quinta-feira, 11 de janeiro de 2024

FOFA

 FOFA

Eu te amo, ó Senhor, força minha. Salmo 18:1

Dá-se o nome de análise FOFA a uma metodologia que avalia a situação de uma empresa ou de um determinado projeto. A sigla corresponde às quatro características levadas em conta nesse estudo: pontos fortes (forças), oportunidades, pontos fracos (fraquezas) e ameaças. A análise desses fatores permite conhecer a situação na qual a empresa está.

Quando escreveu o Salmo 18, Davi tinha acabado de sair de uma situação que quase custou sua vida. Após uma reflexão, ele se deteve para analisar as circunstâncias em que se encontrava. Davi tinha muitos pontos fracos, começando por um temperamento apaixonado e visceral. Seus seguidores eram proscritos e habitavam em espaços de raposas e serpentes. As ameaças futuras eram, na melhor das hipóteses, de morte. Ninguém queria perder a vida, muito menos Davi. Então, ele refletiu sobre seus pontos fortes e concluiu que eles não residiam em suas condições pessoais nem nas de sua equipe. Tampouco estavam nas conjunturas socioeconômicas ou chances de ganhar uma batalha. Ele concluiu que nada, absolutamente nada, poderia se opor a alguém que está do lado de Deus. A partir desse fator, as oportunidades se multiplicam, pois para Deus não há nada impossível.

Após essa análise, Davi escreveu: “Eu te amo, ó Senhor, força minha.” Ele reconheceu sua grande fraqueza e impotência. No entanto, Deus insistia em Se associar a ele. Davi compreendeu que, para o Senhor, essa associação não era comercial, mas afetiva. O amor de Deus gerou um amor genuíno em Davi, fortalecendo sua confiança na Fortaleza divina. Davi chegou a exclamar: “O Senhor vive! Bendita seja a minha rocha! Exaltado seja o Deus da minha salvação” (Sl 18:46).

Deus quer ser o seu sócio. Ele não tem a menor preocupação com sua condição atual, pois o capital Dele supera qualquer déficit que você tenha. Ele só espera que, depois que O conheça, você comece a amá-Lo. Quando isso acontecer, Ele assumirá o controle de sua vida. Como bom líder, Ele deseja melhorar cada detalhe de sua existência. Você não vai deixar de ter pontos fracos, pelo menos nesta Terra. As ameaças tampouco desaparecerão, mas você terá a tranquilidade de saber que está apoiado no melhor Avaliador que já existiu. Eis aí uma boa razão para amá-Lo. 

Devocional Diário-Vislumbres da eternidade

11 de janeiro
https://mais.cpb.com.br/meditacao/fofa/

Nenhum comentário:

Hotel Abraão

  Devocional Diário Hotel Abraão Abraão plantou uma tamargueira em Berseba e invocou ali o nome do Senhor, o Deus Eterno. Gênesis 21:33 Um c...