quarta-feira, 24 de agosto de 2022

O COMPASSIVO

 O COMPASSIVO

O Senhor é compassivo e bondoso; tardio em irar-Se e rico em bondade. Salmo 103:8

Deus fez a parte Dele para a obra de salvação de homens e mulheres. Agora Ele pede a cooperação da igreja. Há o sangue de Cristo, a Palavra da verdade, o Espírito Santo e pessoas a perecer. Todo seguidor de Cristo tem um papel a cumprir no trabalho de levar homens e mulheres a aceitar as bênçãos que o Céu proporcionou. Devemos examinar a nós mesmos de perto a fim de verificar se temos feito essa obra. Devemos questionar os motivos e as ações da vida. Não há muitos quadros desagradáveis pendurados nos corredores da memória? […]

Cristo e o amor Dele não foram retirados da sua vida até uma forma mecânica assumir o lugar do serviço de coração? Onde está o fogo da alma que vocês sentiam antes ao mencionar o nome de Jesus? No frescor da dedicação inicial, quão intenso era o seu amor pelas pessoas! Com que avidez buscavam mostrar a elas o amor do Salvador. A ausência desse amor os tornou frios, críticos e exigentes. Tentem conquistá-lo de volta e então se esforcem para conduzir homens e mulheres a Cristo. Caso se recusem a fazer isso, outros que tiveram menos luz, experiências e oportunidades se apresentarão para ocupar o seu lugar e fazer aquilo que tem sido negligenciado. Pois é necessário cumprir a obra de salvar os tentados, provados e prestes a perecer. Cristo oferece o serviço à Sua igreja. Quem o aceitará?

Deus não Se esqueceu das boas ações e das vezes em que a igreja negou o próprio eu no passado. Tudo está registrado lá no alto. Mas isso não basta. Elas não salvarão a igreja se ela deixar de cumprir a missão. A menos que a cruel negligência e indiferença manifestas no passado cessem, a igreja, em vez de prosseguir de força em força, continuará a se degenerar em fraqueza e formalidade. […]

Irmãos, sem dúvida a luz da sua lâmpada tremulará, e seu brilho diminuirá até se extinguir em trevas, a menos que vocês façam esforços decididos de reforma. “Lembre-se, pois, de onde você caiu. Arrependa-se e volte à prática das primeiras obras” (Ap 2:5a). A oportunidade agora apresentada pode ser curta. Se este tempo de graça e arrependimento passar sem mudanças, a advertência é dada: “Se você não se arrepender, virei até você e tirarei o seu candelabro do lugar dele” (v. 5b). Essas palavras são proferidas por um Deus longânimo e Compassivo (Review and Herald, 30 de novembro de 1886).

PARA REFLETIR: Você ainda se empolga na presença do Salvador e quando vê perdidos serem salvos?
https://youtu.be/x8ycscVHYyU

MEDITAÇÃO DIÁRIA

24 de agosto
https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-compassivo/

Nenhum comentário:

O CONSUMADOR DA OBRA

  MEDITAÇÃO DIÁRIA O CONSUMADOR DA OBRA Quando Jesus tomou o vinagre, disse: “Está consumado!” João 19:30 O Senhor não vem a este mundo com ...