segunda-feira, 15 de maio de 2023

Salmos 9 Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Salmos 9
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 9 – Neste texto, o autor destaca a justiça divina sobre a injustiça humana. A justiça divina merece confiança, pois é perfeita, não corrupta; é exata, não falha; é absoluta, não parcial. Considere:

• Inimigos de Deus e de Seu povo serão derrotados. Como Juiz, Deus repreende nações, destrói ímpios, e, apaga seus nomes. Esse julgamento implica em proteção e libertação ao Seu povo que sofre opressão (Salmo 9:1-6).
• Deus não é transitório, Ele permanece para sempre. Isso indica a constância do Seu trono como um Juiz fiel por ter vida eterna e estar sempre presente em todos os casos (Salmo 9:7, 12).
• Injustiças terão julgamento justo. Deus julga o mundo com justiça, retidão e equidade. Ele não Se apropria da parcialidade em relação a nenhum dos povos do mundo (Salmo 9:8).
• Os oprimidos são alvos da intervenção divina. Vulneráveis podem contar com a justiça de Deus, pois Ele não Se esquece do clamor dos aflitos nem despreza a esperança dos pobres. Como justo Juiz, Deus defende aos fracos e necessitados (Salmo 9:9-10, 12).
• Haverá livramento para aqueles que deixarem seus casos com Deus. Os que confiam nEle não são esquecidos, são protegidos; Deus é refúgio seguro aos oprimidos e julgará os casos confiados e colocados em Suas mãos (Salmo 9:9-10).
• A justiça no atendimento às orações é parte das ações divinas. Deus responde orações, mas as respostas passam pelo crivo de Sua justiça. Deus requererá o sangue dos que afligiram aos suplicantes por Sua intervenção sobrenatural (Salmo 9:11-14).
• Planos malignos serão destruídos. Deus frustra os planos de inimigos e faz com que suas tramas retornem contra eles mesmos. Deus desfaz as maquinações dos maus para proteger os justos (Salmo 9:15-16).
• O julgamento divino das nações será justo pautado sobre a equidade. Os que se desviam da prática do bem sofrerão inevitavelmente as consequências resultantes da prática do mal (Salmo 9:17-20).

Quando entendemos isso, tomaremos decisões importantes: Os temas teológicos destacado neste Salmo (adoração e louvor pelo juízo divino, proteção divina, retribuição divina, soberania divina) são complementares aos temas dos Salmos 1 e 2, que enfatizam a importância de seguir o caminho da justiça e da sabedoria e de submeter-se à soberania de Deus sobre as nações!

Confiemos na justiça e sabedoria divinas para reavivarmo-nos! – Heber Toth Armí.
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Jenga e Lego

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 20 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/jenga-e-lego/ Jenga e Lego Irmãos, pelo nome de ...