sexta-feira, 12 de janeiro de 2024

Hecatombe do amor

 Hecatombe do amor

Salomão amava o Senhor, andando nos preceitos de Davi, seu pai; porém oferecia sacrifícios e queimava incenso nos lugares altos. 1 Reis 3:3

Atualmente, a palavra “hecatombe” é empregada para significar uma grande catástrofe. Na antiguidade, porém, ela significava o sacrifício de cem bois. Na verdade, dependendo do tipo de animal, não era necessário que fossem cem, nem que fossem bois. Um sacrifício desses era muito caro e só era realizado em casos de penalidades muito pesadas ou de grandes bênçãos.

No começo do seu reinado, Salomão amava a Deus de todo o coração, e isso era manifestado nos mais diversos momentos, tanto em atos públicos quanto em momentos simbólicos com o povo. Ele costumava manifestar sua gratidão e amor ao Senhor de maneira grandiosa. Se era para Deus, o custo não tinha a menor relevância. Era uma mensagem que o povo, com toda certeza, guardou consigo. O texto de 1 Reis 3:4 nos diz: “O rei foi a Gibeão para lá oferecer sacrifícios, porque era o lugar alto mais importante. Naquele altar, Salomão ofereceu mil holocaustos.” Sim, você leu corretamente. Dez hecatombes, isto é, mil sacrifícios! Parece muita coisa, mas, como eu já mencionei, Salomão queria deixar claro quem era Deus e quanto ele O amava. Que grandiosa declaração de amor!

Um dia, no mesmo lugar, Deus apareceu a Salomão em sonhos e, mostrando Seu apreço pelo jovem rei, disse: “Peça o que você quer que Eu lhe dê.” O rei podia pedir tudo que quisesse, absolutamente tudo! Em minha maneira de entender, era o verdadeiro amor posto à prova para confirmar a sinceridade daqueles mil holocaustos. Salomão pediu sabedoria para cuidar do povo de Deus, e isso não era outra coisa senão continuar manifestando ao Senhor o quanto ele O amava. Deus atendeu a seu desejo, compensando-o de forma imensurável o que havia gastado com o sacrifício. Nunca houve homem tão sábio quanto Salomão.

Não creio que Deus precise que façamos manifestações públicas tão impressionantes. Acho que Ele fica muito satisfeito quando expressamos nosso amor por Ele em espaços que vão além do privado. Quando de nosso coração brota um agradecimento público ao Senhor, com certeza Ele o recebe como um bálsamo precioso.

Quando foi a última vez que você expressou publicamente seu amor por Jesus?

Devocional Diário

Vislumbres da eternidade
12 de janeiro
https://mais.cpb.com.br/meditacao/Hecatombe-do-amor/

Nenhum comentário:

Gambito

  Gambito Meus amados irmãos, sejam firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o trabalho de vocês n...