domingo, 19 de novembro de 2023

Cântico dos Cânticos 4 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Cântico dos Cânticos 4
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


CÂNTICO DOS CÂNTICOS 4 – Este capítulo fala do amor matrimonial. “Aqui se enfatiza a beleza do amor conjugal”, argui Merrill Unger. Desta forma, o livro leva-nos às nossas origens.

A Bíblia Andrews comenta que...

“Em Cântico dos Cânticos, voltamos ao Jardim do Éden. O livro retrata o ideal edênico para o amor sexual humano mesmo após a queda, com os seguintes componentes teológicos: (1) a sexualidade foi criada por Deus; (2) a sexualidade se expressa em um relacionamento heterossexual e monogâmico; (3) igualdade plena dos dois parceiros no relacionamento amoroso; (4) sexualidade holística, na qual os cônjuges necessitam que o outro se entregue por inteiro e que o amor envolva todo o ser (não só o físico); (5) o amor sexual como um relacionamento exclusivo, permanente e íntimo; (6) sexualidade com o fim principal de expressar amor, não de procriar; (7) a sexualidade como um presente pleno, belo e alegre de Deus”.

Baseando-se no capítulo em pauta, extraímos importantes princípios de vida. Considere:

• Reconheça e elogie as características que você acha belas em seu cônjuge.
• Busque desenvolver a habilidade de apreciação mútua da beleza física e interior.
• Aprimore a capacidade de expressar teus sentimentos de amor e apreço de forma positiva.
• Aprenda a usar palavras edificantes para comunicar o quanto seu cônjuge é importante.
• Cultive aceitação mútua, reconhecendo as imperfeições e amando teu cônjuge incondicionalmente.
• Desenvolva intimidade emocional profunda, compartilhando corretamente teus pensamentos, sentimentos e sonhos mais íntimos.
• Demonstre cuidado e proteção para com teu cônjuge, garantindo que ele se sinta amado e seguro.
• Respeite a individualidade de seu cônjuge e celebre as diferenças que contribuem para a complementaridade na relação.
• Mantenha a chama romântica acesa, praticando gestos afetuosos e românticos para manter viva a paixão um pelo outro.
• Reconheça as realizações e esforços de seu cônjuge, incentivando um relacionamento saudável e construtivo.

Ellen White contribui muito com estes ideais ao afirmar: “Todos os que se casam com santo propósito – marido para conquistar as puras afeições do coração da esposa; a esposa para abrandar e aperfeiçoar o caráter do seu esposo e ser-lhe complemento – preenchem o propósito que Deus tem para eles”.

Muitas pessoas fazem tudo errado na ilusão de que tudo vai dar certo. Como precisamos aprender a viver o propósito divino! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

O melhor argumento

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 14 de junho https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-melhor-argumento/ O melhor argumento Assim é a...