terça-feira, 13 de junho de 2023

Salmos 38 Comentário:

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Salmos 38
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 38 – Mesmo quando tudo parece perdido, coloque-se diante de Deus com esperança, pois Ele é o Autor do recomeço e da restauração. Em vez de preocupar-se com a incerteza da existência e o futuro aterrador, busque a direção de Deus para cada passo que você der!

• Para isso, primeiramente, precisamos reconhecer nossa gritante necessidade de Deus devido ao medo, ansiedade, angústia e aflição que nos afligem neste mundo mal (Salmo 38:1-9).

• Na sequência, é preciso enfrentar a aflição com perseverança pautada na esperança – isso requer paciência (Salmo 38:10-16).

• Também, é importante reconhecer nossos pecados, arrepender-se deles e confessá-los franca e honestamente a Deus; além de admitir os pecados, precisamos reconhecê-los diante de Deus para pedir e receber o perdão (Salmo 38:17-18).

• Além disso, é preciso buscar pela justiça divina; isso implica em clamar a Deus por justiça diante das injustiças que nos esmagam (Salmo 38:19-20).

• Por fim, é imprescindível apegar-se à misericórdia de Deus; isso significa colocar a confiança não na política, medicina, tribunal e recursos deste mundo, mas confiar na misericórdia e fidelidade de Deus, clamando por Seu auxílio em meio aos desafios da existência (Salmo 38:21-22).

Embora o Salmo 38 não seja um tratado sobre antropologia, podemos aprender muito nele sobre a natureza humana, com base nas experiências e emoções expressas por Davi ao longo do Salmo:

• Considere a fragilidade e fraqueza humana; note a dor e as doenças físicas e emocionais. Isso reflete a natureza fragilizada do ser humano, o que nos torna sujeitos ao sofrimento. As palavras inspiradas do rei Davi neste Salmo nos lembram de nossa vulnerabilidade e necessidade de ajuda e cuidado.

• Considere a consciência da culpa e do pecado; note que, quando somos sinceros e abertos para a revelação de Deus, reconheceremos nossos pecados e falhas terríveis diante dEle. Isso implica no quanto somos propensos a errar e de como precisamos da reconciliação com Deus.

• Considere a necessidade que temos de Deus; é clara a dependência inerente da humanidade em relação à divindade. Nossa fragilidade requer auxílio e orientação sobrenaturais.

Aquele que reconhece sua finitude, torna-se mais humilde e recebe uma medida maior da graça divina. Quando afligidos pela injustiça e pela dor, recorramos ao Senhor que trará justiça a nossa causa. Por conta disse, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

SELAMENTO

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 22 de setembro SELAMENTO Então ouvi o número dos que foram marcados com selo. Eram cento e quarenta e quatro mil. Apocali...