quarta-feira, 12 de abril de 2023

Jó 18 Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Jó 18
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


JÓ 18 – Quando você estuda um texto bíblico, é muito importante analisar toda a Bíblia. Sem esse exercício, pode-se cair facilmente em armadilhas do próprio diabo (Mateus 4:6). Como acontece a Bildade!

Leia com atenção o discurso dele, baseado na suposição de que o sofrimento é exclusivamente resultado direto de pecados pessoais.

Em Jó 18, Bildade chamou Jó de insensato/tolo, alegando estar colocando-se acima de Deus; classificou como ímpia a atitude de Jó; e, falou da punição inevitável que o perverso recebe por seus pecados.

Enquanto Bildade acusa Jó de pecado e insinua que ele realmente era merecedor do sofrimento que estava enfrentando, o salmista diz que Deus está perto de quem tem o coração quebrantado, e salva os de espírito contrito (Salmo 34:18).

Enquanto Bildade afirma veementemente que o sofrimento é resultado de um pecado pessoal, o apóstolo Paulo afirma que o sofrimento faz parte da experiência cristã (Filipenses 1:29).

Os justos passam por tribulações, e Deus precisa livrá-los delas; as aflições nem sempre são consequências diretas de algum erro cometido contra Deus; elas podem, ao contrário, resultarem da fidelidade a Deus (Salmo 34:17; Apocalipse 2:10). João foi preso numa ilha de segurança máxima, lugar de prisioneiros de alta periculosidade justamente por pregar a Palavra divina (Apocalipse 1:9).

Os justos passam sim por muitas aflições, e precisam que Deus os livre de todas – devido a serem maiores que suas próprias habilidades de livrarem-se delas. O apóstolo Paulo escreveu algo positivo sobre as tribulações, que deixa horrorizados os simpatizantes de Bildade: “Nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança. E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou Seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que Ele nos concedeu” (Romanos 5:3-5).

O apóstolo Pedro vai na jugular da teologia de Bildade ao declarar: “Amados, não se surpreendam com o fogo que surge entre vocês para prová-los, como se algo estranho estivesse acontecendo. Mas alegrem-se à medida que participam dos sofrimentos de Cristo, para que também, quando a Sua glória for revelada, vocês exultem com grande alegria” (I Pedro 4:12-13).

Se Bildade tivesse usado corretamente a teologia, suas palavras teriam sido bálsamo ao coração de Jó. Interessante não?

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Jovens a serviço

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/jovens-a-servico/ Jovens a serviço Expondo estas ...