. 640 e 641.

As horas tantas vezes gastas em divertimentos que não refrigeram nem o corpo e nem a alma devem ser despendidas em … procurar ajudar alguém que esteja em necessidade. Beneficência Social, pág. 76.

Cada oportunidade de ajudar um irmão necessitado, ou auxiliar a causa de Deus na disseminação da verdade, é uma pérola que podeis de antemão enviar e pôr em depósito no banco celeste, para ser guardada em segurança. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 404.

O amor, a cortesia e a renúncia jamais se perdem. Quando os escolhidos de Deus forem transformados da mortalidade para a imortalidade, suas palavras e atos de bondade se tornarão manifestos, e serão conservados pelos séculos eternos. …

Mediante os méritos de imputada justiça de Cristo, a fragrância de tais palavras e atos será para sempre conservada. Filhos e Filhas de Deus, 

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959– Pág. 239

terça-feira, 20 de agosto de 2019

Deus permite

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica – 1 Reis 21
Comentário: Pr.  Heber Toth Armí 

Estudando a Bíblia aprendemos coisas que nunca aprenderíamos na vida. Quem medita e reflete na Palavra Divina viverá acima do padrão humano; o padrão será elevado, divino.

•        O pomposo rei Acabe vivia conforme achava melhor, desejando coisas alheias, entristecendo-se quando não podia usufruir de algo que não era dele por direito e nem poderia sê-lo pela lei israelita (vs. 1-7).

Jezabel vivia conforme o que achava melhor, mandava e desmandava; era autoridade em pessoa, infligia a lei para conseguir o que quisesse, não se importava com nada a não ser com seus próprios interesses; a perversidade era sua marca registrada (vs. 8-16).

Nabote foi vítima das injustiças dos agentes da maldade. A acusação falsa contra ele; sua morte por culpa que ele não tinha, revela, primeiramente, quão cruel é o pecado, e, em segundo lugar, quanto sofrimento o justo passa neste mundo injusto nas mãos de pessoas que deveriam prezar pelo bem do povo.

O profeta Elias era o obstáculo usado por Deus diante da corrupção avassaladora reinante entre os principais líderes de seu povo a fim de impedir coisas piores. Sua profecia revela o verdadeiro caráter do pecado e o fim catastrófico que ele causa na vida de pessoas, mesmo poderosas, arrogantes e indiferentes (vs. 17-29).

Deus nunca quis um rei para Israel, muito menos um rei perverso. Pior ainda, um rei casado com uma mulher pagã, mandona, fria e calculista, fora da lei, corrupta ao máximo, idólatra, má, etc.

Deus sabia onde o desejo e o pedido por um rei, como tinha as nações ao redor de Israel, levaria seu povo; contudo, diante do pedido insistente e rebeldia declarada, Deus permitiu para que Seu povo entendesse os motivos pelos quais Ele não planejara que Israel tivesse rei humano.

Deus permite certas coisas para que confiemos mais que o Seu ideal é bem melhor que nossas melhores e mais ousadas ambições. Deus permitiu que Israel tivesse reis como as nações e, além disso, permitiu que Acabe e Jazabel fossem assassinos e ladrões de inocentes.

Deus não causa o pecado, nem é autor da desgraça; nós somos os responsáveis. Por isso, cada um se responsabiliza pelo que faz.

O juízo virá a todo culpado, como foi profetizado por Elias a Acabe!

/ Heber Toth Armí / #‎rpsp  #‎rbhw  #‎ebiblico 

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Fechando a Porta da Tentação

A Fé Pela Qual Eu Vivo
20 de agosto
Fechando a Porta da Tentação


Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. I João 2:15.

Entre a associação dos seguidores de Cristo em busca de recreação cristã e as reuniões mundanas à procura do prazer e do divertimento, deve existir assinalado contraste. Em lugar de oração e da menção do nome de Jesus e das coisas sagradas, ouvir-se-ão dos lábios dos mundanos o riso néscio e a frívola conversação. A idéia é fruir um período de grande divertimento geral. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 336.

Os prazeres mundanos são absorventes; e para desfrutar sua alegria momentânea muitos sacrificam a amizade do Céu, com sua paz, amor e alegria. Mas esses procurados objetos de deleite logo se tornam amargurantes, insatisfatórios. O Lar Adventista, pág. 521.

Alguns dos mais populares divertimentos, tais como o futebol americano e o boxe, se têm tornado escolas de brutalidade. … Outros jogos atléticos, embora não tão embrutecedores, são pouco menos reprováveis, por causa do excesso com que são praticados. Estimulam o amor ao prazer, alimentando assim o desinteresse pelo trabalho útil, a disposição de evitar os deveres práticos e as responsabilidades. … Desta maneira, abre-se a porta para a dissipação e desregramento, com os seus terríveis resultados. Educação, págs. 210 e 211.

O verdadeiro cristão não desejará entrar em nenhum lugar de diversão nem se entregar a nenhum entretenimento sobre que não possa pedir a bênção divina. Não será encontrado no teatro, e nos salões de jogos. Não se unirá aos alegres valsistas, nem contemporizará com nenhum outro enfeitiçante prazer que lhe venha banir a Cristo do espírito.

Aos que intercedem por essas distrações, respondemos: Não podemos com elas condescender em nome de Jesus de Nazaré. … Cristão algum desejaria encontrar a morte em tal lugar. Nenhum quereria ser encontrado aí, quando Cristo viesse. Mensagens aos Jovens, pág. 398.

Se nos aventurarmos no terreno de Satanás não teremos nenhuma garantia de proteção de seu poder. Tanto quanto estiver em nós, devemos fechar todas as avenidas por onde o tentador possa ter acesso em nós. O Maior Discurso de Cristo, pág. 171.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959– Pág. 238


Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis