segunda-feira, 17 de outubro de 2022

ÚNICA FONTE DE AUXÍLIO

 A ÚNICA FONTE DE AUXÍLIO

Contudo, vocês não querem vir a Mim para ter vida. João 5:40

Não é meramente a servos, enviados e profetas que você tem repelido e rejeitado, mas ao Santo de Israel, seu Redentor. Você é a única responsável por sua destruição. […]

Cristo viu em Jerusalém um símbolo do mundo enrijecido na incredulidade e rebelião e indo de encontro aos juízos retributivos de Deus. As desgraças de uma raça decaída, oprimindo Seu coração, arrancavam de Seus lábios aquele clamor extremamente amargurado. Viu a história do pecado traçada pelas misérias, lágrimas e sangue humanos. Seu coração se moveu de infinita compaixão pelos aflitos e sofredores da Terra. Desejava aliviar a todos. Contudo, nem mesmo Sua mão poderia desviar a onda das desgraças humanas. Poucos procurariam a única Fonte de auxílio. Ele estava disposto a passar pela morte, a fim de colocar a salvação ao seu alcance. Poucos, porém, viriam a Ele para que pudessem ter vida.

A Majestade do Céu em pranto! O Filho do infinito Deus perturbado em espírito, curvado em angústia! Essa cena encheu de espanto o Céu inteiro. Revela-nos a imensa malignidade do pecado. Mostra como é difícil, mesmo para o Poder infinito, a tarefa de salvar o culpado das consequências da transgressão da lei de Deus. Olhando para a última geração, Jesus viu o mundo envolto em engano semelhante ao que causou a destruição de Jerusalém. O grande pecado dos judeus foi o de rejeitar a Cristo. O grande pecado do mundo cristão seria rejeitar a lei de Deus, fundamento de Seu governo no Céu e na Terra. Os preceitos de Jeová seriam desprezados e anulados. Milhões na servidão do pecado, escravos de Satanás, condenados a sofrer a segunda morte, se recusariam a escutar as palavras de verdade no dia de sua visitação. Que terrível cegueira! Que estranha presunção!

Dois dias antes da Páscoa, quando Cristo havia Se afastado pela última vez do templo, depois de denunciar a hipocrisia dos líderes judaicos, saiu novamente com os discípulos para o monte das Oliveiras e Se assentou com eles na encosta gramada, de frente para a cidade. Mais uma vez contemplou seus muros, torres e palácios. Observou de novo o templo em seu deslumbrante esplendor, como diadema de beleza coroando o monte sagrado (O Grande Conflito, p. 22, 23).

PARA REFLETIR: Em que área da sua vida é possível que você esteja recusando o apelo de Jesus?
https://youtu.be/mMGSfw5A7Oo

MEDITAÇÃO DIÁRIA

1de Outubro
https://mais.cpb.com.br/meditacao/a-unica-fonte-de-auxilio/

Nenhum comentário:

A PUREZA INFINITA

  A PUREZA INFINITA E todo o que tem essa esperança Nele purifica a si mesmo, assim como Ele é puro. 1 João 3:3 Ao terminar o discurso, Jesu...