quarta-feira, 4 de novembro de 2020

O PECADO CONTRA O ESPÍRITO SANTO

MEDITAÇÃO DIÁRIA

4 de novembro

O PECADO CONTRA O ESPÍRITO SANTO

Todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada. Mateus 12:31

Inquieto com a preocupação de ter ou não cometido o pecado contra o Espírito Santo, certo homem procurou seu pastor. “O que é o pecado contra o Espírito Santo?”, perguntou. “Trabalhei contra a causa de Deus, neguei a Jesus Cristo e duvidei de Seu poder”, disse, entre outras coisas. Ressaltando a suficiência da graça de Deus, o pastor tentou animá-lo e respondeu: “Paulo também trabalhou contra a causa de Deus, Pedro negou a Jesus e Tomé duvidou do poder do Mestre.” O pastor ainda lembrou que o fato de que ele estivesse preocupado quanto a isso indicava que não havia pecado contra o Espírito Santo. Ainda estava sensível à voz Dele.

Blasfemar contra o Espírito Santo é um ato ligado à prática de apagar a chama de Sua influência, conforme foi visto ontem. Ao sentenciar a impossibilidade de perdão para essa ofensa, Jesus falava a um grupo de fariseus que atribuía ao poder de Satanás as ações que Ele realizava (Mt 12:24), quando elas eram executadas pelo poder do Espírito Santo (v. 28).

Até chegar a esse ponto, aqueles oponentes haviam trilhado um caminho descendente em sua rejeição a Cristo, apesar de todas as evidências de Sua divindade. “Estavam convencidos de que Cristo era assistido por um poder divino, mas, a fim de resistir à verdade, atribuíam a obra do Espírito Santo a Satanás. Procedendo desse modo, escolheram deliberadamente o engano; renderam-se a Satanás, e daí em diante foram dominados por seu poder” (O Desejado de Todas as Nações, p. 322, 323). A disposição divina em perdoar é inesgotável. Mas, de rejeição em rejeição, o pecador chega a um momento em que corta a linha de comunicação com o Céu, incomodado com os apelos do Espírito. Desse modo, tendo a consciência dopada pela insensibilidade, ele sela o próprio destino.

O incômodo causado pelo pecado é benéfico. O grande e fatal perigo é alguém se sentir indiferente a ele, confortável com sua presença. Contudo, enquanto não nos sentimos à vontade com o pecado, caminhamos para a fonte de graça e perdão. A confortadora realidade é que ninguém que tenha experimentado o arrependimento e aceitado as bênçãos do evangelho pecou contra o Espírito Santo. A preocupação ou medo que uma pessoa tem por ter cometido esse pecado indica que não o fez. É uma forte evidência de que é sensível a Ele; ainda ouve Sua voz e não a rejeita.

Ouça hoje a voz do Espírito Santo falando a você.

Nenhum comentário:

Tempo de livramento

MEDITAÇÃO DIÁRIA 28 de novembroTempo de livramento Tempo de livramento Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do Senhor que, hoje, vos...