quarta-feira, 29 de março de 2023

CANTARES

 CANTARES

As muitas águas não poderiam apagar o amor, nem os rios, afogá-lo. Ainda que alguém oferecesse todos os bens da sua casa para comprar o amor, receberia em troca apenas desprezo. Cântico dos Cânticos 8:7

O livro bíblico conhecido como Cântico dos Cânticos ou Cantares é classificado por muitos eruditos como fazendo parte da literatura de sabedoria. Como os outros livros sapienciais, este se interessa pela condição humana e medita em um de seus aspectos vitais: o amor de um homem e de uma mulher.

A expressão “cântico dos cânticos” é um superlativo hebraico que qualifica este como o melhor ou mais belo dentre os mais de mil cânticos escritos por Salomão (1Rs 4:32). Em um mundo em que o mal se expande e é comum a quebra do padrão de matrimônio dado por Deus, Cantares celebra a dignidade e pureza do amor conjugal, que aproxima o homem e a mulher, e considera a vida sexual como um sadio realismo.

Podemos aprender, com Cantares, algumas lições de amor conjugal: os cônjuges sentem grande alegria em estar juntos (1:7; 2:10-14; 3:7, 8); eles não poupam palavras de elogio mútuo (1:8, 9, 16; 2:2, 3); e seu amor recíproco é muito forte, de modo que nada o pode igualar em valor nem destruí-lo (8:6, 7). Se você que lê esta meditação é casado, lembre-se de que essas são boas palavras para abençoar o seu casamento.

Nas Escrituras, esse tipo de amor serve para ilustrar o amor entre Deus e Seu povo. De fato, embora o maior valor de Cantares diga respeito ao amor no nível humano e conjugal, em sentido secundário devemos pensar nele como trazendo lições espirituais sobre nosso relacionamento com Deus. São elas: Cristo e Sua Igreja aguardam em expectativa a oportunidade de estar juntos para sempre (Jo 14:3; Rm 8:19-23; Fp 1:23; Ap 22:20); a igreja continuamente louva a Deus pela beleza de Seu caráter, por aquilo que Ele é (Sl 145), e Deus também demonstra Sua apreciação por Seu povo (Is 43:4); e o amor que nos liga a Deus é tão forte que nada nem ninguém pode extingui-lo (Jr 31:3, 4; Rm 8:38, 39).

Portanto, hoje, peça a Deus para encher de amor seu coração (Rm 5:5), valorize seu cônjuge, separe tempo para estar com ele, diga-lhe boas palavras e ame a Deus acima de tudo.

MEDITAÇÃO DIÁRIA

29 de março
https://mais.cpb.com.br/meditacao/cantares/
https://youtu.be/gBLX1JuoRZc
•••••

Nenhum comentário:

Jovens a serviço

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/jovens-a-servico/ Jovens a serviço Expondo estas ...