sexta-feira, 29 de setembro de 2023

DEUS É BENIGNO

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

29 de setembro

DEUS É BENIGNO

Em Ti esperam os olhos de todos, e Tu, a seu tempo, lhes dás o alimento. Abres a mão e satisfazes de benevolência a todo vivente. Justo é o Senhor em todos os Seus caminhos, benigno em todas as Suas obras. Salmo 145:15-17, ARA

“Benignidade” é uma palavra quase sem uso nas falas e nos escritos da atualidade. A linguagem contemporânea equivalente é “amabilidade” ou “delicadeza”. A benignidade é mencionada junto à bondade (Gl 5:22). A semelhança entre elas é tamanha que alguns tradutores empregam a palavra “bondade” quando traduzem o que na língua original está como “benignidade”. Ambas são modalidades do amor, e a diferença parece consistir em que benignidade se refere à atitude ou disposição do coração, enquanto bondade é a exteriorização dessa atitude por meio de ações ou palavras. A benignidade é algo do coração e diz respeito ao sentir e ao ser, mas, para ser notada, precisa se manifestar. Isso acontece através da bondade, que é o fazer. Assim, é impossível compreender a benignidade sem relacioná-la com a bondade.A benignidade de Deus é Sua disposição favorável para com toda a criação. O salmista diz: “Cantem ao Senhor com ações de graças; ao som da harpa, cantem louvores ao nosso Deus, que cobre de nuvens o céu, prepara a chuva para a terra, faz brotar nos montes a erva e dá o alimento aos animais e aos filhos dos corvos, quando clamam” (Sl 147:7-9).

Quando Sua benignidade se manifesta a Seus filhos é para lhes comunicar vida e bênção. Em uma oração, Davi exclamou: “Como é grande a Tua bondade, que reservaste aos que Te temem, da qual usas, diante dos filhos dos homens, para com os que em Ti se refugiam!” (Sl 31:19). Isso foi exemplificado na vida de José. Depois de ele haver sido fiel a Deus, foi caluniado e preso; “o Senhor, porém, era com José, e lhe foi benigno […]. O Senhor era com ele, e tudo o que ele fazia o Senhor prosperava” (Gn 39:21, 23).

A benignidade de Deus alcança até “os ingratos e maus” (Lc 6:35), que vivem longe Dele. O Senhor busca trazê-los ao arrependimento a fim de que não recebam Sua ira no dia do juízo (Rm 2:4, 5).

Hoje, considere que Deus é benigno e bondoso para com você. Como filho Dele, você também pode ser assim em seus relacionamentos.

https://mais.cpb.com.br/meditacao/deus-e-benigno/
https://youtube.com/watch?v=vZojnvl_YRE&si=aUPnavD6BJnoZAnH

Nenhum comentário:

Espera ativa

  Devocional Diário  Vislumbres da eternidade  19 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/espera-ativa/ Espera ativa Não deixarei que fiqu...