sexta-feira, 26 de maio de 2023

Salmos 20 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Salmos 20
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 20 – Embora este Salmo seja súplica em prol de reis terrenos, sua mensagem foca no Rei Soberano.

Davi, seu autor, ao enfatizar a confiança, a proteção e a intervenção de Deus na vida do rei humano, conduziu o leitor/cantor à soberania de Deus como Rei Supremo, sobre todos os reis.

• Desta forma, o Salmo não é antropocêntrico, é teocêntrico; não foca no ser humano, foca no Ser divino!

• Mesmo que um monarca seja estritamente religioso, é Deus quem salva e concede vitória ao Seu ungido; isso demonstra a autoridade e o poder de Deus como soberano sobre todos os poderes deste mundo.

No Salmo 20:7, o salmista compara a distância que existe entre confiar em seres humanos e forças terrenas (como carros e cavalos), com a confiança depositada no poder de Deus; em realidade, a verdadeira segurança e soberania não estão nas pessoas, coisas e instituições deste mundo, elas residem em Deus como Supremo General.

O Santuário e Sião fazem referência ao lugar da presença de Deus, onde Ele habita e de onde Ele governa; por isso, acima de qualquer poder humano, precisamos suplicar que o apoio e auxílio às autoridades humanas venham diretamente de Deus, que rege desde os altos Céus (Salmo 20:2, 6); de onde Ele atua com o poder salvador de Sua poderosa mão direita. Estas expressões representam o poder e a autoridade de Deus como o Supremo Rei. Porém, Sua grandiosidade não O impede de responder e intervir de maneira salvadora, demonstrando Sua soberania e domínio até nas “pequenas questões” da vida humana.

Por isso, o Salmo conclui com as seguintes palavras:

Senhor, concede vitória ao rei!
Responde-nos quando clamamos!

O Salmo 20 apresenta um contraste entre aqueles que confiam nos poderes deste mundo e aqueles que confiam em Deus como Supremo Rei. Enquanto os primeiros vacilam e caem, aqueles que confiam na soberania divina são capacitados a se erguer e permanecer firmes. Ou seja, fica evidente que, mesmo que os diversos recursos terrenos são incertos e falíveis, quando confiamos em Deus, teremos uma base sólida e segura (Salmo 20:1-6).

Dependendo de Deus, tanto o povo quanto os monarcas deste mundo podem superar as adversidades e permanecer firmes (Salmo 20:7-8). Portanto, reavivemo-nos: Ergamos nossas vozes, confiantes no poder divino! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Oportunidades

 Oportunidades Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto. João 12:24 Foi muito triste...