sexta-feira, 30 de junho de 2023

JANELAS ABERTAS

 Meditação Diária

30 de junho

JANELAS ABERTAS

Tragam todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na Minha casa. Ponham-Me à prova nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se Eu não lhes abrir as janelas do Céu e não derramar sobre vocês bênção sem medida. Por causa de vocês, repreenderei o devorador. Malaquias 3:10, 11

O profeta Malaquias declarou que quando o povo de Deus ouvisse Seu apelo e voltasse para Ele, sendo fiel nos dízimos e nas ofertas, encontraria Seu favor. Ele os abençoaria grandemente e removeria as dificuldades. Uma das promessas é repreender o devorador. Naquela sociedade agropastoril, o devorador era o gafanhoto. Uma praga de gafanhotos era formada por enxames tão grandes que cobriam a luz do Sol. Eles vinham aos milhões. Ao pousarem em uma região, devoravam toda a vegetação, até mesmo as cascas das árvores. O resultado era a fome e a morte. Porém, se o povo fosse fiel, Deus não permitiria que os gafanhotos consumissem o fruto da terra. Hoje, muitas outras coisas podem tentar devorar nossas posses. Contudo, não importa qual seja o devorador moderno, Deus pode repreendê-lo.

A falta de chuva era outra grande calamidade. Devido à sua infidelidade, o povo de Judá estava sob a maldição de Deus. As janelas estavam fechadas e não mais chovia regularmente sobre a terra. No entanto, ao se voltarem para Deus, receberiam bênçãos sem medida. As janelas do Céu seriam abertas.

Em cima de sua casa há uma janela. Ela está aberta ou fechada? E em cima de seu escritório, de seu carro, de sua loja, de sua empresa, de sua lavoura? Quando somos fiéis a Deus, as janelas do Céu permanecem abertas e recebemos bênçãos sem medida.

Na sequência de sua mensagem, o profeta disse que haveria prosperidade: “Não deixarei que as suas videiras nos campos fiquem sem frutos, diz o Senhor dos Exércitos” (v. 11). Sem a bênção de Deus, trabalhavam e plantavam, mas tudo era em vão. Não havia produção. Ao se voltarem para Deus, contudo, as coisas mudariam.

E você? E o seu negócio? Anda estéril? Não dá fruto? Não vai para a frente? Nossa fidelidade nada pode comprar de Deus, mas a entrega de nossos dízimos e ofertas – bem como as demais boas obras – são uma demonstração de que aceitamos a Jesus e fomos transformados por Ele. Quem é fiel pode contar com as bênçãos divinas. Vamos ser fiéis?

https://mais.cpb.com.br/meditacao/janelas-abertas/

https://youtu.be/-lS1ULekJTk

Nenhum comentário:

Penélope

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 21 de junho https://mais.cpb.com.br/meditacao/penelope/ Penélope Portanto, irmãos, sejam pacie...