sexta-feira, 1 de setembro de 2023

O ISRAEL DE DEUS

 Meditação Diária

1 de setembro

O ISRAEL DE DEUS

Semearei Israel para Mim mesmo na Terra e terei compaixão de Lo-Ruamá. E para Lo-Ami direi: “Você é o Meu povo!” Ele responderá: “Tu és o meu Deus!” Oseias 2:23

narrativa sobre a família de Oseias não oferece todos os detalhes. É necessário um tanto de imaginação para completar o quadro. É como montar um quebra-cabeça com peças faltando. Não temos tudo, mas dá para imaginar o que falta. Nela, os nomes dos personagens estão carregados de significado. Oseias, por exemplo, significa “salvação”. Por intermédio dele, Deus estava dando a Israel a oportunidade de salvação.
Por orientação divina, Oseias se casou com Gômer (Os 1:2, 3). Um provável significado para esse nome é “término”. Se esse for o caso, poderia apontar para o fim da nação de Israel. Depois de algum tempo, o casal teve um filho, chamado Jezreel (v. 3, 4), que significa “Deus dispersa”. Anunciava o que ocorreria com Israel se não abandonasse a idolatria.

Quando nasceu a segunda criança, uma menina, Oseias não tinha certeza de que ela fosse sua filha. Desconfiava de traição da esposa. Assim, essa garota recebeu o nome de “Lo-Ruamá”, ou seja, “desfavorecida”, indicando que, ao persistir no caminho do mal, Israel perderia o favor divino (v. 6). Finalmente, quando nasceu a última criança, Oseias sabia que não era o pai. Ele a chamou de “Lo-Ami”, que significa “não-meu-povo”. Isso prefigurava que Israel deixaria de ser o povo de Deus (v. 8).

A mensagem de Oseias também apontava para o futuro, quando as coisas seriam diferentes. Os filhos de Israel, em lugar de ser dispersos por Deus, seriam reunidos por Ele, de modo que, nas palavras do Senhor, “o número dos filhos de Israel será como a areia do mar, que não se pode medir, nem contar. E acontecerá que, no lugar em que lhes foi dito: ‘Vocês não são o Meu povo’, ali mesmo se dirá a eles: ‘Vocês são filhos do Deus vivo’” (v. 10). Deus voltaria a tratá-los com favor e seriam Seu povo (Os 2:1).

Séculos depois, o mesmo Espírito que inspirou Oseias veio sobre os apóstolos, que deram um novo significado a esses nomes, referindo-se à relação de Deus com os gentios. Estes receberam o favor de Deus e se tornaram parte de Seu povo (Rm 9:24-26; 1Pe 2:10). Hoje, somos o povo de Deus e aguardamos o dia em que, por Seu favor, judeus e gentios farão parte da grande multidão de salvos.

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-israel-de-deus/
https://youtu.be/Z8eHfxtBdcM

Nenhum comentário:

Fruta nossa de cada dia

  Devocional Diário Fruta nossa de cada dia E o Senhor Deus ordenou ao homem: “De toda árvore do jardim você pode comer […].” Gênesis 2:16 A...