segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Gambito

 Gambito

Meus amados irmãos, sejam firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o trabalho de vocês não é vão. 1 Coríntios 15:58

Embora nem todo tipo de recreação seja aconselhável, podemos pelo menos tirar lições espirituais de alguns jogos. O xadrez, por exemplo, pode servir de ilustração para a vida cristã. Você sabe o que é um “gambito”? Consiste em sacrificar uma peça do tabuleiro com o objetivo de obter uma posição mais vantajosa. Quem usa essa estratégia tem grandes chances de vencer a partida. Pensando na vida cristã, a mesma coisa acontece. Vivemos experiências adversas para que, com o tempo, compreendamos que elas foram para nosso benefício. Embora dolorosas, agradecemos depois a Deus por elas.

Conheço uma jovem professora que prestou concurso para um cargo público. Um dos exames seria realizado no sábado, e ela, como prevê a lei, pediu que mudassem a data. A mídia divulgou o caso e publicou notícias depreciativas, o que gerou uma atitude negativa nos examinadores. A jovem não passou no concurso, enquanto outras professoras, da mesma igreja, que foram fazer o exame no sábado foram aprovadas. Como entender isso? O fiel não prospera? Claro que prospera, mas é que ainda estamos na metade do jogo. Um gambito não significa que a partida acabou. Estou certo de que, lá na eternidade, quando essa professora olhar para trás, verá que aquela experiência permitiu que ela crescesse e amadurecesse como pessoa.

Aos olhos de todos, Cristo sofrera uma derrota brutal ao ser pendurado na cruz. Seu corpo inerte pendendo no madeiro poderia representar uma vitória do mal. Mas era, na verdade, o movimento imprescindível para que a jogada magistral de Deus fosse realizada. Um gambito – o Filho de Deus crucificado – em troca de milhões e milhões de salvos. Bem que a jogada valeu a pena! Penso em Maria, mãe de Jesus. Penso naquele sábado de silêncio, nos discípulos aterrorizados e desamparados, nas multidões sem esperança. Mas veio o terremoto e O despertou da morte. Milhares de ressuscitados deram testemunho de Sua jogada.

Estamos na metade da partida e nem sempre entendemos o jogo. É lógico: nosso Pai joga bem melhor do que nós. Ele sabe o que faz. Permita que Ele movimente a peça. No fim, você será o vencedor. 

Devocional Diário

Vislumbres da eternidade
26 de fevereiro
https://mais.cpb.com.br/meditacao/gambito/
•••

Nenhum comentário:

Fruta nossa de cada dia

  Devocional Diário Fruta nossa de cada dia E o Senhor Deus ordenou ao homem: “De toda árvore do jardim você pode comer […].” Gênesis 2:16 A...