terça-feira, 9 de maio de 2023

Salmos 3 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Salmos 3
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 3 – O sono é um presente do gracioso Deus criado para o ser humano dormir. Além de bom, dormir é necessário; por isso, Deus deu o sono.

O Salmo 3 é considerado matutino; o Salmo 4, vespertino. É o primeiro Salmo em forma de oração; também o primeiro Salmo atribuído a Davi. Ele não é um louvor congregacional, é um lamento pessoal. Sua mensagem é: Devemos começar a terminar o dia com Deus – a questão do compromisso com Deus vai além de separar a primeira hora do dia para Ele, mas dedicar todas as horas do dia em Sua presença para, então, dormir com tranquilidade e segurança à noite!

O contexto está em II Samuel 15:13-17:24. Davi estava fugindo de seu filho Absalão por duas noites consecutivas. Desalentado mas inspirado por Deus, ele revela o antídoto para o desânimo (Salmo 3:1-2):

• Afirmar a verdade bíblica/divina frente aos desafios que enfrentamos (Salmo 3:3).
• Buscar ajuda sobrenatural em Deus (Salmo 3:4).

Na presença divina, Davi apresenta os resultados de seguir estes antídotos:

• Bênçãos de uma boa noite de sono (Salmo 3:5).
• Confiança renovada ao amanhecer para viver o novo dia (Salmo 3:6).

O Salmo 3 segue uma estrutura hebraica conhecida como quiástica, em que as linhas iniciais coincidem com as finais, e o centro é a mensagem essencial que o autor pretende destacar. Veja:

A1 – Necessidade: A pessoa não vê saída, carece de libertação (Salmo 3:1-2).
B1 – Afirmação: Reconhece a proteção de Deus diante da aflição (Salmo 3:3).
• IDEIA CENTRAL: A oração a Deus produz confiança (Salmo 3:4-6).
B1 – Súplica baseada na afirmação: Clamor para Deus prover libertação e proteção (Salmo 3:7).
A1 – Solução: A bênção divina trazendo livramento (Salmo 3:8).

A teologia deste Salmo indica que, assim como um dia deve ser concluído com oração (Salmo 3:4) o novo dia deve também ser iniciado com um chamado a Deus: “Salva-me!” (Salmo 3:7).

A oração de confiança baseia-se em experiências de graça no passado e gera segurança para enfrentar o futuro (Salmo 3:8). O cristianismo nos chama a desconfiar de nós mesmos, de nossas forças e habilidades e lembrar que o Senhor provê aos Seus filhos enquanto dormem (Salmo 127:1-3).

Reconhecendo nossas dificuldades, firmando nossa confiança no Senhor, enxergaremos a vitória pela fé! Portanto, revivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

No caminho

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 12 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/no-caminho/ No caminho Ensine a criança no camin...