quinta-feira, 7 de julho de 2022

O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE

 O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE

Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados. Efésios 5:1

Se o povo que viveu antes do Dilúvio tivesse obedecido à Palavra de Deus, não teria perecido nas águas diluvianas. Se os israelitas tivessem obedecido à Palavra de Deus, Ele teria derramado sobre eles bênçãos especiais. Mas eles caíram em consequência da condescendência com o apetite e a paixão. Não foram obedientes à Palavra de Deus. A condescendência com o apetite pervertido os levou a numerosos e graves pecados. Se eles tivessem considerado primeiramente os reclamos de Deus e depois as suas necessidades físicas em submissão à escolha divina do alimento apropriado para eles, certamente nenhum deles teria sucumbido no deserto. Teriam sido estabelecidos na boa terra de Canaã como um povo santo e feliz, sem nenhum indivíduo fraco em todas as suas tribos.

O Salvador do mundo tornou-Se pecado pela humanidade. Ao tornar-Se Substituto da humanidade, não manifestou Seu poder como Filho de Deus, mas enfileirou-Se entre os filhos dos homens. Deveria suportar a prova da tentação como homem, em favor do ser humano, sob as mais difíceis circunstâncias, e deixar um exemplo de fé e perfeita confiança em Seu Pai celestial. Cristo sabia que o Pai Lhe supriria alimento quando fosse para Sua glória. Nessa severa provação, quando a fome O pressionava além da medida, não diminuiria prematuramente uma partícula da prova que Lhe foi dada, exercendo Seu divino poder.

O ser humano caído, quando colocado em apuros, não tem poder para operar milagres em seu próprio benefício, a fim de salvar-se da dor ou angústia, ou obter vitórias sobre seus inimigos. Era propósito de Deus testar e provar a humanidade e dar-lhe a oportunidade de desenvolver o caráter, levando-a frequentemente a situações de prova, para testar sua fé e confiança em Seu amor e poder. A vida de Cristo era de uma conduta perfeita. Estava sempre ensinando a homens e mulheres, por Sua palavra e Seu exemplo, que deviam depender de Deus e que Nele deveriam depositar sua fé e firme confiança (No Deserto da Tentação, p. 38, 39 [43, 44]). 

PARA REFLETIR: Jesus escolheu voluntariamente experimentar cada desafio e condição extrema humana a fim de ajudá-lo a desenvolver o caráter nos momentos difíceis da vida. Você deu a Jesus permissão para que hoje seja um dia de edificação do caráter?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

7 de julho

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-substituto-da-humanidade/

Nenhum comentário:

O REPRESENTANTE NOS CÉUS

   O REPRESENTANTE NOS CÉUS Pai, a Minha vontade é que, onde Eu estou, também estejam Comigo os que Me deste. João 17:24 Deus tem uma igreja...