quinta-feira, 26 de janeiro de 2023

TROFÉUS DE CRISTO

 TROFÉUS DE CRISTO

Deus [...] nos deu vida juntamente com Cristo, [...] e com Ele nos fez assentar nas regiões celestiais [...] para mostrar nos tempos vindouros a suprema riqueza da Sua graça. Efésios 2:4, 6, 7

Deus nos fez assentar nos lugares celestiais. O que isso significa? A frase “lugares celestiais” é mencionada cinco vezes na Carta aos Efésios e não ocorre em mais nenhum lugar no Novo Testamento. Ela não se refere a um Céu futuro, mas à realidade espiritual presente. Em seus escritos, Paulo costuma nos identificar com Cristo. Desse modo, quando Ele morreu, nós morremos (Rm 6:3-6); quando Ele ressuscitou, nós ressuscitamos; quando Ele, depois da ascensão, Se assentou no trono do Céu (Hb 8:1), nós nos assentamos com Ele. Por causa do que Ele fez e porque respondemos com fé, nosso lugar de direito é lá, assentados no trono ao Seu lado (Ap 3:21). Ele nos representa.

Em nossa perspectiva, estamos aqui, neste planeta infestado pelo mal, assediados por toda sorte de tentações. Mas, da perspectiva divina, a vitória dos que creem em Seu Filho é tão certa que Ele já nos considera como assentados nos lugares celestiais.

“Aqueles que vão a Cristo, assentado à direita de Deus, podem viver na atmosfera do Céu enquanto estão aqui na Terra. Os crentes pertencem ao mundo celestial, porque a entrada de Cristo nas cortes celestiais é uma garantia da entrada de todos os que aceitam a salvação. A vida espiritual na Terra se torna, então, uma antecipação […] da celestial. Cristo está conosco pelo Espírito Santo (Mt 28:20) e nos considera como se já habitássemos com Ele” (Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, v. 6, p. 117).

O texto acrescenta que tudo o que Deus fez, em Cristo, por nós, foi “para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da Sua graça” (Ef 2:7). Mostrar no sentido de expor um troféu. Quando alguém recebe um troféu, isso é feito publicamente. Ao ser exposto, é como se quem o conquistou dissesse: “Vejam o que fiz, vejam o que consegui!” Nós somos troféus da graça de Deus, e Ele quer nos apresentar. Por toda a eternidade, Deus mostrará os salvos aos mundos não caídos como troféus de Sua graça. Seremos a prova de que Deus é amor. Lembre-se disso hoje!

MEDITAÇÃO DIÁRIA

https://mais.cpb.com.br/meditacao/trofeus-de-cristo/
26 de janeiro
https://youtu.be/_FeEe1YT_wY
•••

Nenhum comentário:

A OBRA DE CRISTO NO CÉU

A OBRA DE CRISTO NO CÉU Tendo, pois, Jesus, o Filho de Deus, como grande Sumo Sacerdote que adentrou os Céus [...], aproximemo-nos do trono ...