sexta-feira, 15 de dezembro de 2023

PERDOE

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

15 de dezembro

PERDOE

Assim como o Senhor perdoou vocês, perdoem também uns aos outros. Colossenses 3:13


Pode haver pessoas que queiram nosso perdão. São aquelas que reconhecem que nos prejudicaram por palavras, ações ou omissões, de modo planejado ou pelo desejo do momento. Algumas, antes, eram amigas e queridas. Mantinham bom relacionamento conosco; outras, não. Nosso relacionamento era mínimo ou nulo. Enfim, quando alguém nos pede perdão, temos duas opções: perdoar ou não.

O que queremos dizer por “não perdoar o ofensor”? Significa guardar mágoa ou até ódio, desejando que ele se dê mal na vida e que o próprio Deus não lhe seja favorável. Pode incluir o espírito de vingança e a realização de ações correspondentes.

O que significa “perdoar o ofensor”? Que eu devo esquecer o que houve? Não! Em nenhum lugar da Bíblia é ensinado que aquele que perdoa esquece, como é dito popularmente. A Bíblia afirma que Deus, quando perdoa, esquece (Is 43:25). Mesmo esse “esquecer” de Deus não significa que Ele não Se lembra. Por isso, embora Ele tenha perdoado a geração de Israel que saiu do Egito (Nm 14:19, 20), séculos depois lembrou aos seus descendentes os pecados dos seus antepassados, a fim de que não imitassem o mau exemplo deles (Sl 106:24-26). Deus é perfeito, inclusive em conhecimento, e não sofre de amnésia. Declarar que Deus esquece o pecado é só um modo de dizer que, em Seu trato conosco, Ele não leva em conta o pecado que Ele mesmo perdoou.

Perdoar comunica a ideia de que, havendo a possibilidade de me vingar, escolho não fazer isso. Revela que não vou guardar mágoa, inclusive para meu próprio bem, pois guardar mágoa é como tomar veneno esperando que o outro morra. Indica que eu não desejo o mal para o ofensor, mas o considero como alvo do amor de Deus, sabendo que Cristo deu a Sua vida por ele e que ele é um candidato ao Céu, assim como eu. Significa, ainda, que eu entreguei o assunto a Deus. Ele, que conhece tudo que aconteceu e que é perfeitamente justo e misericordioso, vai fazer o que é certo. Por isso, posso ficar em paz.

Quando o ofendido deve perdoar? O ideal é que o perdão ocorra no momento em que a ofensa é praticada. Jesus fez assim (Lc 23:34). Estêvão também (At 7:59, 60). Esse procedimento só é possível pela graça de Deus e acontece na vida de cristãos com maturidade espiritual. 

Nenhum comentário:

Hotel Abraão

  Devocional Diário Hotel Abraão Abraão plantou uma tamargueira em Berseba e invocou ali o nome do Senhor, o Deus Eterno. Gênesis 21:33 Um c...