segunda-feira, 6 de junho de 2022

O PRECIOSO FILHO DE DEUS

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

6 de junho

https://mais.cpb.com.br/meditacao/58029/

O PRECIOSO FILHO DE DEUS

O centurião e os que com ele guardavam Jesus, vendo o terremoto e tudo o que se passava, ficaram possuídos de grande temor e disseram: “Verdadeiramente este era o Filho de Deus.” Mateus 27:54

Quem pode compreender o amor aqui manifestado! A multidão angélica contemplou com assombro e dor Aquele que havia sido a majestade do Céu e usado a coroa de glória, usando agora a coroa de espinhos, vítima ensanguentada da ira de uma turba enfurecida, inflamada até à loucura pelo ódio de Satanás. Contemplem o paciente Sofredor! Tem na cabeça a coroa de espinhos. O sangue corre-Lhe de toda lacerada veia. Tudo isso em consequência do pecado! Nada poderia ter induzido Cristo a abandonar a honra e majestade que tinha no Céu e vir a um mundo pecador para ser desdenhado, desprezado e rejeitado por aqueles a quem veio salvar, finalmente sofrendo na cruz, senão o amor eterno, redentor, que permanecerá para sempre um mistério.

Maravilhe-se, ó Céu, e assombre-se, ó Terra! Eis o opressor e o oprimido! Vasta multidão circunda o Salvador do mundo. Escárnios e zombarias misturam-se com as vulgares imprecações de blasfêmias. Seu humilde nascimento e Sua vida são comentados por insensíveis vilões. Sua declaração de ser o Filho de Deus é ridicularizada pelos principais sacerdotes e anciãos, e gracejos vulgares e zombarias ofensivas passam de boca em boca. Satanás estava exercendo inteiro controle na mente de seus servos. Para fazê-lo eficazmente, começa com o sumo sacerdote e os anciãos, inspirando-lhes o delírio religioso. Eles são movidos pelo mesmo espírito satânico que instiga os mais vis e endurecidos pecadores. Há nos sentimentos de todos uma corrupta harmonia, desde os sacerdotes e anciãos hipócritas até os mais degenerados. Cristo, o precioso Filho de Deus, foi conduzido, e a cruz colocada em Seus ombros. A cada passo, escorria sangue de Seus ferimentos. […]

Nem uma palavra respondeu Jesus a tudo isso. Enquanto os pregos estavam sendo cravados em Suas mãos, e gotas do suor da agonia saíam de Seus poros, dos lábios pálidos e trementes do inocente Sofredor soltou-se uma oração de amor perdoador em benefício de Seus assassinos: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (Lc 23:34) (Testemunhos Para a Igreja, v. 2, p. 207-209).

PARA REFLETIR: Se Jesus suportou tanto por você, por que às vezes é tão difícil sofrer por Ele?

Nenhum comentário:

O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE

 O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados. Efésios 5:1 Se o povo que viveu antes do Dilúvio tivesse...