quinta-feira, 29 de junho de 2023

Salmos 54 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Salmos 54
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 54 – Quem teme ao juízo divino precisa rever seus conceitos e atitudes; pois, biblicamente, o Supremo Tribunal Celestial visa favorecer aos que servem a Deus (Daniel 7:22).

O Tribunal Celestial além de positivo aos servos do Altíssimo é essencial frente aos ataques injustos de pessoas e instituições opressoras.

Há quatro motivações mencionadas no Salmo 54, relacionadas aos substantivos precedidos pela preposição “por”, que contêm, de certa forma, implicações judiciais; destacando o papel de Deus como Soberano Juiz justo e a confiança do salmista em Sua capacidade de trazer justiça e salvação:

• Por Teu nome, salva-me (Salmo 54:1) – Esta motivação refere-se à invocação do nome de Deus como Juiz Supremo. O salmista apela a Deus pelo Seu nome – ou seja, pelo Seu caráter –, que intervenha para salvá-lo. “Homens violentos e mentirosos tinham arquitetado um caso contra um homem inocente e buscavam tirar-lhe a vida por meio da punição capital pronunciada pelo tribunal. Pelo menos, essa é uma conjectura sobre o que este Salmo está falando. Aqueles homens não temiam a Deus: Ele não fazia parte da visão deles, nem estava ‘perante eles’, de modo que lhes influenciasse. O pobre homem tinha gravíssimas acusações assacadas contra sua pessoa” diz Russell Champlin. Há situações complexas que requerem intervenção com autoridade e competência judicial superior a qualquer tribunal humano, para tornar possível nossa libertação.

• Por Teu poder, faze-me justiça (Salmo 54:1) – Esta motivação é baseada no poder de Deus como Juiz Soberano, em que o salmista expressa confiança no caso em que se encontra. O poder ou a força de Deus representa Sua autoridade e competência para exercer julgamento e fazer valer a justiça. O salmista reconhece a necessidade de um poder além do poder dos injustos tribunais humanos para defender o inocente diante dos grandes inimigos da justiça.

• Por Tua fidelidade, extermina-os (Salmo 54:5) – Esta motivação leva o salmista a confiar na integridade e lealdade de Deus em relação aos princípios da justiça e àqueles que são injustiçados.

• Por minha vontade, oferecerei sacrifícios (Salmo 54:6) – Esta motivação é a resposta do salmista diante das motivações anteriores, a qual é uma expressão de devoção e reconhecimento da bondade e da fidelidade do Juiz Celestial.

O juízo divino é motivo para injustiçados sofredores reavivar-se! Confiaremos em Deus? – Heber Toth Armí.
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

O poder da informação

  Devocional Diário O poder da informação Que eles deem graças ao Senhor por Sua bondade e por Suas maravilhas para com os filhos dos homens...