sábado, 4 de maio de 2024

Ezequiel 40 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Ezequiel 40
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


EZEQUIEL 40 – A visão escatológica deste capítulo revela uma narrativa simbólica que transcende a história judaica antiga, apontando para eventos e significados espirituais ao longo da história da igreja cristã.

A libertação e reavivamento dos capítulos anteriores resultaram no Templo restaurado; suas medidas, portões e câmaras são detalhes simbolizando a restauração espiritual do povo de Deus. Os portões mencionados indicam oportunidades de entrada na comunhão com Deus. As medidas específicas do Templo sugerem a precisão e a perfeição do plano divino para a redenção da humanidade.

Assim, Ezequiel 40 lembra-nos que, mesmo em meio às provações e decadência espiritual, Deus continua trabalhando para restaurar e renovar Seu povo, conduzindo-o à comunhão mais profunda e uma vida de plena santidade.

Considerando Ezequiel 40 em paralelo com Apocalipse, Mateus Felipe Cordeiro Caetano Pinto salienta que “Ezequiel é colocado em um alto monte, onde ele vê uma cidade (v. 2; cf. Ap 21:10). Surge a figura de um homem, com a aparência como de bronze, e este homem tem uma cana medidora (v. 3; cf. Ap 21:15). O anjo passa então a medir a estrutura do templo e a especificar cada detalhe. Assim como o templo que Ezequiel vê, a Nova Jerusalém é descrita como quadrangular (Ap 21:16). O próprio João faz uma comparação entre a Nova Jerusalém e o tabernáculo: ‘Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles’ (Ap 21:3b)”.

Desta perspectiva apocalíptica, podemos extrair as seguintes aplicações:

• O paralelo entre Ezequiel 40 e Apocalipse 21 nos fala da esperança da Nova Jerusalém, onde Deus habitará com Seu povo. Essa esperança nos sustenta durante os momentos difíceis, lembrando-nos de que um dia estaremos na presença de Deus para sempre – sem obstáculos – livres de toda dor e sofrimento.
• Ezequiel 40 nos mostra que, apesar das dificuldades e da decadência espiritual que podemos enfrentar, Deus está sempre comprometido em restaurar e renovar Seu povo. Isso nos traz uma mensagem de esperança profunda, especialmente quando enfrentamos desafios pessoais, crises de fé ou momentos de desânimo.
• Assim como o Templo restaurado simboliza a restauração espiritual, podemos confiar que mesmo nos momentos mais sombrios, Deus está trabalhando para nos restaurar espiritualmente.

Portanto, temos razões para reavivarmo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Amigos para toda a vida

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 25 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/amigos-para-toda-a-vida/ Amigos para toda a vida ...