sexta-feira, 4 de novembro de 2022

 O ESPERADO LIBERTADOR

O Espírito do Senhor está sobre Mim, porque Ele Me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-Me para proclamar libertação aos cativos. Lucas 4:18

Os galileus que voltaram da Festa da Páscoa levaram a notícia das maravilhosas obras de Jesus. A maneira como Seus atos haviam sido julgados pelos líderes em Jerusalém abria-Lhe caminho para a Galileia. Muitos do povo lamentavam os abusos no templo e a ambição e arrogância dos sacerdotes. Esperavam que esse Homem, que fizera os líderes fugirem, fosse o esperado Libertador. E agora chegavam notícias que pareciam confirmar suas esperanças. Contava-se que o profeta havia declarado ser o Messias.

Entretanto, o povo de Nazaré não acreditava Nele. Por isso, Jesus não visitou Nazaré enquanto ia para Caná. O Salvador havia dito aos discípulos que um profeta não tem honra na própria terra. As pessoas avaliam o caráter de outros segundo aquilo que elas próprias são capazes de valorizar. Os que tinham a mente estreita e mundana julgavam Cristo por Seu humilde nascimento, Suas vestes simples e Seu trabalho diário. Não eram capazes de dar valor à pureza daquele coração isento de qualquer mancha de pecado.

As notícias da volta de Jesus a Caná se espalharam rapidamente por toda a Galileia, levando esperança aos aflitos e sofredores. Em Cafarnaum, as notícias atraíram a atenção de um nobre judeu, oficial a serviço do rei. Um filho desse nobre estava sofrendo de doença aparentemente incurável. Os médicos o haviam desenganado, mas, quando o pai ouviu falar de Jesus, decidiu implorar Seu auxílio. A criança estava muito mal e temia-se que não vivesse até seu regresso; mesmo assim, o nobre achou que devia ir pessoalmente apresentar seu caso. Esperava que a súplica de um pai despertasse a compaixão do grande Médico. […]

Ele venceu assim como Jacó. O Salvador não Se afasta de uma pessoa que a Ele se apega, alegando sua grande necessidade. “Vá, o seu filho vai viver” (Jo 4:50). O nobre deixou a presença do Salvador com uma paz e alegria que nunca antes havia experimentado. Não somente crera que seu filho seria restabelecido, mas com firme confiança esperou em Cristo como o Redentor (O Desejado de Todas as Nações, p. 147-149 [196-199]).

PARA REFLETIR: Por que Jesus às vezes deixa você na fornalha da aflição?
https://youtu.be/kP0G6ATPpIQ

MEDITAÇÃO DIÁRIA

4 de novembro

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-esperado-libertador/

Nenhum comentário:

A PUREZA INFINITA

  A PUREZA INFINITA E todo o que tem essa esperança Nele purifica a si mesmo, assim como Ele é puro. 1 João 3:3 Ao terminar o discurso, Jesu...