domingo, 26 de maio de 2024

Awumbuk

 Devocional Diário


Vislumbres da eternidade
26 de maio
https://mais.cpb.com.br/meditacao/awumbuk/

Awumbuk

Não deixarei que fiquem órfãos; voltarei para junto de vocês. João 14:18


O ser humano é um emaranhado complexo de emoções e sentimentos. Embora o filme Inside Out (no Brasil, Divertida Mente) tenha nos apresentado apenas cinco emoções básicas – alegria, irritação, tristeza, nojo e medo –, a verdade é que existe muito mais que isso. A historiadora britânica Tiffany Watt Smith em seu livro The Book of Human Emotions (O Livro das Emoções Humanas) descreve 166 emoções, cada uma delas com sua particularidade. Entre elas, uma é especialmente interessante: o awumbuk. Essa palavra, embora seja própria da cultura baining, de Papua-Nova Guiné, indica uma emoção que todos já experimentamos. É um vazio que sentimos na alma quando, por exemplo, depois de preparar uma festa com todo o carinho, nos despedimos dos amigos e familiares e ficamos sozinhos. Embora tenham sido os bainings que deram nome a esse sentimento, todos nós já o experimentamos em algum momento da vida.

Pensando em despedidas, é impossível não se lembrar de Jesus. Muitos anos se passaram desde que Ele deixou a Terra, mas ainda sentimos saudades. Como os bainings, estamos tomados pelo awumbuk. Mas há uma festa em especial que vem à memória: a entrada de Jesus em Jerusalém. Naquele dia, Ele não Se apresentou como um Rei comum. Montado em um simples jumento, Ele cumprimentou as pessoas com gentileza e humildade, demonstrando afeto às crianças e pais da mais baixa estirpe. Não Se afastou deles, mas serviu-os com amor. Não havia nenhum adorno sobre Seu jumento, nenhuma pompa a não ser a que corações amorosos rendiam a Ele. Aquele foi um momento único, uma festa realmente especial.

Embora tenhamos saudades de Jesus, Ele nos prometeu que voltaria. Enquanto isso, estamos com o Espírito Santo, que nos consola e supre todas as emoções. O Espírito Santo deseja ser convidado para entrar em nossa vida, e, assim, nos tornarmos mais próximos de Deus. É essa conexão com Ele que nos permite experimentar as emoções de forma mais completa e profunda.

Com o Espírito Santo em nosso viver, podemos experimentar de forma plena e saudável o amor, a paz, a alegria e todas as outras emoções que Deus nos concedeu. E, assim, nosso coração estará sempre preenchido e acalentado, mesmo nas despedidas e nos momentos de solidão. 

Nenhum comentário:

Ovos contra pedras

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 18 de junho Ovos contra pedras Mesmo que o nosso ser exterior se desgaste, o nosso ser interio...