quarta-feira, 26 de abril de 2023

Jó 32 Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Jó 32
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


JÓ 32 – A retórica, como arte da comunicação, se usada com sabedoria, integridade e graça, não para manipular e enganar os ouvintes, pode ser de grande valia para transmitir ensinamentos divinos.

Eliú foi comunicar nato, que deve ter ficado calado devido a sua pouca idade diante de grandes e experientes sábios em seus discursos rebuscados. Porém, ao ouvir atentamente os quatro preletores – Jó, Elifaz, Bildade e Zofar – defendendo suas posições, ficou indignado e decidiu quebrar o silêncio deixado por Jó. Iniciou seu monólogo com técnicas de retóricas e linguagem poética, visando envolver sua audiência e exercer influência com uma mensagem memorável e impactante!

É possível perceber que Jó insinuava ser mais justo que Deus. “Jó havia afirmado que ele estava certo, e Deus, errado”, por isso Eliú não ficaria calado; contudo, “Eliú se propõe a fazer sua parte para ajudar Jó... Eliú sentiu-se compelido a falar. Revela-se cheio de palavras e se compara a odres cheios de vinho, estando prestes a arrebentar-se” (Comentário Bíblia Andrews).

Observe estas técnicas de comunicação de Eliú em Jó 32:

• Introdução: Antes de apresentar algum conteúdo, apresente-se, explique a razão de discursar, apesar das desvantagens (Jó 32:1-5).
• Autoridade argumentativa: Sabedoria não vem com a idade apenas, mas também e principalmente com a inspiração divina (Jó 32:6-10).
• Antítese: Eliú repreende a Jó por argumentar contra Deus e censura seus amigos pela incapacidade de responder a Jó; todos os filósofos deveriam submeter-se inteiramente à sabedoria que vem de Deus e à Sua soberana vontade (Jó 32:11-14).
• Retórica da indignação: Não com grosseria, brutalidade ou agressividade, mas com maestria poética e retórica da imagem, pode-se enfatizar a justiça de Deus frente à injustiça humana (Jó 32:15-22).

Para captar a atenção do público e apresentar uma mensagem clara é imprescindível utilizar a retórica como ferramenta. Para tanto,

• Conheça o público alvo: Além de respeitar a audiência, é importante conhecê-la para adaptar a mensagem conforme sua necessidade e expectativa.
• Preze pela clareza e a objetividade: Não se pode deixar espaço para interpretações ambíguas ou duvidosas, para que a mensagem seja compreendida e apreendida.
• Mantenha a paciência e a calma: Ao discursar é importante manter a compostura, evitando reações emocionais negativas que possam comprometer a mensagem.

Sejamos sábios ao transmitir a mensagem de Deus. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Mais que marionetes

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 20 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/mais-que-marionetes/ Mais que marionetes Você fal...