quarta-feira, 21 de junho de 2023

HISTÓRIAS BÍBLICAS

 Meditação Diária

21 de junho

HISTÓRIAS BÍBLICAS

Estas coisas aconteceram com eles para servir de exemplo e foram escritas como advertência a nós, para quem o fim dos tempos tem chegado. 1 Coríntios 10:11


Além de conter a teoria da verdade, a Bíblia apresenta diversas histórias de homens e mulheres que corresponderam às expectativas divinas e de outros que não o fizeram. Algumas descrevem aqueles personagens que exemplificaram em sua vida os grandes princípios que ela nos ensina. Devemos imitá-los. Outras revelam a insensatez de seus protagonistas e os maus caminhos que escolheram seguir, bem como os resultados correspondentes. Isso serve de advertência para não seguirmos seus passos. De fato, “para fins educativos, nenhuma parte da Bíblia é de maior valor do que suas biografias” (Educação, p. 102 [146]).

Diferentemente de outros escritos biográficos, os registros contidos na Bíblia são absolutamente verdadeiros. Descrevem não apenas as façanhas e os feitos louváveis, mas também aqueles que macularam o caráter. Assim, embora Davi fosse o escolhido de Deus, seus graves pecados ficaram registrados nas Escrituras para nossa orientação (2Sm 11). Pela mesma razão, a Bíblia nos apresenta seu profundo arrependimento, a confissão de seus pecados e o pleno perdão que Deus lhe concedeu (2Sm 12; Sl 32, 51).

Além disso, as histórias bíblicas destacam as motivações interiores, o que somente Deus pode saber de modo perfeito (1Rs 8:39; 1Cr 28:9). A explicação de Daniel sobre o motivo de Nabucodonosor perder temporariamente seu domínio e a própria razão é um exemplo. Ele disse: “Quando o coração dele se elevou, e o seu espírito se tornou orgulhoso e arrogante, foi derrubado do seu trono real e perdeu toda a sua glória. Foi expulso do meio dos filhos dos homens, o seu coração foi feito semelhante ao dos animais” (Dn 5:20, 21).

“Esses registros biográficos declaram o que todo ser humano um dia compreenderá: que o pecado só acarreta vergonha e perdas; que a incredulidade significa fracasso, mas a misericórdia do Senhor atinge as maiores profundezas; e que a fé ergue a pessoa penitente para participar da adoção dos filhos de Deus” (Educação, p. 106 [151]).
Hoje, permita que os exemplos e as advertências das histórias bíblicas iluminem seu caminho.

https://mais.cpb.com.br/meditacao/historias-biblicas/
https://youtu.be/ni0OLRyi98w

Nenhum comentário:

Uma pitada de sal

  Devocional Diário Uma pitada de sal Que a palavra dita por vocês seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibam como devem resp...