sexta-feira, 4 de agosto de 2023

O CAMINHO DE CAIM

 Meditação Diária

4 de agosto

O CAMINHO DE CAIM

Então o Senhor lhe disse: “Por que você anda irritado? [...] Se fizer o que é certo, não é verdade que você será aceito? Mas, se não fizer o que é certo, eis que o pecado está à porta, à sua espera. O desejo dele será contra você, mas é necessário que você o domine.” Gênesis 4:6, 7

Na história da primeira família, costumamos nos identificar com Abel, que era justo, mas a ênfase do texto está em Caim. Ele é o personagem principal. Caim nos representa. Ele foi o primeiro em muitos aspectos. Foi o primeiro a nascer neste mundo, o primeiro a ter um pai e uma mãe. É sobre Caim o primeiro registro de alguém que levou uma oferta ao Senhor, e ele foi o primeiro cuja oferta Deus recusou, porque não foi acompanhada por fé (Hb 11:4). De fato, as Escrituras o apresentam como o mais antigo exemplo daqueles que não creem em Deus (Jd 5-13). Ele também foi o primeiro homem a ficar irado, e essa ira foi despertada pela inveja.

Conforme o texto de hoje, Deus diz a Caim que o pecado “está” à porta. Na língua original, esta é a mesma palavra usada para se referir a uma cobra pronta para dar um bote. O pecado está perto. Se dermos um passo em falso, ele nos atacará e nos transmitirá seu veneno. Nesse diálogo, Deus lembra a Caim que ele tem duas opções. Ele lhe disse: “Se fizer o que é certo…” e: “Se não fizer o que é certo…” (Gn 4:7). Caim podia escolher, e optou por proceder mal. Suas obras eram más, e ele é posto como o primeiro exemplo de quem desobedece ao mandamento de amar os outros (1Jo 3:11, 12). Ele foi o primeiro homem a cometer assassinato.

O texto de Gênesis mostra que o pecado é acompanhado por maldição. Porém, revela que, quando estamos em pecado, mesmo em casos gravíssimos, Deus Se importa e intervém. Assim, Ele tomou a iniciativa de conversar com Caim da mesma forma que fizera com seus pais, após haverem pecado. Deus nos questiona. Foi por isso que Ele perguntou a Caim: “O que foi que você fez?” (Gn 4:10). Essa foi a mesma pergunta feita a Eva depois que ela Lhe desobedeceu (Gn 3:13).

Deus não puniu Caim imediatamente. Pelo contrário, pôs nele um sinal para protegê-lo da morte. Caim pôde continuar com vida por muito tempo, mas nunca se arrependeu. Nunca se voltou para Deus. A vida que teve e as escolhas que fez são chamadas de “o caminho de Caim” (Jd 11). Não o sigamos!

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-caminho-de-caim/

Nenhum comentário:

Dor de coração

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 24 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/dor-de-coracao/ Dor de coração O cetro não se ar...