quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Disciplina Divina -Jeremias 9

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Jeremias 9

Comentário Pr Heber Toth Armí 

Ao simpatizar-se com o povo pecador e rebelde, Jeremias intercede pelo povo, do qual não era bem quisto; assim, ele desrespeitou a ordem de Deus em Jeremias 7:16. Além disso, sua empatia pelo povo o levara a questionar a Deus no final do capítulo 8 e início do 9.

Deus faz uma avaliação e apresenta o diagnóstico das pessoas a Jeremias (vs. 4-6):

• Infiéis;

• Enganadoras;

• Caluniadoras;

• Zombadoras;

• Falsas e hipócritas;

• Intensas na prática do pecado.

• Recusam a Deus.

Deus alerta a Jeremias: Cuidado com este povo (v. 4)! Contudo, Deus não tem intenção alguma de abandonar o povo. Por isso, na sequência, Jeremias profere mais uma palavra de juízo, mas encharcada de lamentos e lágrimas:

• A maldade, a perversidade e a irreligiosidade precisam ser disciplinadas, corrigidas; Deus aplicará a disciplina corretiva ao Seu povo, mas com dor no coração (7-11).

• A disciplina divina visa promover reflexão, amadurecimento e por fim, arrependimento. Deus quer as pessoas percebendo que a desgraça resulta do abandono de Sua Lei e do compromisso com Ele. Isso acontece por preferir andar tolamente na dureza do coração e na tradição idolátrica da geração anterior (vs. 12-16).

• O lamento e o choro seriam causados por Deus ao Seu povo com o objetivo de que entenda que falsa religião, idolatria e pecados arruínam toda uma nação; é necessário aprender que ouvir a Palavra de Deus é a melhor solução para cada situação (vs. 17-22).

No final do capítulo, Deus amplia a ideia de sabedoria iniciada em Jeremias 8:8-10. Deus, que sabe tudo, alerta àqueles que pensam que são sábios sendo tolos. Ele apela:

1. Não se glorie o sábio em sua sabedoria, nem o forte em sua força, nem o rico em suas riquezas (v. 23).

2. Se quiser se gloriar, glorie-se em (v. 24):

• Me conhecer;

• Em saber que Eu Sou o Senhor;

• Que faço misericórdia, juízo e justiça na Terra.

O fato de rejeitar o que Deus agrada, os habitantes da terra recebem o que não lhes agrada (vs. 25-26).

Deus quer que sejamos verdadeiramente sábios, deixando de lado a glória pessoal e, preferindo conhecê-lO a tal ponto de refletir Seu amor, justiça e retidão – ainda que enfrentemos oposição! Deus quer reavivamento e reforma!

Vamos reagir? Busquemos ao Senhor! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz

Nenhum comentário:

Justiça de verdade

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 4 de dezembro Justiça de verdade Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, ...