quinta-feira, 11 de janeiro de 2024

Isaías 49 Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Isaías 49
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


ISAÍAS 49 – Há diversas imagens neste capítulo que evocam o caráter de Deus em relação ao povo aflito, sofrido e angustiado. Considere:

• Servo: Embora seja difícil definir se o servo aqui seja Israel, Isaías ou o remanescente fiel, há referência ao Messias como verdadeiro servo de Deus que cumpre a missão de restaurar Israel. Jesus, o Filho de Deus, é o Servo humilde, submisso, dependente que, com Sua fidelidade e sacrifício alcançará o propósito divino para judeus e gentios (para o mundo) (Isaías 49:1-6).

• Redentor: Embora o contexto esteja relacionado ao retorno do cativeiro babilônico, a libertação do pecado coaduna com o texto. O Messias seria “desprezado” e “detestado pela nação” (Isaías 49:7), explícito em Isaías 53:3, onde acrescenta que Ele “foi desprezado e rejeitado pelos homens...”. Através dEle, líderes do mundo reconheceriam a fidelidade de Deus, que O escolheu.

• Pastor: Jesus é o Bom Pastor que cuida de Seu rebanho com amor, orientação e proteção. Esta imagem enfatiza compaixão, cuidado e liderança divina sobre o povo sofredor, semelhante a um terno pastor cuida de frágeis ovelhinhas (Isaías 49:10-13).

• Mãe: A metáfora da mãe ilustra amor e compaixão em Deus. Assim como uma mãe não esquece seus filhos, Deus não esquece Seu povo (Isaías 49:14-21). Então, “quando tentados a pecar, lembremo-nos de que Jesus intercede por nós no Santuário Celestial. Quando pomos de parte nossos pecados e vamos ter com Ele, com fé, Ele toma nos lábios nosso nome, e o apresenta ao Pai, dizendo: ‘Eis que na palma das Minhas mãos, te gravei’ (Is 49:16). Conheço-te por nome’. E parte então para os anjos a ordem de proteger-nos” (Ellen White).

• General Valente: Deus é retratado como um Poderoso Guerreiro, Líder Militar, que luta em defesa de Seu povo (Isaías 49:22-26). “Na controvérsia com os fariseus em torno do poder com que expulsava os demônios, Jesus conclui o argumento valendo-Se desta ilustração de Isa. 49. Pelo valente bem armado ‘que guarda a sua própria casa’ (Luc. 11:21) é retratado Satanás que defendia seu domínio neste mundo... O mais valente do que ele, que o vence e lhe tira a armadura e divide os despojos, não é outro senão Cristo mesmo, que expelia demônios com autoridade divina” (Siegfried Schwantes).

Diante destas imagens divinas, vamos reavivar-nos? – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Penélope

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 21 de junho https://mais.cpb.com.br/meditacao/penelope/ Penélope Portanto, irmãos, sejam pacie...