quinta-feira, 5 de outubro de 2023

ANJOS BONS

MEDITAÇÃO DIÁRIA

 5 de outubro

ANJOS BONS

   Eu, Jesus, enviei o Meu anjo para dar testemunho destas coisas a vocês nas igrejas. Apocalipse 22:16


   Ellen G. White escreveu: “Precisamos conhecer melhor a missão dos anjos” (Atos dos Apóstolos, p. 98 [154]). Quem são eles? O que fazem? Qual é a importância deles em nossa vida? Não temos todas as respostas, mas temos muitas informações que nos foram reveladas. Os anjos são criaturas de Deus e já existiam antes da humanidade (Jó 38:4-7). São uma ordem de seres superiores aos seres humanos (Hb 2:6, 7). Diferentemente de nós, eles não foram criados com a capacidade de reprodução. Eles não têm sexo, não se casam nem vivem em família (Mt 22:30).

   Junto ao trono de Deus, vivem milhões de anjos (Ap 5:11; Dn 7:10). Eles estão organizados em hierarquia, como em um exército. Assim, há anjos comandantes e anjos comandados; há tronos, soberanias, principados e potestades (Cl 1:16); há querubins (Ez 1:4-14; 10:20, 21) e serafins (Is 6:2).

   Ellen White recebeu muitas revelações a respeito dos anjos, especialmente quanto à função deles como agentes de Deus para ministrar aos seres humanos (Hb 1:13, 14). Em uma delas, foi-lhe dito que “os anjos estavam tão interessados na salvação do ser humano que era possível encontrar entre eles os que deixariam sua glória e dariam a vida pelo ser humano perdido” (História da Redenção, p. 33 [45]). Ela viu que “anjos do Céu estão atravessando a Terra em todas as direções, buscando confortar os tristes, proteger os que estão em perigo e conquistar o coração das pessoas para Cristo. Ninguém é negligenciado ou deixado de lado. Deus não faz acepção de pessoas, e tem igual cuidado por todas as que criou” (O Desejado de Todas as Nações, p. 513 [639]).

   Na ilha de Patmos, o apóstolo João teve a assistência de anjos para receber e entender as revelações de Cristo. Ele ficou tão deslumbrado com as cenas da vitória final de Cristo e da nova Terra que teve a intenção de adorar o anjo que o instruía, mas foi impedido (Ap 19:9, 10; 22:8, 9). Apesar de sua importância em nossa vida, os anjos não devem ser adorados nem invocados. Não se deve orar a eles.

   O que devemos fazer é reconhecer o trabalho deles em nosso favor e agradecer a Deus por isso. Obedecendo a Cristo, estaremos em harmonia com Seus anjos.

Nenhum comentário:

Teoceno

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 24 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/teoceno/ Teoceno Nós, porém, segundo a promessa d...