terça-feira, 8 de novembro de 2022

1 Reis 8 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica - 1 Reis 8
Comentário
Pr Heber Toth Armí

I REIS 8 – Estude sobre o Santuário/Templo. Note que “é impossível descrever a beleza e esplendor desse santuário. Para esse local a arca sagrada foi levada com solene reverência pelos sacerdotes, e colocada em seu lugar, embaixo das asas dos dois majestosos querubins que ficavam sobre o piso. O coro sagrado elevou as vozes em louvor a Deus, e a melodia de suas vozes foi acompanhada por todos os tipos de instrumentos musicais. E enquanto o louvor ressoava pelos átrios do templo, a nuvem de glória de Deus se apossou da casa, como anteriormente havia enchido o tabernáculo no deserto”, explica Ellen White.

Após substituir o Tabernáculo pelo Templo, vários aspectos tornaram-se mais sofisticados; porém, a arca da aliança a ser colocada no Lugar Santíssimo seria a mesma, juntamente com “as duas tábuas de pedra que Moisés tinha colocado quando estava em Horebe, onde o Senhor fez uma aliança com os israelitas depois de saírem do Egito” (I Reis 7:1-9).

O complexo construído por Salomão chamado templo, juntamente com o sumo sacerdote, os sacerdotes e as cerimônias ritualísticas representavam vividamente o evangelho, o plano de salvar o condenado pecador!

O glorioso Templo era insignificante diante da grandeza do Senhor; Salomão estava ciente disso (I Reis 7:10-21). Contudo, a manifestação da gloria divina indicou aprovação, revelando a humildade do Soberano do Universo.

Deus é padrão de humildade. Por isso, Ele pode afirmar: “Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito” (Isaías 57:15).

Por conhecer corretamente o caráter de Deus, Salomão fez uma oração inspiradora no dia da inauguração e consagração do Templo (I Reis 7:22-66). Ele intercedeu por sua família, pelos indivíduos que pecarem, pelos estrangeiros gentios e pela nação caso fosse exilada.

Warren Wiersbe frisa que “o pensamento-chave da oração é que Deus ouvira os clamores deles e seria misericordioso, apesar de seus pecados. Salomão, em sua oração, deixa claro que a condição do coração de Israel é mais importante que a existência do templo. Ele sabia que o pecado trazia castigo, mas o arrependimento trazia perdão e bênção. Era mais importante consagrar as pessoas que o prédio”.

Então, consagremo-nos! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.
#ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

A PUREZA INFINITA

  A PUREZA INFINITA E todo o que tem essa esperança Nele purifica a si mesmo, assim como Ele é puro. 1 João 3:3 Ao terminar o discurso, Jesu...