domingo, 16 de julho de 2023

Salmos 71 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Salmos 71
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 71 – Nossa existência é fruto da graça e assistência de Deus. Neste Salmo, temas relacionados à vida saltam aos nossos olhos; as diferentes fases carecem da providência divina.

• Deus está envolvido no processo de formação e desenvolvimento humano desde o útero. No Salmo 71, Sua ação é mencionada na fase fetal. Desta forma, é evidente que Deus está atento e cuidando de nós desde a concepção e o desenvolvimento do feto, no ventre materno: “Desde o ventre materno dependo de Ti; Tu me sustentaste desde as entranhas de minha mãe” (Salmo 71:6).

• A vida depende da providência divina. Eis a importância da dependência de Deus em todas as fases da existência. Na verdade, desde a concepção, Deus é o responsável pela nossa existência. Com a percepção de que a formação humana é um ato divino, a pessoa pode reconhecer a soberania de Deus sobre sua vida. Isso gera gratidão no coração e desejo de louvar a Deus constantemente: “Eu sempre Te louvarei” (Salmo 71:6).

• Uma mão poderosa atua na primeira fagulha de vida, na formação do embrião, da concepção até o nascimento do bebê. Toda pessoa vem à luz devido à graça de Deus, isso inclui até mesmo os ateus: “Pois Tu és minha esperança, ó Soberano Senhor, em Ti está a minha confiança desde a juventude” (Salmo 71:5).

• A fase adulta é cheia de desafios, ameaças e perigos; precisamos depender de Deus para aprender a sobreviver e a viver em meio a uma sociedade truculenta, cruel e infernal: “Desde minha juventude, ó Deus, tens me ensinado, e até hoje eu anuncia as Tuas maravilhas” (Salmo 71:17).

• A velhice é o resultado da preservação da vida em um ambiente de alta periculosidade e morte. A mesma mão que atuou no ventre materno deve atuar também durante a velhice: “Não me rejeites na minha velhice; não me abandones quando se vão as minhas forças” (Salmo 71:9, conf. v. 18).

• A morte é o fim da existência, é a interrupção da vida; porém, quem confiou sua vida toda a Deus, tem esperança de sobrevivência após a morte: “Tu, que me fizeste passar por muitas e duras tribulações, restaurarás a minha vida, e das profundezas da terra de novo me farás subir” (Salmo 71:20).

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Fruta nossa de cada dia

  Devocional Diário Fruta nossa de cada dia E o Senhor Deus ordenou ao homem: “De toda árvore do jardim você pode comer […].” Gênesis 2:16 A...