terça-feira, 2 de julho de 2024

Naum 1 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Naum 1

Comentário: Pr. Heber Toth Armí


NAUM 1 – O livro de Jonas foi encerrado sem conclusão. Nada foi dito sobre o destino de Jonas ou dos ninivitas após episódio da aboboreira. Contudo, através da perspectiva canônica, encontramos Naum escrevendo uma “advertência contra Nínive”.

• A mensagem principal de Jonas é o arrependimento humano e a misericórdia divina. Deus envia Jonas a Nínive para proclamar que a cidade seria destruída em quarenta dias, mas os ninivitas se arrependeram, e Deus demonstrou Sua misericórdia, poupando a cidade ímpia (Jonas 3:4-10).

• O livro de Naum, por outro lado, descreve em detalhes a violência que será infligida a Nínive como retribuição por sua maldade (Naum 1:1-3:19). Não há mensagem de arrependimento e misericórdia, só proclamação definitiva de juízo e destruição total.

A Bíblia do Discípulo explica que “Nínive foi a grande capital do Império Assírio. Apesar da conversão de seus habitantes após a pregação de Jonas 200 anos antes, Nínive havia voltado a ser cruel e pecaminosa. O imenso Império Assírio foi estabelecido sobre derramamento de sangue e extermínio, brutalidade e tortura, destruição, saques e banimento como raramente se viu na história. Mas agora, o tempo de graça para esta nação chagara ao fim. O grande Juiz do mundo havia avaliado a atitude dos assírios. O livro de Naum relata a queda de Nínive e sua total destruição”.

Colocando o livro de Jonas e o de Naum lado a lado, nota-se que:

• A longanimidade de Deus é incomparável; Ele estende Sua mão misericordiosa até àqueles que parecem irremediáveis. Como fez através de Jonas, Deus oferece a chance de salvação a todo pecador. O caminho é o arrependimento.

• Contudo, o arrependimento fugaz não detém a justiça divina; o juízo é inevitável àqueles que volta à iniquidade. Como Jonas advertiu e Naum confirmou, a retidão divina prevalecerá e o julgamento cairá sobre os impenitentes (Naum 1:1-15).

• Jonas e Naum juntos mostram que a misericórdia de Deus é oferecida, mas Sua justiça prevalece quando o arrependimento não é mantido.

Jonas personifica a missão global de proclamar a mensagem de salvação, ecoando o chamado divino aos confins da Terra. Naum, por sua vez, anuncia o fim inevitável para um mundo que rejeita a graça, cumprindo a declaração de Jesus em Mateus 24:14 – “e então virá o fim”.

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Dor de coração

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 24 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/dor-de-coracao/ Dor de coração O cetro não se ar...