sábado, 9 de março de 2024

Um mapa com muita gente

 Devocional Diário

Um mapa com muita gente

Naquele mesmo dia, o Senhor fez aliança com Abrão, dizendo: “À sua descendência dei esta terra, desde o rio do Egito até o grande rio Eufrates.” Gênesis 15:18

Há uma pequena moeda em Israel que suscitou muita polêmica. A moeda de 10 agorot é uma cópia de outra moeda muito antiga, da época de Antígono Matatias (que reinou de 40 a 37 a.C.). O problema é que nela aparece o mapa a que o texto de Gênesis 15:18 faz referência. Ao sul, o mapa faz limite com o Egito e, ao norte, com o Iraque. Para alguns, esse mapa era interpretado como uma mensagem expansionista do estado de Israel e, como costuma acontecer com questões de fronteiras, o debate se tornou o prato do dia. Mas a promessa feita a Abraão fala do estado de Israel? Não, a promessa fala da descendência de Abraão. E Abraão é o pai de muitos povos.

Isaque era o filho da promessa. Dele surgiriam os descendentes de Jacó, que se converteriam em hebreus e, posteriormente, em judaítas (os que viviam em Judá), israelitas (os que viviam no reino do norte), samaritanos (os que se mesclaram com povos pagãos) e os judeus (os que retornaram do exílio). Ismael era o filho de Agar e pai das comunidades do deserto. Dele surgiriam os povos árabes. Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Isbaque e Sua eram filhos de Quetura. Deles vieram os nômades do sul, dos quais se destacam os midianitas. Ou seja, a aliança era tanto para os judeus quanto para os árabes.

Seria gente demais para um mapa? Não. Primeiro, porque nos mapas de Deus cabem todo o mundo. No que se refere à criação, todas as pessoas são Seus filhos, sejam quais forem suas crenças, tradições ou culturas. Um sabra de Jaffa é filho de Deus. Um judeu ortodoxo de Mea Shearim é filho de Deus. Também um sunita de Amã ou um xiita do Hezbollah. Segundo, porque a promessa falava muito mais do que apenas sobre geografia: falava de uma relação com Deus. Todos, absolutamente todos, somos chamados para desfrutar dessa relação, pois todos precisamos dela.

Assim como aconteceu com o patriarca, hoje Deus propõe uma aliança a você em que os espaços são abertos, o relacionamento é vivo e prazeroso, e em que a fé leva você à convicção. Aproveite a oportunidade e faça agora uma aliança com o Eterno. Será o melhor negócio de sua vida! 

Vislumbres da eternidade
de março
https://mais.cpb.com.br/meditacao/um-mapa-com-muita-gente/
•••

Nenhum comentário:

Beleza interior

  Devocional Diário Beleza interior Quão grande é a Sua bondade! E quão grande é a Sua formosura! Zacarias 9:17 A estética é muito important...