segunda-feira, 13 de junho de 2022

A ESPERANÇA DE ISRAEL

A ESPERANÇA DE ISRAEL

Rabi, sabemos que o senhor é Mestre vindo da parte de Deus, porque ninguém pode fazer estes sinais que o senhor faz, se Deus não estiver com ele. João 3:2

   Se não houvesse nada mais, em todas as Escrituras, que apontasse claramente o caminho para o Céu, nós o teríamos aqui nestas palavras [Jo 3:1-16]. Elas nos dizem o que é conversão. Declaram-nos o que temos de fazer para ser salvos. E, meus amigos, desejo dizer a vocês que isso atinge diretamente a raiz da obra superficial no mundo religioso. Opõe-se diretamente à ideia de que podemos nos tornar filhos de Deus sem alguma modificação especial. É efetuada em nós uma nítida mudança se a verdade de Deus encontrou guarida em nosso coração, pois ela exerce uma influência santificadora sobre a vida e o caráter. Quando vemos os frutos da justiça naqueles que alegam possuir uma verdade avançada, como é o nosso caso, haverá um procedimento que testifica que temos aprendido de Cristo.

   Quando Cristo, a Esperança de Israel, foi suspenso na cruz e levantado segundo Ele havia dito a Nicodemos, a esperança dos discípulos morreu com Jesus. Eles não conseguiam explicar a questão. Não conseguiam compreender tudo que Cristo de antemão lhes dissera a esse respeito.

   No entanto, após a ressurreição, suas esperanças e fé reviveram, e saíram proclamando a Cristo e Este crucificado. Contaram como o Senhor da vida e glória foi preso e crucificado por mãos perversas, mas ressuscitou dentre os mortos. E assim, com grande intrepidez, eles proferiam as palavras de vida que causavam muita admiração ao povo.

   Os fariseus e os que ouviram os discípulos proclamar ousadamente que Jesus era o Messias deduziram que eles haviam estado com Ele e Dele aprendido. Eles falavam exatamente como Jesus falava. Isso assentou na mente daqueles que estes haviam aprendido de Jesus. O que tem acontecido com os Seus discípulos em todas as épocas do mundo? Ora, eles têm aprendido de Jesus, estado em Sua escola, sido Seus alunos e aprendido as lições de Cristo quanto à viva ligação do coração com Deus. Essa fé viva é essencial à nossa salvação, para que nos apeguemos aos méritos do sangue do Salvador crucificado e ressurreto, a Cristo, justiça nossa (Fé e Obras, p. 49, 50 [63, 64]).

PARA REFLETIR: Se alguém que não o conhece o observasse por uma semana, essa pessoa concluiria que você tem “aprendido de Jesus”?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

Segunda-feira, 13 de junho

Nenhum comentário:

O SOBERANO DO CÉU

   O SOBERANO DO CÉU Eu e o Pai somos um. João 10:30 Todo o Céu se alegrava em refletir a glória do Criador e celebrar Seu louvor. Enquanto ...