sábado, 28 de maio de 2022

O COMPANHEIRO DIVINO

 O COMPANHEIRO DIVINO

E eis que estou com vocês todos os dias até o fim dos tempos. Mateus 28:20

Trazemos em nosso corpo a morte de Jesus Cristo, que para nós é vida, salvação e justiça. Onde quer que vamos há uma recordação Daquele que nos é querido. Estamos em Cristo por uma fé viva. Ele habita em nosso coração pela nossa apropriação individual da fé. Temos a companhia da presença divina e, ao reconhecermos essa presença, nossos pensamentos são levados cativos a Jesus Cristo. Nossos exercícios espirituais estão de acordo com a intensidade de nosso senso dessa companhia. Enoque andou dessa maneira com Deus; e Cristo habita em nosso coração pela fé quando consideramos o que Ele é para nós, e que obra por nós tem realizado no plano da redenção. Seremos muito felizes se cultivarmos o senso dessa grande dádiva de Deus ao nosso mundo e a nós pessoalmente.

Esses pensamentos têm um poder controlador sobre todo o caráter. Desejo impressionar a mente de vocês com o fato de que sempre podem ter um Companheiro divino se assim quiserem. “Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? Porque nós somos santuário do Deus vivo, como Ele próprio disse: ‘Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo’” (2Co 6:16). E à medida que a mente se demora em Cristo, o caráter é moldado à semelhança divina. Os pensamentos são saturados do senso de Sua bondade e de Seu amor. Contemplamos Seu caráter e assim Ele está em todos os nossos pensamentos. Seu amor nos rodeia. Se olharmos ainda que por um momento para o Sol em sua glória meridiana, ao desviarmos os olhos, em tudo que olharmos aparecerá a imagem do Sol.

O mesmo se dá quando contemplamos Jesus. Tudo para que olhamos reflete Sua imagem, o Sol da Justiça. Não podemos ver nenhuma outra coisa nem falar de qualquer outra coisa. Sua imagem está impressa na retina da alma e afeta cada parte de nossa vida diária, suavizando e sub-jugando toda a nossa natureza. Contemplando, ajustamo-nos à semelhança divina, a saber, à semelhança de Cristo. A todos aqueles com quem nos associamos refletimos os brilhantes e alegres raios de Sua justiça. Nosso caráter foi transformado; pois o coração, a alma e a mente são iluminados pelos reflexos Daquele que nos amou e a Si mesmo Se entregou por nós (Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, p. 388, 389).

PARA REFLETIR: Quando você separará tempo hoje para demorar o seu olhar em Jesus?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

28 de maio

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-companheiro-divino/

Nenhum comentário:

O SOBERANO DO CÉU

   O SOBERANO DO CÉU Eu e o Pai somos um. João 10:30 Todo o Céu se alegrava em refletir a glória do Criador e celebrar Seu louvor. Enquanto ...