quinta-feira, 23 de fevereiro de 2023

VIDA DE SANTIFICAÇÃO

 VIDA DE SANTIFICAÇÃO

E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas. 2 Coríntios 5:17

Ao aceitarmos a Cristo, o poder de Deus que passa a operar em nós é tão maravilhoso que nos tornamos uma nova criatura. Cristo passa a reinar em nós (Gl 2:20). Essa presença e esse poder em nós santificam nossos pensamentos, emoções, palavras e atos de vida.

Assim, não vivemos mais continuamente em pecado (1Jo 3:4, 6, 9), o que não significa que nunca mais haveremos de pecar (1Jo 1:8, 10). Mas o pecado não nos domina como antes (Rm 6:14). Esse domínio foi quebrado por Cristo. Quando pecarmos, será justamente porque, naquele momento de pecado, deixamos de confiar em Deus. No entanto, Ele não nos abandona, pois somos Seus filhos. Seu Espírito nos impele a correr para Ele e confessar o pecado, o qual Ele prontamente nos perdoará e nos justificará outra vez, em Cristo (1Jo 2:1; 1:8, 9).

Uma família se mudou para uma nova residência. O pai proibiu o filho de brincar nos fundos do quintal, pois havia um poço desativado que estava aberto. Enquanto o pai providenciava a compra de alguns materiais para tapar o poço, o menino desobedeceu, caiu e se machucou. Quando o pai voltou, viu que ele estava lá embaixo: triste, ferido, sem condições de sair dali por si mesmo. Que pensaríamos se o pai apenas dissesse: “Está bem, meu filho, eu lhe perdoo”, e deixasse o menino lá? Mas o pai não somente lhe perdoou. Ele o tirou daquela situação e tratou de suas feridas. Deus faz o mesmo por nós. Ele não nos perdoa para que continuemos na mesma vida infeliz, inútil e pecaminosa. Ele nos restaura e nos eleva a uma posição em que tenhamos condições de viver em estado de paz e santidade, trazendo satisfação a nós e a Ele.

Desse modo, embora ainda possamos falhar depois de nossa conversão, haverá um grande contraste com a vida anterior. Quanto mais pecarmos, maior será esse contraste (Ef 4:22–5:21; Cl 3:1-17; Tt 3:3-8).

“Quando vocês eram escravos do pecado, […] que frutos vocês colheram? Somente as coisas de que agora vocês se envergonham. Porque o fim delas é morte. Agora, porém, libertados do pecado, […] o fruto que vocês colhem é para a santificação. E o fim, neste caso, é a vida eterna” (Rm 6:20-22).

MEDITAÇÃO DIÁRIA

23 de janeiro
https://mais.cpb.com.br/meditacao/vida-de-santificacao/
https://youtu.be/JXtmBuWHDXs
•••••

Nenhum comentário:

Legendas

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 13 de junho https://mais.cpb.com.br/meditacao/legendas/ Legendas Ai de vocês, escribas e faris...