Translate

quinta-feira, 18 de abril de 2019

Deus quer interagir conosco – Josué 1

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – Josué 1
Comentários: Pr.  Heber Toth Armí

Deus quer interagir conosco


Você já leu o livro de Josué com atenção? Já parou para analisar, meditar e extrair lições para a vida? “Os relatos de Josué estão entre os mais empolgantes da Bíblia” destaca Richard Hess. E, então, afirma: “...hoje, mais do que nunca, sua mensagem precisa ser ouvida”.


• Este livro extraordinário possui mensagens relevantes para cada habitante deste planeta!


Deus quer interagir conosco. Ele não é um Ser arrogante, orgulhoso e autoritário, distante e indiferente às nossas lutas e desafios. Ele é um Deus que promete, incentiva, cria estratégias, age, luta e vence para nós.


• Aquele que, humildemente, se inclina perante Deus para ouvir Suas instruções certamente alcançará a vitória!


Sobre o capítulo, Marten H. Woudstra sintetiza da seguinte forma:


1. Introdução e temas principais do livro:


a) Exortação e ânimo (vs. 1-9);

b) Todo o Israel participa da conquista (vs. 10-18).

Deus quer dar a vitória aos que querem compartilhá-la com Seu povo. Deus Se doa aos que se doam para Seus filhos. Deus abençoa aqueles que desejam ser uma bênção; pois, vencer egoisticamente leva ao orgulho – o que é pecado – e, Deus não compactua com isso.


O livro de Josué foi escrito por ele mesmo, entre 1451-1426 a.C., nas planícies de Moabe. Seu nome é significativo: “Jeová, o Salvador”. Através dele, Deus estava conduziria o plano de salvação de Israel e do mundo.


Aplicações:


1. Líderes espirituais são essenciais; por isso, Deus suscita um na ausência de outro para benefício de todos (vs. 1-5);


2. Promessa, vitória e conquista são obras de Deus, mas quer cooperação humana; conhecendo nossa limitação, Deus dá instruções, capacitação, motivação e proteção (vs. 5, 9);


3. Um dos segredos do sucesso é falar da Lei para não esquecê-la, meditar nela diariamente para absorver Seus ensinamentos, e, praticá-la completamente (vs. 7-8);


4. Orientar e organizar o povo para viver a vontade de Deus – sair desta harmonia é rebelar-se contra Ele: Nisto consiste o segredo do fracasso (vs. 10-18).


Este primeiro capítulo deixa claro que Deus não deseja o fracasso de ninguém. O fracasso é para os que não buscam a Deus; para os ingratos diante dos atos de amor e misericórdia de Deus; para os indiferentes aos planos maravilhosos que Deus tem para nós.


Reavivemo-nos e venceremos! Heber Toth Armí

@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Provando a Vontade de Deus

A Fé Pela Qual Eu Vivo

18 de abril 
Provando a Vontade de Deus

E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Rom. 12:2.

Cristo foi enviado ao mundo para desmentir a falsidade de Satanás, de que Deus fizera uma lei que o homem não podia guardar. Assumindo a forma humana, Ele veio à Terra e, por uma vida de obediência, mostrou que Deus fizera uma lei que o homem podia guardar. Mostrou que é possível ao homem obedecer perfeitamente a lei. Aqueles que aceitam Cristo como seu Salvador, tornam-se participantes de Sua natureza divina e capacitados a seguir Seu exemplo, vivendo em obediência a todos os preceitos da lei. Pelos méritos de Cristo, o homem deve mostrar pela obediência que podia estar no Céu e não se rebelaria. Manuscrito 48, 1893.

De todos os Seus atos piedosos, o Redentor do mundo declara: “Eu não posso de Mim mesmo fazer coisa alguma.” João 5:30. “Esse mandamento recebi de Meu pai.” João 10:18. Tudo quanto faço é em cumprimento de ordens e da vontade de Meu Pai celestial. A história da vida cotidiana de Jesus é o registro exato do cumprimento do propósito de Deus para com o homem. Sua vida e caráter eram o desdobramento ou a representação da perfeição de caráter que o homem consegue por se tornar participante da natureza divina, e vencendo o mundo na luta diária. The Youth’s Instructor, 23 de abril de 1912.

