sábado, 13 de janeiro de 2024

Isaías 51 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Isaías 51
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


ISAÍAS 51 – Muitos têm distorcido o caráter divino. Há quem prefere que Deus seje mais agressivo, rígido. Tem quem elabora conceitos de Deus como vingativo, cruel, justiceiro, etc. Assim, muitos pintam um Deus diferente do Deus que revela-Se na Bíblia.

Há, também, outros que acham que Deus é permissivo, tudo pode, um avô bonachão que não apenas permite tudo mas deve conceder tudo o que as pessoas mimadas e egoístas querem.

Para iludirem-se com imagens de Deus conforme a preferência, alguns “espertinhos” selecionam certos textos que tratam só sobre “amor de Deus” ou, só sobre “ira de Deus” conforme lhes convêm – passando assim a ideia de serem bíblicos. Porém, desvirtuar o caráter de Deus é tudo o que Satanás pretende e, ao assim fazermos, trilhamos segundo os interesses diabólicos!

A fim de obter equilíbrio é preciso considerar o todo. Por exemplo, considere todos os versículos de Isaías 51. E, então, observe:

• Deus é justiça e ao mesmo tempo é misericórdia: Isaías 51 destaca a proximidade da justiça de Deus, referindo-se à Sua Lei como luz para os povos; contudo, também enfatiza a consolação que o Senhor proporcionará a Sião, transformando lugares assolados em lugares de regozijo. Isso sugere um equilíbrio entre justiça e misericórdia, onde Deus traz consolo e alegria para Seu povo, apesar das dificuldades causadas pelo pecado.

• Deus Se ira, mas também oferta salvação: Isaias 51 menciona a ira divina, especialmente ao descrever o cálice do furor do Senhor que Jerusalém bebeu. Entretanto, o próprio Deus profere promessas de salvação e redenção. Os últimos versículos declaram que Deus tirará o cálice da ira das mãos de Jerusalém e o colocará nas mãos daqueles que afligiram Seu amado povo. Isso indica que, apesar a ira inicial, a salvação prevalecerá no final.

Por causa destes dois itens, a salvação acontece apesar de nossas inúmeras transgressões. A ira e o furor dão lugar ao amor que traz restauração, consolação, redenção e esperança em resposta às nossas ações pecaminosas.

Desta forma, Deus lida com a ira diante do pecado, mas oferece salvação e consolo ao pecador. Por isso, o profeta exulta: “Quem é comparável a Ti... Tu, que não permaneces irado para sempre, mas Tens prazer em mostrar amor” (Miqueias 7:18). Por isso, reavivemo-nos em Deus! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••



Nenhum comentário:

Hotel Abraão

  Devocional Diário Hotel Abraão Abraão plantou uma tamargueira em Berseba e invocou ali o nome do Senhor, o Deus Eterno. Gênesis 21:33 Um c...