quinta-feira, 2 de março de 2023

ALEGRIA NO CÉU

ALEGRIA NO CÉU


Alegrem-se comigo, porque já achei a minha ovelha perdida. Lucas 15:6

Lucas 15 é um dos capítulos mais conhecidos e amados de toda a Bíblia. Nele encontramos três parábolas. Embora possam ser estudadas isoladamente, algumas de suas lições só podem ser captadas quando temos uma visão do conjunto. As três destacam o amor de Deus. As duas primeiras apresentam o amor que sai à procura, e a terceira enfatiza o amor perdoador. A parábola da ovelha ilustra o amor de Jesus, deixando os Céus e vindo a este mundo, arriscando Sua vida para salvar o ser humano. A da dracma retrata a obra amorosa do Espírito Santo que, iluminando e buscando com diligência, procura reconquistar o pecador. E a do filho pródigo destaca o amor perdoador do Pai.

Elas salientam o valor que uma pessoa tem para Deus: o pastor arriscou a vida para salvar uma única ovelha; a mulher se empenhou ao máximo e fez tudo quanto pôde para achar aquela dracma; e o pai recebeu da melhor maneira seu filho e fez uma grande festa para celebrar a volta daquele que havia partido. Isso deve nos lembrar que, “se houvesse apenas uma alma perdida, Cristo teria morrido por ela” (Parábolas de Jesus, p. 104 [187]).

Esse texto é conhecido como o capítulo dos perdidos, porque todas as suas parábolas falam de algo perdido. A primeira conta de um animal perdido; a segunda, de um objeto perdido; e a terceira, de um homem perdido. Mas podemos chamá-lo de “o capítulo da alegria”, uma vez que todas as histórias têm um final feliz. O pastor, ao achar a ovelha, retorna cheio de júbilo; a mulher, após encontrar sua moeda, convida as amigas para que se alegrem com ela; o pai, porque o filho voltou, organiza uma festa para que todos possam se alegrar. Se você já passou pela experiência de recuperar algo de valor, então pode compreender o contentamento desses personagens. Essa nota de alegria do pastor, da mulher e do pai reflete a alegria que há no coração de Deus quando um pecador se arrepende.

Os três relatos terminam com final feliz e com vitória: a ovelha foi devolvida ao curral; a dracma, a seu devido lugar; e o filho pródigo voltou ao lar. O mesmo se dará no que diz respeito ao plano da redenção. A humanidade será restaurada à imagem do Criador, e o próprio Universo retornará à perfeição original. Por isso, podemos nos alegrar!

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

2 de março
https://mais.cpb.com.br/meditacao/alegria-no-ceu/
 
https://youtu.be/xFxG84FZTfw
•••••

Nenhum comentário:

Teoceno

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 24 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/teoceno/ Teoceno Nós, porém, segundo a promessa d...