domingo, 29 de maio de 2022

Números 19 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Números 19

Comentário Pr Heber Toth 

NÚMEROS 19 – Oposição contra liderança eclesiástica não é pecado insignificante. Murmurações, reclamações e acusações contra líderes espirituais exigem rigorosa purificação, despertando assim a noção da podridão da alma de tais pessoas.  

Eugene Merrill oferece-nos a seguinte análise: 

“Várias vezes, Israel rebelou-se contra os líderes escolhidos por Deus, sofrendo julgamento (16:1-50)”; tal pecado alastra-se como praga, “o povo rebelou-se em Taberá e em Quibrote-Hataavá (11:3, 34). Desafiou a autoridade de Moisés como representante da aliança (cap. 12). Rejeitou o relato dos espias que incentivavam a conquista da terra de Canaã (14:1-10). Rejeitou a função sacerdotal de Arão (cap. 16)... Cada caso de rebeldia era recebido com desgosto divino e punição... A congregação contestou de novo a escolha divina dos líderes. Quando o bordão de Arão (o símbolo da tribo de Levi) brotou e floresceu, ficou claro que a linhagem sacerdotal estava nele e em sua família e em ninguém mais (17:1-13). Terminada essa crise, era de novo necessário detalhar os deveres e privilégios dos sacerdotes e levitas (18:1-32). Isso levou naturalmente a uma discussão de outras questões cultuais, em especial a purificação (19:1-22). Isso exigia coisas como a morte de uma bezerra vermelha como oferta pelo pecado, sendo aplicável à impureza causada pelo contato com um cadáver (19:11-13) e à terra contaminada pela morte de alguém em seu interior (19:14-19)”.

Quem não se arrepende e se purifica conforme o caminho apontado por Deus, “será eliminado da assembleia, pois contaminou o santuário do Senhor” (Números 19:20). “Vocês não sabem que os perversos não herdarão o reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus”; somente aqueles que “foram lavados..., santificados..., [e] justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito de nosso Deus” (1 Coríntios 6:9-11).

O vermelho que revela a impureza do pecado precisa ser sacrificado, a fim de que o pecador seja purificado. A novilha apontava a Cristo, O Qual assumiu nosso pecado, derramando Seu puro e precioso sangue com objetivo de purificar-nos. Com a novilha vermelha, sangue e água, o foco de Deus promovia a purificação, possibilitando a restauração/salvação do pecador (Hebreus 9:11-14). 

Portanto, arrependamo-nos, reavivemo-nos, santifiquemo-nos urgentemente! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

O AUXILIADOR INFINITO

O AUXILIADOR INFINITO Grande é o Senhor nosso e mui poderoso; o Seu entendimento não se pode medir. Salmo 147:5 Muitos supõem que a religião...