segunda-feira, 21 de novembro de 2022

1 Reis 21 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica - 1 Reis 21
Comentário
Pr Heber Toth Armí

I REIS 21 – Uma vida frustrada geralmente está pautada sobre os ditames da própria vontade, que é uma constante independência de Deus.

Fazer o que dá vontade pode dar a sensação de liberdade, todavia não passa de ilusão e leva à destruição dos outros e de si mesmo. Utilizar o poder que oprime implica em trilhar o caminho da ruína.

A trajetória de Israel foi marcada pela desobediência escancarada desde o início – isso traria o risco de perder a Terra Prometida. O desprezo às orientações divinas quanto à erradicação do pecado e dos influenciadores pagãos deu-se pelas alianças estrangeiras e casamentos mistos. O casamento do rei Acabe com Jezabel foi a desgraça de Israel.

O desejo ambicioso de Acabe foi satisfeito com a crueldade de sua esposa, a qual usou seu poder de rainha para um obstinado e pervertido benefício pessoal (I Reis 21:1-16).

A morte de Nabote e o roubo de sua vinha aconteceram mediante influência de Jezabel, que faz uso incorreto das leis de Deus dadas a Israel. Nabote foi morto sob o pretexto da religião verdadeira assim como milhares de mártires no decorrer da história do cristianismo. Muitos políticos como Jezabel utilizaram-se da religião e de suas premissas para praticar atrocidades na sociedade, contrárias à religião bíblica.

Contudo, Deus observa as injustiças que ocorrem no mundo. Através de Elias, Ele enviou mensagem de juízo ao casal cruel e perverso. As palavras duras surtirem algum efeito em Acabe, mas não em Jezabel (I Reis 21:17-29).

“Quando o Céu pronuncia um juízo, ele é, na maioria das vezes, condicional. Se há arrependimento sincero, Deus perdoa, e o juízo pode ser evitado (Jr 18:7, 8; Jn 3:4-5, 10). Acabe teve a satisfação de saber que o destino predito seria adiado, ao menos temporariamente” (CBASD).

A humildade diante da repreensão divina recebe nova oportunidade. Deus não ignora um coração que se humilha, ainda que essa humildade possa ser apenas por medo das consequências da própria maldade. O mínimo de reconhecimento e arrependimento suscita grande misericórdia de Deus, visível na história de Acabe e do filho pródigo (Lucas 15:11-24).

Humilhar-se diante de Deus é a melhor resposta que pecadores podem Lhe dar! Acabe demorou a responder corretamente perante Deus.

Devemos reavivarmo-nos antes que seja tarde demais! – Heber Toth Armí.

#ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

A PUREZA INFINITA

  A PUREZA INFINITA E todo o que tem essa esperança Nele purifica a si mesmo, assim como Ele é puro. 1 João 3:3 Ao terminar o discurso, Jesu...