segunda-feira, 4 de dezembro de 2023

TRÊS PECADOS

 MEDITAÇÃO DIÁRIA 

4 de dezembro

TRÊS PECADOS

Vai alta a noite, e o dia vem chegando. Deixemos, pois, as obras das trevas [...]. Vivamos dignamente, [...] não em discórdias e ciúmes. Mas revistam-se do Senhor Jesus Cristo. Romanos 13:12-14

Quando pensamos em pecado, logo nos lembramos da lei de Deus, “porque o pecado é a transgressão da lei” (1Jo 3:4). Sabemos que há uma variedade de pecados. Alguns deles se destacam e são considerados grandes pecados, como o assassinato, o roubo, o adultério e a adoração de imagens. Outros podem ser menos perceptíveis, mas muito danosos. É o caso do ciúme, da inveja e da cobiça. Como costumamos dizer, eles “são farinha do mesmo saco” e frequentemente aparecem juntos.

Ciúme diz respeito a algo que a pessoa tem, enquanto a inveja e cobiça se referem a algo que ela não tem. O ciúme é um misto de receio e tristeza pela perda ou ameaça da perda daquilo que é nosso ou que julgamos que nos pertença. É comum estar presente nas relações entre casais, embora aconteça também em outros tipos de relacionamento. Ele nem sempre é pecaminoso. Quando ocorre uma traição, o sentimento de ciúme que surge naquele que foi traído é legítimo (Pv 6:32-35). A Bíblia revela que o próprio Deus sente esse ciúme quando Seu povo se afasta Dele para adorar ídolos (Ez 16:36, 42). Porém, quando alguém fica imaginando coisas e desconfiando sem razão, comete pecado (Rm 13:13; 1Co 3:3; Gl 5:19, 20).

Inveja é a tristeza que advém pelo fato de outros possuírem algo que não temos. Acompanhada de falsidade, calúnia e ódio, costuma resultar em “confusão e toda espécie de coisas ruins” (Tg 3:16). A inveja foi o primeiro pecado no Céu e o primeiro pecado na Terra.

Cobiça é o desejo ardente e imoderado de possuir algo que não é nosso. Ela é proibida pelo décimo mandamento. Está na base de todos os pecados. Quando alguém furta, é certo que antes cobiçou algo que não era seu. Quando adultera, cobiçou um corpo que não lhe pertence. Quando transgride o sábado, cobiçou um tempo que pertence a Deus.

O segredo para vencermos esses pecados é nos revestirmos de Cristo, ou seja, tê-Lo tão perto de nós como a roupa que vestimos. Ele é capaz de nos dar o perdão e o poder de que precisamos para vencer. Hoje, peça a Jesus que revista você com Sua graça e Seu poder.

https://youtu.be/awUApQe7VBU?si=oImiSVyOysDqNF_Y

Nenhum comentário:

Lecitina espiritual

DEVOCIONAL DIÁRIO - VISLUMBRES DA ETERNIDADE  27 de fevereiro Lecitina espiritual    Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Por isso,...