segunda-feira, 18 de setembro de 2023

O SACERDÓCIO DE CRISTO

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

18 de setembro

O SACERDÓCIO DE CRISTO

Era necessário que, em todas as coisas, Ele Se tornasse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel Sumo Sacerdote nas coisas referentes a Deus e para fazer propiciação pelos pecados do povo. Hebreus 2:17

Em nenhum outro lugar do Novo Testamento o aspecto sacerdotal da obra de Cristo é ressaltado com tanto impacto como na Epístola aos Hebreus. Seu autor é o único a chamar Jesus de Sumo Sacerdote. E o tema central é o sacerdócio de Cristo, o que Ele faz no Céu em favor de Seu povo. Em Hebreus, a pessoa e a obra de Cristo são comparadas com o sistema cerimonial do Antigo Testamento.

Nessa epístola se percebe que o sacrifício sempre envolvia duas ideias: o derramamento de sangue e a mediação de sangue, ou seja, o sacrifício e sua aplicação. Os sacrifícios não eram válidos e não havia perdão até que um sacerdote atuasse aplicando o sangue – os méritos do sacrifício – em favor do pecador arrependido. Por isso, a obra sacrifical de Cristo na Terra requer Seu serviço no santuário celestial. Ambas são partes complementares da tarefa sacerdotal do Salvador.

Fica evidente que a salvação do pecado – aquilo que os muitos sacrifícios de animais (Hb 10:4) e os muitos dias de expiação não puderam realizar – foi alcançada no Calvário, o antítipo de todos os sacrifícios do Antigo Testamento. Porém, enquanto o sacrifício de Cristo na cruz foi expiatório e provido para toda a humanidade (1Jo 2:2), é mediante Seu ministério sacerdotal no Céu que esse sacrifício é aplicado àquele que tem fé.

Enquanto Seu sacrifício foi único, de uma vez por todas (Hb 9:26), Seu sacerdócio é contínuo (Hb 7:25; cf. Rm 8:34). Devido à nossa imperfeição, precisamos de um sacerdote que ofereça sacrifício a Deus em propiciação por nossos pecados e interceda por nós, e este é Cristo. Ele não apenas ofereceu na Terra o sacrifício que o Sumo Sacerdote devia oferecer, mas, hoje, no Céu, serve a Deus como Sumo Sacerdote.

Cristo é a ponte que cobre o abismo entre Deus e a humanidade, Aquele que ouve a confissão de pecados e intercede continuamente por nós. Dessa maneira, Sua obra consumada na Terra e Sua obra em processo no Céu são suficientes e eficazes para tratar de nossos pecados. Aceitemos, hoje, Seu sacrifício e Sua intercessão.

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-sacerdocio-de-cristo/
https://youtu.be/J4R3aHoqGqo

Nenhum comentário:

O poder da informação

  Devocional Diário O poder da informação Que eles deem graças ao Senhor por Sua bondade e por Suas maravilhas para com os filhos dos homens...