quarta-feira, 18 de janeiro de 2023

2 Crônicas 3 Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – 2 Crônicas 3
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


II CRÔNICAS 3 – Deus é seletivo quando deseja transmitir uma mensagem específica. Isso é nítido na Bíblia, que muitas vezes não conta tudo o que gostaríamos de saber. O Segundo livro de Crônicas é um excelente exemplo disso, pois, embora seja “um paralelo dos dois livros de Reis”, ele “se concentra nos reis que seguiram Davi em sua devoção ao Templo de Deus. Os monarcas idólatras do reino do norte são ignorados porque adoravam ídolos” (Bíblia do Discípulo).

Cada item da construção foi devidamente descrito, por ser relevante do ponto de vista divino.  Note que informação importante: O Monte Moriá é o lugar em que Abraão ofereceu seu filho Isaque por ordem de Deus (Gênesis 22). Ali Deus revelou o evangelho a Abraão e sua descendência, ao prover um cordeiro para morrer em lugar de Isaque.

O foco do Espírito Santo através do cronista está no templo sonhado por Davi, planejado por Deus, e executado por Salomão. Sua localização seria “no monte Moriá, onde o Senhor havia aparecido... a Davi, na eira de Araúna, o jebuseu, local que havia sido providenciado por Davi” (II Crônicas 3:1-2).

O imponente templo substituiria o Santuário/Tabernáculo móvel projetado para ser transportado enquanto o povo peregrinava pelo deserto. Assim, através dos símbolos e rituais, a teologia da salvação ia sendo desenvolvida para o povo que vivia antes da vinda do Messias. Essa base teológica deve ser onde fundamentamos nossa teologia!

Jesus retrocedeu até Abraão ao dizer aos judeus de Seu tempo: “Abraão, pai de vocês, regozijou-se porque veria o meu dia; ele o viu e alegrou-se” (João 8:56).

Sobre isso, Paulo faz profunda reflexão ao afirmar que “pela fé Abraão, quando Deus o pôs à prova, ofereceu Isaque como sacrifício. Aquele que havia recebido promessas estava a ponto de sacrificar o seu único filho, embora Deus lhe tivesse dito: ‘Por meio de Isaque a sua descendência será considerada’. Abraão levou em conta que Deus pode ressuscitar os mortos, e figuradamente, recebeu Isaque de volta dentre os mortos” (Hebreus 11:17-19).

O local do templo e cada parte dele ilustravam aspectos do evangelho da graça, enchendo assim o coração do pecador com esperança além da morte. O Lugar Santo e o Santíssimo com suas mobílias contêm mensagens significativas: Apreciemo-las! Reavivemo-nos estudando-as! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

Nenhum comentário:

A OBRA DE CRISTO NO CÉU

A OBRA DE CRISTO NO CÉU Tendo, pois, Jesus, o Filho de Deus, como grande Sumo Sacerdote que adentrou os Céus [...], aproximemo-nos do trono ...