sábado, 19 de fevereiro de 2011

Maravilhoso Jesus- Lucas 1:38


O Sacerdote e a virgem
Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra. Lucas 1:38

O anjo Gabriel foi mais bem sucedido com a virgem Maria do que com o sacerdote do Senhor Zacarias. Ele os visitou separadamente trazendo boas novas de um ato miraculoso que Deus estava para realizar. Maria creu no anjo, Zacarias não.

No entanto a predição feita a Maria era mais difícil de acreditar do que aquela feita a Zacarias. Gabriel disse ao sacerdote que Elizabete, que tinha ultrapassado o período de gerar filhos, iria engravidar e dar à luz ao filho de Zacarias. A criança seria cheia do Espírito Santo e ao crescer prepararia um povo para o Senhor; ele seria o cumprimento da profecia de Malaquias a respeito do Elias que haveria de vir (Malaquias 4:6).

Essa revelação foi demais para Zacarias. “Como saberei isto? Pois eu sou velho, e minha mulher, avançada em dias,” ele respondeu (Lucas 1:18). Mesmo sendo um sacerdote, mesmo Gabriel tendo vindo até ele no Templo enquanto ele oferecia sacrifício, a sua fé não conseguiu se apegar à promessa de Deus.

Que contraste com a virgem Maria. Não sabemos sua idade quando Gabriel apareceu perante ela com o surpreendente pronunciamento que ela conceberia e daria a luz a uma criança pelo Espírito Santo – O tão esperado Filho de Davi, o Messias de Israel. Muito provavelmente ela ainda estava em seus anos de adolescência.

Mas a garota conhecia o seu Deus. Quando Gabriel a saudou com “Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo” (verso 28), Maria não se sentiu orgulhosa. Ao invés, ela ficou preocupada, perguntando-se o que aquela saudação queria dizer. E quando Gabriel expôs o plano de Deus para ela, que ela iria vivenciar uma gravidez ainda mais miraculosa que a de Isabel, Maria simplesmente disse: “Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra” (verso 38).

A juventude não é necessariamente um tempo de tolice assim como a velhice não é necessariamente um tempo de piedade. O coração de um jovem rapaz ou moça pode estar mais disposto a dizer sim para um chamado do Senhor para algo impossível – mais disposto do que o coração de um ministro com uma longa experiência.

Nós que trabalhamos para a igreja nos acostumamos com medidas comuns do poder de Deus. Cumprimos nossos deveres, abençoados por Deus, numa atmosfera de oração e sacrifício. Mas quando Gabriel repentinamente aparece com um pronunciamento fora do normal, nossa fé pode procurar o casulo protetor da rotina religiosa.

É por isso que Deus necessita hoje de moças e rapazes que não considerem nada como sendo impossível e digam, “Sou serva do Senhor; ...aconteça comigo conforme a tua palavra” (verso 38 NVI).

ORAÇÃO

Querido Espírito Santo. Assim como Maria aceitou de bom grado os Teus planos para ela, também me entrego a Ti para que a Tua vontade seja feita em minha vida. Amém

Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

Dor de coração

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 24 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/dor-de-coracao/ Dor de coração O cetro não se ar...