sexta-feira, 26 de maio de 2023

DOMÍNIO PRÓPRIO

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

26 de maio

DOMÍNIO PRÓPRIO

É melhor ter paciência do que ser herói de guerra; o que domina o seu espírito é melhor do que o que conquista uma cidade. Provérbios 16:32

Domínio próprio descreve a força interior pela qual alguém se controla, recusando-se a ser levado pelas próprias paixões. Refere-se à possibilidade de moldar a vida não segundo os maus desejos da natureza pecaminosa, mas conforme os desejos de Deus, sempre puros, benéficos e bons. Ter domínio próprio significa ter poder sobre si. Esse autocontrole é produzido pelo Espírito Santo na vida do crente (Gl 5:22, 23) quando este se rende para ser totalmente Dele.

Em vez de pensarmos no cristão apenas como alguém que não pode fazer isso e aquilo, deveríamos saber que somente o cristão é que pode fazer algumas coisas: somente ele é capaz de ser obediente à vontade de Deus, unicamente ele pode ter a vitória sobre os desejos impuros do coração, apenas ele pode amar de verdade e só ele tem a possibilidade real de viver em paz e contentamento (Jo 1:12).

O cristão tem poder, inclusive, para não viver pecando. “Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado, porque nele permanece a semente divina; esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus” (1Jo 3:9). O filho de Deus é simplesmente incapaz de manter uma vida pecaminosa. Isso não significa que ele nunca mais cometerá um ato pecaminoso (1Jo 1:8, 10), mas que ele não vive habitualmente em iniquidade. Quando creu em Cristo, houve uma profunda transformação interior. “Deus armou os Seus filhos para a guerra contra Satanás, implantando a Sua própria natureza neles. […] Podemos dizer, portanto, em terminologia moderna, que os genes de Deus permanecem em Seus filhos e que pecar é contrário à natureza deles” (Comentário Bíblico Broadman [Rio de Janeiro: JUERP, 1985], p. 247).

Ilustremos essa verdade comparando o porco e o gato. O porco tem prazer em chafurdar na lama. Faz parte de sua natureza. Um gato jamais fará isso. É um dos animais mais limpos que conhecemos: está sempre se lambendo e se limpando. Um gato nunca terá prazer em se revolver na lama, simplesmente porque não faz parte de sua natureza. Assim, um filho de Deus não terá satisfação em viver uma vida pecaminosa, mas em se purificar (1Jo 3:3) e fazer a vontade do Pai (Sl 119:47).
https://mais.cpb.com.br/meditacao/dominio-proprio-2/
https://youtu.be/e3lwrAbhE5E

Nenhum comentário:

Jovens a serviço

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/jovens-a-servico/ Jovens a serviço Expondo estas ...