sexta-feira, 12 de janeiro de 2024

Isaías 50 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Isaías 50
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


ISAÍAS 50 – Para um povo desobediente, Deus tem um Servo obediente. Isso é fruto da graça; graça é resultado de um Deus que tem um coração terno, amoroso, misericordioso e compassivo. Considere estes três pontos expostos por Merrill Unger:

• Em Isaías 50:1-3: “O povo desobediente é apresentado”.
• Em Isaías 50:4-9: “O obediente Servo-Salvador é profetizado”.
• Em Isaías 50:10-11 contém “Promessa de salvação e ameaça de juízo”.

Ao tratar da profecia concernente ao Messias, Unger afirma que o Servo “virá como erudito e dócil, obediente no sofrimento, na rejeição e na morte (cf. Fp 2:6-8). O Servo vencerá como corajoso campeão, confiando em Deus, fazendo Sua vontade, ousadamente seguro do êxito, e desafiando toda oposição”. Contudo, a salvação é opcional. “O caminho da salvação passa pela fé e pela obediência”, em contraste com “o caminho da destruição [que] passa pela incredulidade e pela desobediência”.

“Quem entre vocês teme o Senhor e obedece à Palavra de Seu servo” (Isaías 50:10). Quem ouve a Palavra divina, anda na luz neste mundo em trevas; mas, quem confia em opiniões humanas, anda nas próprias faíscas (Isaías 50:10-11).

“As palavras que o Senhor enviou serão rejeitadas por muitos, e as palavras que o ser humano fala serão recebidas como luz e verdade. A sabedoria humana levará para longe da negação própria e da consagração, e planejará muitas coisas que tenderão a invalidar as mensagens de Deus. Não podemos, com segurança, confiar em pessoas que não estão em íntima ligação com Deus. Elas aceitam a opinião humana, mas não conseguem discernir a voz do verdadeiro Pastor, e sua influência desviará a muitos, ainda que se acumule diante de seus olhos evidência após evidência que testifique sobre a verdade que o povo de Deus tem para este tempo”, aplica Ellen White o texto de Isaías 50.

Referindo-se ao povo de Deus no passado, Unger destaca que no texto “eles são dramaticamente desafiados pelo próprio Senhor a prová-lO infiel como marido e pai. Sobre eles pesa a responsabilidade do cativeiro e do divórcio do Senhor, e são decididamente condenados por conta de sua incredulidade, desobediência e desrespeito pelo poder do Senhor”.

Hoje, devemos aprender ouvir e discernir a voz do Servo do Senhor; e, então, obedecer às Suas sábias instruções para a salvação! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Dor de coração

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 24 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/dor-de-coracao/ Dor de coração O cetro não se ar...