A juventude precisa sempre conservar diante de si a conduta seguida por Cristo … No estudo de Sua vida aprenderemos quanto Deus, por meio dEle, fará em favor de Seus filhos. E aprenderemos que, por maiores que sejam nossas provações, não poderão exceder o que Cristo suportou. Mensagens aos Jovens, pág. 16.

Aqueles que realmente andam como Cristo andou, que são pacientes, amáveis, tratáveis, mansos e afetuosos, que se apegam a Cristo e lançam sobre Ele suas cargas, que têm cuidado pelas pessoas como Cristo tem por eles – entrarão no gozo de seu Senhor. Verão com Cristo o trabalho de Sua alma e ficarão satisfeitos. O Céu triunfará, pois as vagas que nele se abriram pela queda de Satanás e seus anjos serão preenchidas pelos redimidos do Senhor. SDA Bible Commentary, vol. 7, pág. 948.
Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 114

quarta-feira, 17 de abril de 2019

O último capítulo – Deuteronômio 34

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Comentários: Pr. Heber Toth Armí
Leitura Bíblica – Deuteronômio 34


O último capítulo


Ninguém escreve nada depois que morre. A morte é o aborto da vida, o fim de planos, o término das ações humanas! Portanto, Moisés escreveu o livro de Deuteronômio, mas não todo. O último capítulo é um apêndice escrito por alguém.

Ao morrer, Moisés deixa o ‘posto’, para de escrever e Josué assume a liderança do povo de Deus. Sua vida é inspiração e exemplo de liderança para Josué – e também para nós. Sua paciência, mansidão e dependência de Deus nos motiva. Sua intimidade com Deus e Seu estilo de servir ao povo de Deus são legados que devem alcançar nosso coração.

Moisés morreu com 120 anos, não como um velho caduco, fraco, acabado pelos anos e pelo deserto, mas em toda força e vigor:

• Ele subiu a campina de Moabe, ao monte Nebo (v. 1);
• O Senhor mostrou-lhe toda a terra (vs. 1-3);
• O Senhor falou-lhe sobre a promessa e o cumprimento dela, a qual foi o alvo de sua missão (v. 4).
• Com 120 anos, enxergava bem e tinha muita capacidade ainda (v. 7).

Moisés morreu sozinho, na presença de Deus apenas:

• No monte Nebo, na terra de Moabe (v. 6);
• Ninguém achou sua sepultura, pois talvez a idolatrassem (v. 6);
• O povo liderado por ele chorou 30 dias e só depois partiu – um mês de luto (v. 8).

Em vida, Moisés marcou a história:


• Impôs as mãos sobre Josué, que estava cheio do espírito de sabedoria (v. 9);
• Ordenou ao povo a obedecer a Josué (v. 9);
• Falou face a face com Deus como ninguém antes nem depois dele falou, a não ser Cristo (v. 10);
• Foi um poderoso instrumento nas mãos de Deus para cumprir extraordinários planos divinos neste mundo (vs. 11-12).

Após morrer, Moisés foi ressuscitado logo em seguida. Devido a seus pecados Satanás creu que seu corpo era propriedade sua, não de Deus. Por isso, houve disputa espiritual, mas Cristo venceu Satanás (Judas 9). Consequentemente, Moisés, cerca de 3500 anos depois, apareceu a Cristo momentos antes de Sua morte, na companhia de Elias que fora levado ao Céu sem ver a morte (Mateus 17:1-5).

Quem serve a Deus...

1. ...pode até morrer, mas ressuscitará;
2. ...na terra, continuará servindo-O no Céu!
3. ...deixa grande legado!

Reavivemo-nos!- Heber Toth Armí


@palavraeficaz
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis